Projeto da senadora Serys que cria Prêmio Barbosa Lima Sobrinho de Jornalismo pronto para ser votado no plenário do Senado

Está pronto para a pauta do Plenário o Projeto de Resolução do Congresso Nacional (PRN 1/04) de autoria da senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) que institui o Prêmio Barbosa Lima Sobrinho de Jornalismo. O prêmio tem por finalidade reconhecer os trabalhos jornalísticos que, a cada ano, tenham contribuído para o aperfeiçoamento do Poder Legislativo, do estado democrático de direito e para a defesa dos direitos humanos.

A premiação será conferida anualmente a jornalistas com trabalhos inscritos junto às Mesas do Senado e da Câmara dos Deputados, por profissionais de imprensa ou empresas de comunicação, que tenham sido veiculados em jornais, revistas, emissoras de rádio, emissoras de televisão ou sítios eletrônicos de notícias.

Serão considerados somente trabalhos em língua portuguesa, de autoria de jornalista brasileiro ou residente no Brasil, ou, no caso de trabalho conjunto, de autoria de equipe brasileira ou residente no Brasil, publicado por veículo com sede ou circulação sistemática no país. Os trabalhos serão inscritos nas categorias de reportagem escrita; reportagem radiofônica; reportagem de som e imagem; reportagem publicada em meio eletrônico; fotografia; e charge.

"A proposição pretende contribuir, de maneira inequívoca, para o reconhecimento da importância do jornalismo brasileiro, em favor do pleno exercício da cidadania", diz Serys, na justificação da proposta. Depois de aprovada, a matéria segue para análise da Câmara dos Deputados.

O patrono

Serys Slhessarenko explicou a escolha do político e jornalista Barbosa Lima Sobrinho, "figura histórica de inegável envergadura", como patrono da nova láurea. A senadora lembrou que o ex-parlamentar foi "exemplo de dignidade e inteireza de caráter", inspirou gerações de profissionais da imprensa, e por isso, "nada mais oportuno que a escolha do seu nome para designar o prêmio".

Barbosa Lima Sobrinho nasceu no Recife, no dia 22 de janeiro de 1897, onde se formou em Ciências Jurídicas e Sociais. Desde cedo começou a colaborar para órgãos de imprensa de Pernambuco. Ao mudar-se para o Rio de Janeiro, ingressou no Jornal do Brasil. Foi deputado federal e governador de Pernambuco e concorreu à vice-presidência da República na chapa de Ulysses Guimarães em 1989. Presidiu a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e integrou a Academia Brasileira de Letras (ABL). Barbosa Lima Sobrinho morreu aos 103 anos de idade, em 2000.

Elina Rodrigues Pozzebom / Agência Senado
 

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezessete − 4 =