TCE - DEZEMBRO

PAULO HENRIQUE AMORIM: O PT precisa se abraçar ao ajuste da Dilma com mais fervor. O problema não é o ajuste. O problema é a assimetria. Até agora o ajuste está no lombo do pobre. O rico morre de rir do ajuste. Porque a Dilma deixou o Levy sozinho sob os holofotes. Já imaginou se a Dilma põe, também debaixo dos holofotes, o Levy e o Nelsinho Sirotsky, que subornava o pessoal da Receita, como demonstra a Operação Zelotes.O Nelsinho algemado! Diante das câmeras, com o logo da Globo no peito ! O PT não tem peito de enfrentar a Globo. Pra que a Petrobras precisa anunciar na Globo ? Pra que a Caixa e o Banco do Brasil precisam da Globo ? Para pedir proteção ? Sem a Globo, não perderiam um milímetro de market-share ! Tira o dinheiro dos blogueiros sujos e do PiG. E dá o dinheiro ao Juca Ferreira. Todo. Para o Juca fazer uma Política Cultural. O PSDB passou oito anos no Poder e não produziu uma única metáfora. O PT vai pelo mesmo caminho!

paulohenrique

O PT brochou e
ainda está vivo !

O PT foi capturado pelo paulistismo udenista da USP !

 

 

O PT lançou o manifesto dos diretórios regionais, no âmbito do seu 5º Congresso.

Pede uma reforma política com democratização da mídia.

O imposto sobre grandes fortunas (do Flavio Dino e da Jandira Feghali, do PCdo B) e o “direito de resposta” do Requião.

(Originalidade, zero !)

E defende um “mundo multipolar” (sic).

É um documento defensivo:

“Nunca como antes
(essa expressão costumava ser usada em contextos mais edificantes … – PHA), porém, a ofensiva de agora é uma campanha de cerco e aniquilamento. Como já propuseram no passado, é preciso acabar com a nossa raça. Para isso, vale tudo. Inclusive, criminalizar o PT …”

(…)  somos a favor de investigar os fatos com o maior rigor e de punir corruptos e corruptores, nos marcos do Estado Democrático de Direito.

O PT está com medo do Moro …

E do udenismo do PiG …

Navalha

O PT brochou.

O PT não acabou, não está em fase terminal, não se aproxima da irrelevância.

O PT é maior partido de massas do Brasil, e de esquerda.

E assim será.

Quem acabou foi o PFL, foi a Arena, foi o PSDB, esse arco de alianças de oligarcas.

O PT é um partido trabalhista de massa.

Como o Democrata americano, o Trabalhista inglês, a social-democracia alemã.

E, como todos esses, é uma geleia geral.

Cabe tudo lá dentro.

O PT não é um partido como os outros brasileiros.

O Lula não saiu do Governo dono de uma fazenda no interior de Minas.

O PT não comprou a reeleição.

O Serjão não era do PT, nem ninguém do PT levava dinheiro vivo, em sacola de supermercado com R$ 200 mil dentro para deputado do Acre.

O PT não se deixou atropelar no trensalão.

Não vendeu a Vale a preço de banana.

Nem rifou a telefonia, “isso vai dar m…”, nem entregou a Embratel aos americanos, com os satélites de comunicação das Forças Armadas brasileiras dentro.

O PT não assinou o Tratado de Nao-Proliferação das Armas Nucleares sem pedir aos americanos um cheese-burger em troca.

O PT não ia vender a Petrobrax à Chevron.

O PT também não vai voltar às catacumbas onde os primitivos cristão se escondiam de Nero.

Esquece.

O PT não vai voltar aos virginais salões do Colégio Sion, em Higienópolis, para reencontrar o Sergio Buarque de Hollanda e o Antonio Candido, heróis da USP, que jamais defenderam Jango e acabaram na mesma sopa Cebrapiana do Fernando Henrique:

– “regime autoritário” em lugar de “ditadura militar”;

– “dependência” em lugar de “imperialismo”;

– “avanço” vs “atraso” em lugar de “luta de classes”, burguesia vs proletariado.

(Leia “em tempo”.)

O PT acabou contaminado pela ideologia udenista, pauliscêntrica, neolibelês.

E se debate com ela ate hoje.

Corrupção ?

Ora, faça-me um favor !

Quer dizer que o Barusco só começou a roubar no Governo Lula ?

Nem o Moro acredita nisso !

Corrupção de bom tamanho é na Democracia americana, onde os irmãos Koch têm tantos votos quanto a lavadeira do Bronx !

