gonçalves cordeiro

Foram 36 horas de uma ocupação histórica, marcando a renovada garra dos servidores estaduais do Executivo e do seu comando, o Fórum Sindical de Mato Grosso, na defesa dos seus direitos. Vejam que os servidores entraram no plenário na terça, dia 22, 9 horas da manhã, para tentar impedir que projetos de lei enviados pelo novato governo do DEM-PDT fossem votados pelos parlamentares. As medidas, sob a máscara de uma pretensa reforma da máquina pública. atingem diretamente o funcionalismo público...Continue lendo

gonçalves cordeiro

Os efeitos sociais da modernidade Por Benito Caparelli   O sociólogo polônes, Zygmunt Bauman, no crepúsculo de seus lúcidos oitenta e nove anos, vita contemplativa essa, consubstanciada por longa experiência e intensa observação no campo dos mais distintos comportamentos sociais da humanidade, em face das extraordinárias alterações robóticas, que vem ocorrendo, de forma avassaladora e inesperada,  modificando, para melhor, a existência de todos nós, quer sejam nas mais dispares e notáveis descobertas no campo da tecnologia da informação, como no...Continue lendo

gonçalves cordeiro

A extinção do TCE Por Luiz Henrique Lima Esta semana tive acesso a um debate nas redes sociais em que vários participantes, supostamente cidadãos letrados, pregaram a extinção do Tribunal de Contas. Essencialmente, houve três argumentos para amparar a tese. O primeiro é que o TCE-MT teria falhado na prevenção/punição a episódios de corrupção nas últimas gestões. O segundo é que se trata de um órgão que consome elevada parcela dos recursos estaduais. O terceiro é que tem na sua...Continue lendo

gonçalves cordeiro

O ANO DO TRICENTENÁRIO por José Antônio Lemos Enfim chegou 2019, um ano que parecia não chegar nunca, tantas as atribulações vividas em 2018 especialmente no Brasil pelo seu grave momento político, e mesmo no mundo com EUA e Coréia do Norte arreganhando-se os dentes com ameaças nucleares que felizmente deram em nada. 2019 enfim chegou trazendo para o Brasil os novos governos, federal e estaduais, e novos parlamentos, escolhidos após duras eleições renovadoras de esperanças e apreensões para o...Continue lendo

gonçalves cordeiro

A raiz da crise fiscal Ana Paula Poncinelli* Dias atrás, foram amplamente divulgados números extremamente positivos relacionados à produção agrícola de Mato Grosso. A fonte é o IBGE, com levantamento da safra para 2019: Mato Grosso deve produzir 31,8 milhões de toneladas de soja. Um crescimento de 0,6% em relação a 2018. Com aumento de 1,9% na área a ser plantada, o estado responde por 26,8% do total a ser produzido pelo país. Mato Grosso lidera como maior produtor nacional...Continue lendo

gonçalves cordeiro

A Lei Complementar N.º 87, de 13 de setembro de 1996, também conhecida com Lei Kandir, foi uma implementação do ditado popular “Gozar com #@$#$% o dos outros”. Em seu artigo 3º, afirma que “Art. 3º O imposto não incide sobre:”, que no seu Inciso II, descreve que “II – operações e prestações que destinem ao exterior mercadorias, inclusive produtos primários e produtos industrializados semi-elaborados, ou serviços;” este já fora alterado pela Lei Complementar nº 102, de 2000. Ocorre que...Continue lendo

gonçalves cordeiro

Mauro Mendes e Otaviano Pivetta são os novos donos da verdade. Sem propiciar um debate aberto e franco com a sociedade mato-grossense, eles estão tentando enfiar pela goela abaixo da Assembleia Legislativa uma reforma do Estado cuja detalhamento só aparece agora, depois de ter sido escamoteado durante a recente campanha eleitoral. Mauro e Pivetta estão entre aqueles que procuraram carimbar o ex-governador Zé Pedro Taques como uma espécie de professor aloprado, que, concentrando o poder excessivamente em suas mãos, teria...Continue lendo

gonçalves cordeiro

MALVADEZA 2.0 Por Moisés Franz O ano de 2019 começou com um país mergulhado na escuridão, medo, num apagão de ideias, com o ressurgimento dos “terraplanistas” e dos salvadores da pátria, os milagreiros de plantão, os “messias” da vida. Mas se trata apenas de ilusão, e os primeiros movimentos comprovam o que estou relatando neste momento. O senhor Mauro Mendes está reeditando o espírito malvadeza de seu antecessor, e tenho elementos que indicam que ele pode ser ainda pior que...Continue lendo

gonçalves cordeiro

O “ponto G” das nossas utopias Tarso Genro (*) Às vezes é difícil. Na última semana, a ministra dos “direitos humanos” do próximo Governo afirmou ao jornalista Bernardo de Mello Franco que “é o momento da Igreja governar”, depois de afirmar que o “ponto G” é uma ideia desenvolvida pelo Ministério de Educação durante os governos petistas. Esta tese sucedeu a sua opinião – já então tornada pública – que a “ideologia de gênero é morte”. Se é o momento...Continue lendo

gonçalves cordeiro

CICLOS E INTERREGNOS NO BRASIL JUACY DA SILVA Um novo Presidente, 27 governadores, 513 deputados federais, 81 senadores, mais de 600 deputados estaduais, dezenas de ministros de estado e centenas de secretários estaduais tomam possam no primeiro dia de 2019 ou em breve tomarão posse, compondo a nova camada dirigente ou donos do poder no Brasil. Desde a proclamação da República, em 1889, portanto há praticamente 130 anos, o Brasil vive entre ciclos politicos, econômicos e sociais e interregnos, onde...Continue lendo