PREFEITURA SANEAMENTO

PAULO BOMFIM E A POSSIVEL CASSAÇÃO EM CHAPADA: “Não houve uma voz sequer levantada em defesa da Prefeita Thelma”

Paulo Bomfim

DANTESCO I – O GATO NO TELHADO E O TIRO NO PÉ

PAULO BOMFIM/ Especial para a PAGINA DO E

Prosseguindo, debruçado sobre as avaliações destes momentos delicados, vividos pela Prefeita Thelma de Oliveira, por estas bandas de Serra Acima, no processo Político Administrativo da minha, sua e da nossa Chapada dos Guimarães, após a realização da sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta segunda-feira, dia 10 do corrente mês, confesso que errei.

Errei por um voto, ausente e na avaliação, superdimensionada, agora percebida, da capacidade de superação da Prefeita Thelma. A vereadora Michelle do PSDB, correligionária da Chefe do Executivo Municipal não compareceu a sessão que, por 5 votos a 4, acatou a denúncia e aprovou a instalação da Comissão Processante do Legislativo, para a apuração de sérias denúncias de corrupção e improbidade administrativa, contra a gestão da Prefeita Thelma.

A denúncia contra a gestão da Prefeita Thelma de Oliveira, por infração político-administrativa, protocolada no Legislativo por três munícipes, é composta de seis fatos. São eles: atraso no envio dos informes do Aplic para o Tribunal de Contas (TCE), aquisição de materiais com preço superfaturado, descumprimento do prazo legal para encaminhamento das Leis orçamentárias ao Legislativo, aquisição de mudas e árvores que não foram plantadas nos espaços públicos, concessão de verbas de suprimentos de fundos acima dos limites legais e não atendimento dos requerimentos de informações dos vereadores.

Votaram pelo acatamento da denúncia e pela instalação da Comissão Processante os vereadores da oposição os senhores; Carlinhos do PT, Mariano e a senhora Professora Rosa Lisboa – PR, todos os quatros membros da atual Mesa Diretora. As surpresas, não tanto surpresa assim, ficaram por conta dos votos, também pelo acatamento e instalação da Comissão Processante, dos vereadores Thomas Jeferson – PSDB e Netinho – DEM. Contrariamente ao acatamento da denúncia e instalação da Comissão Processante, votaram as vereadoras Aline do PT, Cidú – PP, vereadores Joair Siqueira – MDB e Dudu – PSDB. O vereador Bozo, Presidente da Câmara, não votou.

A Comissão foi escolhida por sorteio logo após a votação e será composta pelo vereador Joair Siqueira – MDB, Presidente, a vereadores Aline do PT, Relatora e Professora Rosa Lisboa – PR como membra.

Todos nós, brasileiros, sabemos do nervosismo com coceira nas mãos e ruboridão facial causada pela simples citação e pronúncia desta expressão, Comissão, em grande parte dos políticos de nosso país, bem como, é claro, nos profissionais Garçons, que vivem dos tradicionais e legais 10 %, como salário e mais as gorjetas, para o sustento de suas famílias. Vamos aguardar para ver onde a “canoa vai atracar”.

A História repete-se sempre, pelo menos duas vezes. disse Hegel. Karl Marx acrescentou …a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa…

Lamentável e triste episódio para todos os que, efetivamente, prezam por uma cidade amável e decente, foi a notícia do ingresso nas esferas judiciais desta Comarca, com Mandado de Segurança Preventivo com Pedido de Liminar, impetrado pela Prefeita Thelma de Oliveira, contra Presidente da Câmara, vereador Edmilson de Freitas – Bozo, para a suspenção da apresentação e processamento da denúncia contra sua gestão, na sessão ordinária na Casa de Leis.

A tentativa de supressão das atividades legislativas por parte da Chefia do Executivo Municipal, soou muito alto com o silêncio sepulcral por parte do vereador Dudu, presente à sessão e com ausência da vereadora Michelle, também do seu partido PSDB. Não houve uma voz sequer levantada em defesa da Prefeita Thelma.

O ardil utilizado, baseado em meras citações de fatos ocorridos em ligações telefônicas anônimas e recebimento de mensagens, via aplicativo whatsapp recheados com conjecturas elucubrativas, dignas das grandes novelas dos tempos imemoriais da teledramaturgia brasileira, não funcionou. Conhecendo um pouco das histórias do processo político desta cidade maravilhosa, sei que podem até terem algumas nuances de veracidade, porém o remédio tornou-se inadequado e gerou ainda mais reações contrárias. Precisava-se de algo com argumentos mais reais e palatáveis.

A Comissão Processante deverá seguir todos os trâmites Legais e garantir a ampla defesa da Prefeita Thelma de Oliveira e, como resultante, agora, caberá o integral cumprimento do disposto no artigo nº 5 do Decreto-Lei nº 201 de 27 de Fevereiro de 1967 e Emenda à Lei Orgânica Municipal nº 002 de 14 de junho de 2006, por parte da Presidência da Casa de Leis, que tem 5 dias úteis para a comunicação oficial à Prefeita Thelma de Oliveira, da instalação da Comissão Processante e mais 10 dias úteis para a elaboração e apresentação de regular relatório, que será levado à Plenário para apresentação e leitura, com votação para a aprovação ou rejeição podendo, ainda, ser apresentado um relatório paralelo por parte de qualquer membro da Comissão Processante.

Quando Dante se encontra no meio da vida, ele se vê perdido em uma floresta escura, e sua vida havia deixado de seguir o caminho certo. Ao tentar escapar da selva, ele encontra uma montanha que pode ser a sua salvação, mas é logo impedido de subir por três feras: um leopardo, um leão e uma loba.

Prestes a desistir e voltar para a selva, Dante é surpreendido pelo espírito de Virgílio – poeta da antiguidade que ele admira – disposto a guiá-lo por um caminho alternativo. Virgílio foi chamado por Beatriz, paixão da infância de Dante, que o viu em apuros e decidiu ajudá-lo. Ela desceu do céu e foi buscar Virgílio no Limbo.

O caminho proposto por Virgílio consiste em fazer uma viagem pelo centro da terra. Iniciando nos portais do inferno, atravessariam o mundo subterrâneo até chegar aos pés do monte do purgatório. Dali, Virgílio guiaria Dante até as portas do céu.

Dante então decide seguir Virgílio que o guia e protege por toda a longa jornada através dos nove círculos do inferno, mostrando-lhe onde são expurgados os diferentes pecados, o sofrimento dos condenados, os rios infernais, suas cidades, monstros e demônios, até chegar ao centro da terra, onde vive Lúcifer. Passando por Lúcifer, conseguem escapar do inferno por um caminho subterrâneo que leva ao outro lado da terra, e assim voltar a ver o céu e as estrelas”.

No Inferno, o Diabo veste Prada. Tem pedra para rolar. Estrela é estrela.

Eu ainda acredito que a Prefeita Thelma poderá cumprir o seu mandato, até o final.

Não se pode mais dar chances para o azar. Tomara que eu não erre mais.

Águias não são pombos”. Provérbio Português

PAULO BOMFIM – Cidadão e Eleitor de Chapada dos Guimarães. 

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

um × quatro =