Ora, faça-me um favor !

Por que o PT não faz um seminário sobre o Governo Collor ?

Ele foi eleito com a bandeira do combate à corrupção – contra os marajás do Sarney – e caiu com o Fiat Elba …

Quer dizer que os Ermírio de Moares, os Andrade, a banqueirada da rua Boavista que encheu a burra do PC Farias, de repente, ficou indignada com a roubalheira do Fiat Elba?

Ou o combate à corrupção, como agora, foi a gazua da Casa Grande ?

O Collor era um irremediável entreguista ?

É mesmo ?

Então chama o embaixador Jorio Dauster para conversar.

Ele foi o responsável pela negociação da dívida externa no tempo do Collor.

(E o ansioso blogueiro acompanhou, em Nova York, seu patriótico trabalho.)

E vamos ver quem foi mais altivo e corajoso – se o Jorio Dauster ou o Malan e o NauFraga …

Já no caminho da descida é que o Collor chamou o embaixador Marcilio Marques Moreira, dos Moreira Salles, para entregar a rapadura ao FMI.

Mas, já era tarde demais.

E os CIEP, os Brizolões, que o Collor prometeu que instalar no Brasil inteiro ?

Pergunta a ele, Rui Falcão …

Pergunta ao Collor por que ele caiu …

O PT precisa se abraçar ao ajuste da Dilma com mais fervor, mais entusiasmo.

O ajuste tinha que ser feito.

Como o Lula fez em 2003, e o FHC na reeleição – não esquecer que o FHC se reelegeu com o câmbio fixo, amparado no Bill Clinton e o FMI, e na semana depois da posse deu uma cacetada no câmbio, cortou a cabeça de dois ilustres presidentes do Banco Central, o Gustavo Franco (hoje, economista de banco do PiG) e o Chico Lopes.

Só depois é que vieram o NauFraga e seus imaculados 40% anuais de juros.

E como diz o amigo navegante, o PT no meio da batalha não pode se perguntar se está na guerra certa.

Tem que vestir a camisa do ajuste.

O problema não é o ajuste.

O problema é a assimetria.

Até agora o ajuste está no lombo do pobre.

O rico morre de rir do ajuste.

Porque a Dilma deixou o Levy sozinho sob os holofotes.

Escondeu o Nelson Barbosa, e deixou o Levy e suas trapalhadas – ele deveria ser proibido falar de improviso – frente a frente com o PiG.

Já imaginou se a Dilma põe, também debaixo dos holofotes, no centro do palco, o Levy e o Nelsinho Sirotsky, que subornava o pessoal da Receita Federal, como demonstra aOperação Zelotes.

O Nelsinho algemado !

Diante das câmeras, com o logo da Globo no peito !

Ou mandava chamar a Jandira e apresentava ao distinto público a proposta de taxar as fortunas, à moda do Piketty.

Dilma, chama o Piketty para dar uma palestra ao Ministério !

(Como tradução simultânea do André Haras Rezende … Quá, quá, quá !)

E a Ley de Medios ?

O PT é a favor.

O Bernardo plim-plim também.

O Berzoini também.

A Ley de Medios não vai sair nunca !

O PT não tem peito de enfrentar a Globo.

A Marta deu o nome de “jornalista” Roberto Marinho à avenida Aguas Espraiadas e em São Paulo não tem uma pracinha de bairro com o nome de Presidente Vargas …

Desista, amigo navegante, do PT não vem Ley de Medios.

Mas, tem uma solução.

O Ministro Edinho deveria relacionar todos os blogs sujos.

Aqueles que participaram da entrevista com o Lula e com a Dilma, na condição de irremediáveis sujos.

E anunciar que eles não receberão um tusta da SECOM.

Seria a alegria do Messias, aquele que, de fato, manda na SECOM !

Aí, em contra-partida, a SECOM não botaria mais um tusta no PiG.

Na Globo: não ia mais um tusta da Caixa, do BB, da Petrobras.

Pra que a Petrobras precisa anunciar na Globo ?

Para competir com quem ?

Pra que a Caixa e o Banco do Brasil precisam da Globo ?

Para pedir proteção ?

Sem a Globo, não perderiam um milímetro de market-share !

Tira o dinheiro dos blogueiros sujos e do PiG.

(O Fernando Oculto Rodrigues não ia produzir mais aquelas “investigações” sobre publicidade governamental que deixavam a Helena Chagas morrendo de medo.)

