Pedro Taques define Riva como um homem triste: “Ele deve passar a noite pensando que a polícia vai entrar na casa dele às seis da manhã para fazer uma busca e apreensão”

Senador e presidente da AL se confrontam

Parlamentares trocam acusações em relação à falta de repasse para a Saúde, supostos desvios de dinheiro público e candidatura ao governo do Estado

No saguão do aeroporto Marechal Rondon, pouco antes de ir à Brasília, senador reforça acusações a Riva

RODRIGO VARGAS
DIÁRIO DE CUIABÁ

O embate inicial do segundo turno não foi travado pelos candidatos a prefeito de Cuiabá, mas pelo senador Pedro Taques (PDT) e o deputado José Riva (PSD), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

O senador, que é um dos principais apoiadores do empresário Mauro Mendes (PSB), criticou no horário eleitoral gratuito o repasse extra de R$ 34 milhões feito pelo governo do Estado ao Legislativo, sob a justificativa de excesso de arrecadação.

Taques relacionou a medida ao momento de crise vivido na saúde por conta do atraso nos repasses às prefeituras. “Por que tem excesso de arrecadação e falta dinheiro para a saúde do povo?”, questionou o congressista, em sua fala na TV.

Ontem, Riva reagiu, atribuindo a vinculação entre os episódios a “desespero” da campanha de Mendes. O deputado criticou, ainda, a atuação de Taques, que, segundo ele, traz poucos recursos a Mato Grosso, e o chamou de “falso moralista”.

Em entrevista concedida pouco antes de embarcar a Brasília, Taques reafirmou as críticas e disse que o desespero é “do cidadão que está morrendo na porta do hospital”.

“Mato Grosso deve mais de R$ 9 milhões para Cuiabá e mais de R$ 70 milhões para os municípios do Estado e não repassa. Mas, ao mesmo tempo, faz o repasse para a Assembleia”.

O senador mencionou o fato de o maior dos repasses (R$ 23 milhões) ter sido realizado “por coincidência” a três dias do primeiro turno. “O Riva e o governador do Estado é que devem explicação, não eu”.

Sobre o tom da reação de Riva, o senador disse ver conexão com um suposto projeto de candidatura do deputado ao governo em 2014. “Eu espero que o deputado Riva seja candidato, para que a sociedade possa dar a ele a resposta que ele merece”, disse Taques, que já confirmou interesse em disputar o cargo.

O senador definiu o presidente da Assembleia como um “homem triste”. “Ele deve passar a noite pensando que a polícia vai entrar na casa dele às seis da manhã para fazer uma busca e apreensão”.

Sobre seu mandato, Taques negou que tenha destinado poucos recursos para o Estado. “Dos R$ 15 milhões que cada senador tem, eu destinei R$ 3 milhões para a área de saúde. Agora, por mais que eu traga recursos, dificilmente vou chegar aos R$ 300 milhões que, segundo o Ministério Público, o Riva desviou”.

O senador disse que o apoio do deputado ao petista Lúdio Cabral é feito “às escondidas”. “Riva apoia Lúdio, mas não pode aparecer em carreatas, em eventos. Eu apoio o Mauro Mendes, não tenho vergonha disso e o Mauro não tem vergonha do meu apoio.”

Repasses – Em nota divulgada ontem, o governo do Estado afirmou que fez repasses à Educação e Saúde em julho passado e atribuiu as críticas a “oportunismos eleitoreiros”.

“O governo […] trabalha para que até novembro os mesmos estejam regularizados”.

8 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.64.231.25 - Responder

    UAI SÔ,E O BILHÕES DA COOPERLUCAS?

  2. - IP 177.64.239.227 - Responder

    Pedro Taques fale para o povo sobre os Bilhões da Cooperlucas? A máfia dos combustiveis? Falsificação da ATA? Conte para nós sobre a JBS Friboi? O Atacadão Mendonça? O Assessor Love? Abra o seu coração conte tudo se tiver coragem!!!!

  3. - IP 177.5.233.212 - Responder

    Um dia este estado vai se ver livre desse riva . Como pode um eleitor consciente atacar Pedro Taques para tentar, repito , tentar defender um político enrolado como esse deputado. Só mesmo se for um de seus cupinchas ou alguém que come em alguma boquinha dada por ele.

    • - IP 177.198.129.101 - Responder

      Roberto Ruas:
      A culpa de ter de bater boca com um desclassificado como Riva, é do Pedro Taques. Se Taques tivesse ficado no MPF em Cuiabá, e feito o trabalho que ele sabia fazer, o Baixinho já estaria na cadeia. Mas nem no Senado, em dois anos, o Pedro denunciou o deputado do meio bi de desfalque. Hoje esse bate boca rasteiro entre os dois, prejudica o senador . Se você fica agarrado, de aloites com um cara sujo, a sujeira acaba colando em voce também.
      Um abraço!

  4. - IP 200.101.113.235 - Responder

    Caro Roberto Ruas, devem ser os “fantasmas” da “Casa do Povo” que os amedrontam, e os mesmos preferem ficar de olhos fechados!

  5. - IP 177.132.240.161 - Responder

    Welinton Souza e El Carajo. Na verdade é o meu Carajo, Riva só é acusado de desviar 500 milhões! Um nada!

  6. - IP 201.49.165.95 - Responder

    cONCORDO PEDRO E ISSO MESMO kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. - IP 200.140.24.155 - Responder

    Não entendo mais nada…
    Em vários municipios o Taques e seu PDT estava coligado a gang do hamster…o PSD…
    Porque não começaram a briga no primeiro turno…???

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

oito − 7 =