gonçalves cordeiro

Gibran O que garante a uma pessoa legitimidade para ser representante da “quebrada”? É a pergunta que inspira o livro Rap, rappers e juventude de periferia: legitimidade social e múltiplos sentidos, de autoria do jornalista Gibran Lachowski. A obra será lançada às 19h de terça-feira, dia 6, no auditório da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) da UFMT/Cuiabá durante programação do SemiEdu 2018, um dos maiores eventos de Educação do Centro-Oeste. O livro mergulha no universo rap (disc jockey/dj...Continue lendo

gonçalves cordeiro

O professor Ruy Braga convocou e coordenou o debate “Construindo a resistência” para dar início às reflexões pós-eleições de 2018. Realizado no dia 1 de novembro de 2018, o evento reuniu os professores André Singer (DCP-USP), Vladimir Safatle (DF-USP) e Marilena Chauí (DF-USP). Como o tamanho do público excedeu enormemente o previsto para a pacata sala 14 que havia sido reservada no Departamento de Sociologia, a atividade teve de ser transferida para o vão do prédio da História e Geografia...Continue lendo

gonçalves cordeiro

Marcelo Camargo/Agência Brasil Decisão de Moro custa seu prestígio e fortalece o pior do governo Bolsonaro por Janio de Freitas, na Folha de S. Paulo Uns já o vêem no Supremo, uns lhe antecipam a faixa da Presidência. O futuro mais próximo, que tem a ver com as inquietações do nosso presente, não combina com generosidades e por isso é mais silenciado, embora não silencioso. É significativo que mesmo a celebração do novo passo de Sergio Moro se sentisse compelida,...Continue lendo

gonçalves cordeiro
RODRIGO RODRIGUES: A humildade de Zé Medeiros venceu a arrogância de Zé Pedro Taques

A humildade venceu a arrogância POR RODRIGO RODRIGUES A política é dinâmica, isso todo mundo está careca de saber. Eu sempre digo que ela é dinâmica dentro de uma esfera, em um círculo imaginário, como se fosse um planeta. É dinâmica, se move e muda, mas uma hora acaba se repetindo, pois com toda movimentação não ultrapassa essa linha circular. Como exemplo, temos os acontecimentos dessas eleições que, com toda certeza, não são fatos inéditos. Podemos fazer um corte e...Continue lendo

gonçalves cordeiro

NOVATO PO ENUNCIAR Por Maksuês Leite Deputado estadual eleito, em 7 de outubro, teria feito proposta inusitada ao primeiro suplente de sua coligação. Segundo a coluna apurou, o novato pediu R$ 5 milhões para renunciar ao mandato em favor do suplente. Para chegar a esse valor, o talvez futuro parlamentar somou os proventos mensais que terá direito, acrescidos da Verba Indenizatória (V.I), multiplicando tudo por 48, tempo integral da próxima legislatura. Pela matemática do estreante, a grana compensaria tamanho desgaste....Continue lendo

gonçalves cordeiro

Submundo da Advocacia Por João Celestino Corrêa da Costa É lamentável constatar a ruína em meio a pratica vexatória da advocacia marginal. Advogados que se escoram em pilantras para obter clientes. Nos pilares da sociedade e dos poderes presenciamos máculas, que inspiram o pensamento de que a lamentável impunidade está enraizada em instituições que tem por finalidade defender, proteger e reparar injustiças. Neste campo, advogados exímios permanecem em trincheiras, enquanto os que utilizam de meios ilegais crescem com celeridade em...Continue lendo

gonçalves cordeiro

  E a águia voa… Por José Antônio Lemos Neste domingo que passou a democracia brasileira superou com galhardia seu maior desafio dentre os colocados no perigoso circuito de grandes obstáculos previstos para este ano de 2018. Ainda será longo o trajeto rumo à consolidação democrática brasileira retomado em 1988 e simbolizado no Monumento à Democracia aqui em Cuiabá por uma aguerrida águia de bronze alçando voo. Conforme avaliado em artigo recente, ao longo destas 3 décadas a águia vem...Continue lendo

gonçalves cordeiro

Sobre o tuíte de Fernando Haddad POR VALTER POMAR No discurso feito na noite de 28 de outubro, o companheiro Fernando Haddad não cumprimentou o presidente eleito. Até onde sei, não se tratou de esquecimento, mas de uma decisão coletiva e consensual. Na manhã de 29 de outubro, o companheiro Fernando Haddad divulgou o seguinte “tuíte”: “Presidente Jair Bolsonaro. Desejo-lhe sucesso. Nosso país merece o melhor. Escrevo essa mensagem, hoje, de coração leve, com sinceridade, para que ela estimule o...Continue lendo

gonçalves cordeiro

Uma onda pró-Haddad e a favor da democracia começou a se formar, na reta final da eleição para a presidência, mas não deu. Bolsonaro conquistou 55% dos votos, contra 45% dos votos de Fernando Haddad. É fato: a direita hoje tem uma maior base eleitoral do que a esquerda do Brasil. Como bem nota o analista André Augusto, do blogue Esquerda Diário, “Bolsonaro venceu as eleições mais manipuladas da história recente do país”. Bolsonaro se beneficiou da radicalização do sentimento...Continue lendo

gonçalves cordeiro

Os jornalistas em Mato Grosso abaixo assinados vêm a público manifestar seu posicionamento político às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais. Formamos um grupo diverso, composto por apoiadores irrestritos, críticos e também opositores do Partido dos Trabalhadores, representado por Fernando Haddad. Em comum, estamos em defesa da democracia, da liberdade de expressão e dos direitos humanos. SOMOS CONTRA QUALQUER UM QUE ESTEJA DO LADO OPOSTO NESTA LUTA. No domingo (28), não há outro caminho que não seja o de...Continue lendo