E dá o dinheiro ao Juca Ferreira.

Todo.

Para o Juca fazer uma Política Cultural.

Porque, como se sabe, depois de doze anos de poder, o PT não montou uma Política de Cultura.

Não fez um Glauber Rocha, um Cinema Novo – sem Cacá e Jabor, irremediavelmente capturados pela GloboFilmes – não fez um teatro de Arena, não lembrou do Vianninha nem do Boal …

Já imaginaram se, no dia 24 de Agosto, dia do suicídio de Vargas, o Juca pegava o Neojibá, da Bahia, e botava no horário nobre para interpretar o “Choros” número 10 do Villa-Lobos ?

Em seguida, em off, o Pereio lia a Carta Testamento de Vargas, sobre imagens do Walter Firmo, do Evandro Teixeira, Barretão, José Medeiros, Gautherot, Jean Manzon ?

Já pensou ?

Chama o João Falcão, do magnífico “Gonzagão, a Lenda !” – e encomenda um musical sobre Jango e as Reformas de Base !

Sobre o Darcy Ribeiro !

O PSDB passou oito anos no Poder e não produziu uma única metáfora.

O PT vai pelo mesmo caminho !

Assim como não vai ter Ley de Medios, também não vai ter “reforma política”.

Doce ilusão.

Como disse o Wanderley Guilherme, no Valor: vai fazer reforma política, plebiscito, constituinte com os eleitores da Dinamarca, da Islândia – ou com o PP, o Bolsonaro e o Kassab ?

Esquece !

Em lugar de pregar a impossível “reforma política”, um senador do PT deveria encaminhar à mesa do Senado o impeachment do Gilmar Mendes !

Que sentou em cima da única reforma possível, hoje: proibir a grana das empreiteiras de abastecer o PSDB.

Constranger, imprensar, denunciar, vaiar o Gilmar – com vaias democraticamente sonoras ! – é muito mais eficaz do que mil “constituintes” com plebiscito!

Mas, como se sabe, o PT não tem Senador.

O PT tem que se reencontrar com o Pai, Vargas.

O partido tem um sério problema de Édipo.

O PT cultiva a D Lindu, mãe do Lula.

Mas, não o pai do Lula.

Não o pai de verdade, porque desse nem o Lula gosta.

Mas, o verdadeiro, o político, Vargas.

Lula veio a admitir a paternidade já no Governo, quando o Haroldo Lima e o Estrela chegaram pra ele e avisaram que tinha descoberto o pré-sal e perguntaram: vai entregar ao genro do Fernando Henrique ou ao povo brasileiro?

E Lula não hesitou !

Depois, o Lula se impressionou com a biografia udenista do Getúlio, do Lira Netto (ficou udenista a partir do segundo volume …).

O PT tem que vestir o pijama ensanguentado do Vargas e sair pelo Brasil afora.

Com a bandeira do Nacionalismo na mão, uma bandeira que ninguém empunha.

A defesa do Interesse Nacional.

Do Submarino Nuclear.

Da Amazônia Azul.

Esse documento do PT não traz uma mísera palavra sobre a Petrobras !!!

O PT vai defender os acordos de leniência, para salvar as empresas e os empregos ?

Isso é mais importante do que mil delações do Juiz Moro – que a gente já sabe o que são …!

Tem que parar de discutir Economia que, como disse o Néstor Kirchner, quem gosta de discutir Economia é o Menem, são os neolibelês – ele, Kirchner, preferia a Política.

O PT entende muito de Economia, como o Mercadante…

O PT parou de discutir Política desde que o Dirceu, o Genoino e o João Paulo foram capturados pelo Moro de então.

O PT tem que tratar de Geografia.

Fecha a sede do Partido no centro de São Paulo e instala em Anápolis, no cruzamento da Ferrovia Norte-Sul.

Em Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Sinop, Rondonópolis – ou em Imperatriz, Luis Eduardo, Palmas …

Onde o Brasil pulsa.

Cria uma sede do PT em Sulanca, no interior de Pernambuco.

E deixa os suplicys em São Paulo !

O documento do PT não tem uma mísera palavra sobre a política externa do Lula e doCelso Amorim.

A Dilma desidratou a política externa do Lula e o PT não diz nada !

Esse foi um dos maiores legados do Lula, e o PT nem se lembra disso.

Permitiu que o Governo Dilma levasse o Itamaraty no compartimento de bagagem.

E tem mais.

Qualquer projeto de reforma, renovação, atualização, inserção ou lá o que seja que não trate da Globo é trololó.

