Perri assume TJ e garante continuar com vassourada na corrupção

Depois de conceder coletiva à imprensa, pela manhã, o desembargador Orlando Perri assumiu, à tarde, a presidencia do TJMT, fazendo questão de dizer que "todos que me conhecem sabem que nunca compactuei com safadeza e a patifaria. Muito menos ainda com a corrupção"

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso, a partir desta sexta-feira, 1º de março de 2013, tem um novo presidente, um novo comando. Sai Rubens de Oliveira, se furtando de submeter-se à democrática sabatina dos jornalistas, em uma entrevista coletiva – e assume o desembargador Orlando de Almeida Perri – e começa justamente participando da coletiva da qual Rubens de Oliveira, pelas qualidades e defeitos que todos conhecem, preferiu fugir.

A coletiva de Perri, Márcio vidal e Sebastião Moraes foi toda grava em vídeo por esta PAGINA DO E e estará à disposição dos internautas que prestigiam esta PAGINA DO E, em breve.

Nesta sexta-feira, limito-me a reproduzir o discurso de posse de Perri, garantindo que farei novas considerações sobre este discurso, nos próximos dias.

Como destaque, a promessa de Orlando Perri de que a vassourada contra a corrupção vai seguir firme no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Destaco o trecho:

“A depuração já principiou, com as vassouradas de meus antecessores e há de perdurar, até que não reste mais nesga alguma de nódoa, ou suspeitas, sobre a respeitabilidade desta Instituição” (o Tribunal de Justiça)

Confira, no destaque, o inteiro teor do discurso.

Discurso de posse de Orlando Perri como presidente do TJMT by Enock Cavalcanti

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.24.147.28 - Responder

    Lindo discurso…como a esperança que volta a brilhar por ter no comando do Poder Judiciário um homem com a coragem de Orlando Perri…que Deus abençõe este homem…que, não tenho dúvida, tem pela frente sangrentas batalhas se pretende de fato contibuar a limpeza no poder judiciário.

  2. - IP 187.69.84.111 - Responder

    Um dos grandes desafios de Orlando Perri será dar velocidade aos processos, cuja lentidão tem arrastado o poder judiciário ao descrédito. Para rui Barbosa justiça tardia não é justiça é injustiça manifesta. E sobre a injustiça dizia o grande Rui: “A injustiça, senhores, desanima o trabalho, a honestidade, o bem; cresta em flor os espíritos dos moços, semeia no coração das gerações que vêm nascendo à semente da podridão, habitua os homens a não acreditar senão na estrela, na fortuna, no acaso, na loteria da sorte, promove a desonestidade, promove a venalidade […] promove a relaxação, insufla a cortesania, a baixeza, sob todas as suas formas.”.

  3. - IP 189.10.40.20 - Responder

    Parabéns Des. Pres. Orlando Perri, a limpeza continua, novas batalhas virão, mas o desafio maior é a “Justiça Rapida “….Vamos ao trabalho….Coragem…Firmesa…e muita Saúde….

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

17 + 2 =