Para conquistar votos à esquerda, de quem votou no Procurador, Lúdio precisa demitir o Éder, afastar Riva e todos operadores suspeitos que atuam em sua campanha. Se insistir no blocão tipo mensaleiro, vai para o buraco e Mauro será o prefeito

Lúdio, Éder e o procurador Mauro. Para vencer, Lúdio tem que herdar os votos dados ao PSOL. Mas como?

Lúdio Cabral levou o PT novamente ao segundo turno. Venceu, mesmo com a punhalada nas costas que recebeu de petistas da Articulação de Esquerda, ligados à senadora Serys Slhessarenko. Mas passou ao segundo turno atrás de Mauro, mostrando que o fôlego da sua coligação não é tão grande assim.

Lúdio chegou a sonhar com uma vitória em primeiro turno, que seria a vitória deste blocão tipo mensaleiro, que Lúdio deixou que fosse articulado em torno de si, coordenado pelo grupo petista Construindo um Novo Brasil, que é o grupo do ex-ministro Zé Dirceu, e que reuniu forças díspares, como a turma do Éder Moraes, a turma do Geraldo Riva, o restolho do grupo do prefeito Wilson Santos, enfim, um verdadeiro saco de gatos, para apoiar Lúdio Cabral.

Já se vê que o futuro governo de Lúdio Cabral, caso ele vença no segundo turno, é um governo cujo controle vai ser objeto de uma verdadeira briga de foice no escuro.

E eu, humildemente, acho que, para vencer, além da fala mansa no horário eleitoral, Lúdio Cabral precisa demonstrar que ele é quem dá as cartas, de fato, na campanha e na futura administração. Se ele deixar que Alexandre César, Riva, Éder Moraes ou Francisco Faiad se agigantem para cima de sua campanha e de seu governo, pode botar as barbas de molho, porque Lúdio Cabral vai perder.

A ida de Lúdio e Mauro para o segundo turno, com o sepultamento do DEM e da candidatura de Carlos Brito, demonstra uma tendência fortemente à esquerda do eleitorado. No terceiro lugar, quem ficou foi o Procurador Mauro, mesmo com o seu inacreditável partido de um homem só.

Imagino que para vencer a batalha do segundo turno, Lúdio tem que virar cada vez mais para a esquerda a sua campanha. Que o Mauro e o Pedro Taques recolham os votos da direita tão alquebrada e Lúdio recolha os votos à esquerda, seja de quem votou no Procurador, seja de quem não foi votar no primeiro turno e deve agora ser mobilizado para a primeira vitória do PT na capital.

Só que o povo não vai querer comprar gato por lebre. Nesta disputa, só Lúdio deve pontificar como a lebre, o voto nobre para nosso povo cuiabano.

Então, Lúdio tem que demonstrar que domina, que tem personalidade, que tem carisma. Para tanto, tem que determinar que o Éder Moraes cale a boca, pare de dar entrevistas provocativas ou se mande. Bom mesmo seria se fortalecer dentro da articulação política e tirar de sua campanha esta sombra maligna que liga a campanha de Lúdio a tantos escândalos do governo Maggi e do governo Silval. Éder Moraes, nunca mais! Será que Lúdio não percebe que, quando usa largamente a figura de Pedro Taques, Mauro está tentando fisgar este público que valoriza fortemente o combate contra a corrupção (mesmo que Pedro Taques seja hoje um combatente contra a corrupção algo desdentado, desde que caiu no colo do milionário sojicultor Blairo Maggi, ao qual denunciou tanto quanto precisa engabelar o povo e se eleger)?

Até sobre as questões mais polêmicas, como o enfrentamento das denúncias do Mauro e do Pedro Taques, é o Lúdio que tem que encarar. Ter a competencia de demonstrar a falsidade já desmascarada do discurso de Pedro Taques. Não dá para adotar aquele perfil do Lula que fazia questão de não saber de nada.

Riva, então, meu Deus! Lúdio precisa demonstrar que seu governo, na capital, não vai ficar refém deste sujeito! Isso é fundamental para atrair os votos dados ao Procurador Mauro quando fez campanha parafraseando o poeta Drummond e apresentando a política de Mato Grosso como uma espécie de “Quadrilha” sem qualquer sofisticação.

Ou Lúdio Cabral se impõe, como um petista velho de guerra, que não tem medo de encarar e discutir o Mensalão, todas as formas de corrupção – ou vai pro buque.

Como se trata de defender os interesses maiores e superiores de nosso povo, Lúdio tem que saber que sua responsabilidade política é muito grande.  Que Lúdio Cabral nos encha de esperança, portanto.

——————————-

ENTENDA O CASO – VEJA COMO EDER MORAES TENTA PARECER O CAPO DESTA CAMPANHA!

