Polícia Fazendária cumpre 38 mandados de prisão em MT

Polícia Fazendária cumpre 38 mandados de prisão em MT

A delegacia Fazendária confirmou que já foram feitas prisões na capital desde a madrugada de hoje (03), durante uma operação da Polícia Civil que emitiu mandado de prisão para 38 pessoas em Cuiabá e Cáceres. Os suspeitos são acusados de desvio de R$12,7 milhões dos cofres públicos. Segundo informações, entre os presos está a a ex-coordenadora da Conta Única do Estado, Magda Mara Curvo Muniz.

Segundo a polícia, a crime era realizado por meio de um esquema de contratação e funcionários fantasmas.  Servidores públicos estaduais também estão envolvidos na quadrilha. O crime durou cerca de quatro anos, de 2007 a 2010.

Cerca de sessenta policiais estão envolvidos na operação.

Segundo o auditor-geral do Estado, José Alves Pereira Filho,  os “fantasmas” recebiam cerca de R$ 9 mil por mês. Durante os quatro anos em que o grupo atuou nada foi identificado pelo estado.

Após uma denúncia, o governador Silval Barbosa (PMDB) requereu que a Corregedoria Fazendária, a Auditoria Geral e Ministério Público Estadual investigassem o caso.

Pereira Filho disse que era impossível detectar o rombo de R$ 12,9 milhões facilmente e que, a princípio, os dados davam conta de que os valores eram usados para cobrir despesas de concurso público da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Depois, foram constatadas disparidade dos valores. Segundo o Auditor, seria complicado identificar 32 pessoas envolvidos em um crime entre 90 mil servidores.

FONTE REPÓRTER MT

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezesseis + quatro =