A Globo está sentada no meio da Questão Nacional !

O PT vai mobilizar como ?

Vai discursar onde ?

Na TV-T, na TV Afiada ?

No site do Vermelho ?

O PT está há doze anos no Poder e não conseguiu comprar um mimeógrafo !

Com medo da Globo.

O PT não vai acabar.

Nem está perto do fim.

Mais do que a semelhança com os democratas americanos, os trabalhistas ingleses ou a social-democracia alemã – onde pululam escândalos – o PT é o nosso peronismo.

Há vários peronismos.

Como há vários Peron.

O Peron da Evita, da mãe dos descamisados, que denunciava os “oligarcas de mierda”.

E o Peron da Isabelita, do Lopez-Rega, o gangster de extrema-direita.

Teve o peronismo do Menem, entreguista como o FHC, mas tem o peronismo da Cristina K.

A Direita argentina tem vários partidos.

Oscila de lá pra cá.

Vive do PiG, como aqui.

E o peronismo continua a ser maior força partidária do país, sempre do lado esquerdo.

Ainda mais agora com o movimento “La Campora”, do filho da Cristina.

Quando vai, de fato, para as ruas, defender a Cristina das garras da Casa Grande.

O PT é parente do peronismo.

Está vivo.

É um peronismo sem testículos.

 

(Em tempo: por sugestão de um ministro da Dilma, o ansioso blogueiro acabou de ler o excelente “O Príncipe da Moeda”, de Gilberto Felisberto Vasconcellos, editora Espaço e Tempo, Rio, 1997, a quem deve muitas das reflexões aqui contidas.).

Em tempo2: o Conversa Afiada reproduz comentário do amigo navegante Virgilio Roma:

Paulo Henrique Amorim, vc como sempre foi brilhante. Tanta reflexão sobre o PT no poder. Nao retira o texto nao. Deixa a gente comentar ate chegar a 500 comentarios. Com o meu, se passar vai a 198.
Bom, o PT brochou porque a mulher eh muito boa e complexa.Temos uma sociedade conservadora, egoista, individualista. A massa sofrida sem bens materiais só agora com Lula e Dilma obtem seus necessarios bens e educação.
Pra governar tem que ter aliança com Severinos. Renans, Cunha e agora Kassab. Haja tesão.O partido de fato reage pouco ao avanço de uma imprensa que quer restabelecer o protetorado americano e dominio do capital financeiro. Somente agora a bancada mineira foi ao Janó exigir apuracão da Lista de Furnas. Poucos parlamentares petistas, por outro lado, defenderam Jose Genoino, o homem mais honrado desse pais. Que quase morre, sendo preso de forma espetaculosa por ordem do justiceiro da época. O feito do PT já está na história. Ninguem jamais fez projetos populares e distribuiu renda como nos governos do PT.Lula fica ao lado de Vargas, como seu herdeiro. Nao cabe discutir quem foi melhor. Cada um a seu tempo, fez o que pode pela emancipação nacional e avanço popular. Curiosamente atacados por uma imprensa parcial, golpista, facciosa. Agora está pior porque há o apoio do Judiciário.
Nao sou PT, sou de esquerda, progressista, mas sigo a orientação de Marx no sentido de valorizar a praxis, a ação efetiva sobre a realidade. Petistas não há do que se envergonhar, o saldo da ação petista é pra lá de positivo. A forma de anular o avanço popular é fazer como fizeram com João Goulart, derrubando-o, alegando corrupção e na época ameaça comunista. Aqui no Brasil quem gosta de povo é comunista. Não entrem no jogo desses perebas, quem corre é a bola não o jogador. Basta tratar bem o bola como queria o grande Didi do Botafogo.Tenho dito.

Em tempo3: Didi do Botafogo – e do Fluminense, antes ! – PHA

Paulo Henrique Amorim

Paulo Henrique Amorim, que é um dos "blogueiros sujos" mais aplaudidos do Brasil, sendo festejado pelo empresário dos combustíveis Aldo Locatelli, durante palestra em Cuiabá

Paulo Henrique Amorim, que é um dos “blogueiros sujos” mais aplaudidos do Brasil, sendo festejado pelo empresário dos combustíveis Aldo Locatelli, durante palestra em Cuiabá

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    Maluco de pedra ,,odeia a rede Globo,vive as custas do governo com seu blog e da Record que é patrocinada pelo PT e Igreja Universal,precisa dizer mais alguma coisa?

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

16 − 12 =