Eder acusa Mendes de compra de votos e “apagão” logístico
Ex-secretário afirm a que empresas de transporte coletivo diminuiram 90% das frotas

DO MIDIA NEWS

Um dos principais apoiadores da campanha de Lúdio Cabral (PT) pela Prefeitura de Cuiabá, o ex-secretário de Estado Eder Moraes acusou o adversário Mauro Mendes (PSB) de abuso de poder econômico. Ele disse que há evidências de que Mendes teria comprado votos no primeiro turno.

Eder denunciou, também, uma suposta manobra para prejudicar os eleitores de Lúdio Cabral (PT) com um “apagão” no sistema de transporte coletivo, no dia da eleição.

“Houve uma engenharia não republicana, por parte da coligação do Mauro Mendes, que usou o poderio econômico para influenciar no resultado da eleição. Recebemos denúncias e filmagens, que já estão de posse do nosso jurídico para as devidas providências e denuncia ao Ministério Público Eleitoral. Há uma clara percepção de que houve um derrame de dinheiro na véspera e no dia das eleições”, disse.

“Pessoas que encontraram comigo na rua e que dizem que receberam santinho do Mauro, grampeado com R$ 150 atrás. Isso não sou eu que estou falando, são pessoas que me encontram na rua e que estão denunciando isso. Então, estou pedindo a elas que formulem denúncia ao Ministério Público e à Polícia Federal”, afirmou.

Eder também acusou Mendes de usar de sua influência entre os empresários do transporte coletivo na Capital para dificultar a movimentação de eleitores no dia da eleição.

“Pessoas que encontraram comigo na rua disseram que receberam santinho do Mauro, grampeado com R$ 150 atrás”

“Houve uma clara manobra, com o ‘apagão’ no sistema logístico de ônibus coletivos na cidade. Por volta das 11 horas de domingo, reduziram a frota de ônibus em 90%. Principalmente nos bairros em que o Lúdio possui mais intenções de voto. Nós identificamos isso, e já denunciamos. Vamos fazer uma investigação detalhada. Porque tem muita gente que mora num bairro e vota em outro, e usa o transporte coletivo para ir votar”, disse.

Pagot e Taques

Eder Moraes afirmou, ainda, que o ex-diretor do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Luiz Antonio Pagot (ex-PR), está trabalhando para Mauro Mendes – apesar de o próprio candidato, e sua coordenação de campanha, negarem.

“Tenho certeza absoluta que o Pagot está na campanha, porque vários empresários, especialmente da área da construção civil, nos procuraram para comunicar que ele está operando e trabalhando para a candidatura do Mauro Mendes”, assegurou.

Ele criticou a suposta aliança pelo histórico de atritos entre Pagot e o PR e pelo fato de o senador Pedro Taques (PDT), um dos principais aliados de Mendes, ser membro da CPI da Cachoeira, que investiga contratos do Dnit com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

“Eu acho muito esquisita essa entrada do Pagot no processo eleitoral, porque ele saiu atirando para todos os lados no PR. Pediu a desfiliação do partido e agora cai para dentro da campanha para ajudar a afundar o navio”, disparou.

“Além disso, o algoz da CPI do Cachoeira, o senador Pedro Taques, tem o apoio do Luiz Antônio Pagot no seio da campanha da sua coligação. Então, para mim, isso prova que é tudo farinha do mesmo saco, estão todos no mesmo balaio. Eles posam de bons moços, de paladinos da moral, mas quando você aprofunda um pouquinho para avaliar a situação, você identifica uma aliança incoerente, absurda, com acusado e acusador juntos”, completou.

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.67.99.123 - Responder

    Meu voto só é do Lúdio porque ele é uma pessoa decente e de boa cepa,, mas me incomoda muito o fato dele estar no pt ( partido dos traidores) , sinceramente peço aos astros que antes do dia da eleiçào eu não tenha o desgosto de ver Lúdio junto com gente como riva ( minúsculo mesmo).

  2. - IP 187.119.189.196 - Responder

    NAO ADIANTA! O FAZ-DE-CONTA DO LUDIO E SUA TURMA NÃO VAI AGUENTAR O SEGUNDO TURNO. O LUDIO NÃO TEM PERFIL DE ADMINISTRADOR, MUITO MENOS FIRMEZA PARA SEGUIR ADIANTE SEM ESSA TRUPE QUE O ACOMPANHA. EU NAO QUERO QUE CUIABA FIQUE REFEM DESSA CAMBADA QUE ATÉ HOJE SÓ EXPLOROU A MINHA CIDADE. EU QUERO GENTE NOVA, COM PERFIL MOLDADO PARA UMA ADMINISTRAÇÃO NO EXATO SENTIDO DA PALAVRA. POR ISSO, A ESPERANÇA QUE TENHO É QUE O POVO CUIABANO TIRE AS VENDAS DOS OLHOS E NÃO SE DEIXE LEVAR PELO CANTO DA SEREIA, NO CASO, A FALA MANSA DO LUDIO.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

17 − 5 =