Fonte: Folha de S. Paulo   O discurso de posse do presidente do Supremo define posições que repercutirão nas relações entre os três Poderes O NOVO PRESIDENTE do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Ferreira Mendes, ao assumir o cargo, iniciou uma etapa nova, que sugere momentos graves para a vida da Corte. A ministra Ellen Gracie, substituída por ele no cargo, assinalou dois marcos na história nacional: primeira mulher a ter assento na Suprema Corte e primeira a presidi-la. Agora...Continue lendo

Na comunidade acadêmica da UFMT, a decisão foi muito clara: rejeição total àqueles que pacturam com José Geraldo Riva e tentavam trazer esta influência nefasta para dentro do campus de nossa universidade. Simples e forte assim. Claro que a vitória da professora Maria Lucia não pode ser atribuida somente a este fator. Muitos fatores influíram nesta escolha. A professora Maria Lucia construiu uma carreira de respeitabilidade ao longo de muitos anos de trabalho. Mas, no enfrentamento político que se travou...Continue lendo

A comissão de consulta vacilava, então aconteceram, na manhã desta sexta-feira, as assembléias dos professores e dos alunos da UFMT que proclamaram, em alto e bom som: a professora Maria Lúcia Cavalli foi eleita reitora da UFMT em primeiro turno! Claro que as assembléias não falaram bem isso. O que fizeram, de direito, foi estabelecer que a totalização dos votos deve ser feita a partir dos critérios estabelecidos pela normativa 01 de 2008, o regimento eleitoral em vigor. Mas dá...Continue lendo

Quem informa é o Diário de Cuiabá: Governo discute recondução de Márcia Governo, deputados e empresários do setor de transportes discutem hoje, em reunião na Casa Civil do Estado, a recondução de Márcia Vandoni à presidência da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager). O mandato de Márcia se esgota hoje. O encontro está marcado para as 11h. A bancada governista trabalha com a perspectiva de levar o expediente do governo Blairo Maggi (PR) de recondução...Continue lendo

Valente pede impugnação e acusa adversária O professor João Pedro Valente solicitou providências da comissão responsável pelo processo eleitoral em relação a irregularidades que teriam sido cometidas pelo grupo comandado pela professora Maria Lúcia Cavalli Neder. Entre as principais acusações dirigidas a Neder consta a de que teria utilizado estrutura da UFMT para se beneficiar na disputa, em detrimento aos demais candidatos. “A professora usou a máquina para conseguir se sobressair sobre outros candidatos. Eu, para seguir todas as normas...Continue lendo

Pressoegue a guerra de nervos. Amanhã a comissão eleitoral proclama a vitória da professora Maria Lucia Cavalli na consulta à comunidade acadêmica da UFMT. Maria Lúcia Cavalli, de acordo com as normas da consulta, é a nova reitora eleita. Mas o candidato derrotado, o professor João Pedro, da chapa 2, não aceita o resultado. E através de um dos seus apoiados entrou com recurso com a proclamação da vitória de Maria Lúcia. Bem, numa eleição marcada por tanta emoção como...Continue lendo

Hoje em A GAZETA, o promotor Domingos Sávio, justamente aquele que cuida das questões ambientais dentro de MT, resolveu se manifestar com relação à mais recente crise do setor em nosso Estado. Vale a pena ler: "Aumenta o debate Por Alfredo Meneses Uma das correspondências que recebi sobre a questão ambiental no estado foi do Ministério Público. Uma instituição que tem de ser ouvida nesse assunto. Reproduzo o e-mail do promotor Domingos Sávio. Abro aspas. "Tenho lido os artigos que...Continue lendo

No RD News, novo arreganho do professor João Pedro contra a reitora eleita da UFMT, professora Maria Lúcia Cavalli. Leiam o que publicou o Romilson Dourado: O professor João Valente reagiu de imediato às críticas da adversária Maria Lúcia Cavalli Neder, de que ele estaria querendo levar a disputa para o segundo turno “no tapetão”. "A professora devia ter mais respeito pela comunidade acadêmica e aprender a respeitar as regras, que foram aprovadas através da normatização nº 01, de 17...Continue lendo

Por José de Paula Neves Neto Foram realizadas no último dia 18, as eleições na UFMT, onde concorriam à Reitoria três candidatos. Imediatamente seguinte à conclusão da votação, passou-se à contagem destes votos. O resultado, avidamente esperado tanto pelos candidatos quanto por toda a comunidade universitária, não passou de uma exposição de quantos votos cada candidato obteve em cada uma das três categorias que participam do colégio eleitoral: professores, técnicos e estudantes. O próximo passo, com a quantidade de votos...Continue lendo

Fonte: Folha de S. Paulo Projeto do governo Maggi é elogiado por ambientalistas e criticado por produtores Projeto será enviado nesta semana à Assembléia Legislativa, mas pressões eleitorais nos municípios podem impedir aprovação Depois de 18 anos de discussões, estudos e ao menos duas versões nunca levadas adiante, o governo de Mato Grosso concluiu e anunciou que encaminhará nesta semana à Assembléia Legislativa a sua proposta de Zoneamento Sócio-Econômico-Ecológico. Campeão do desmatamento no último semestre de 2007, segundo dados do...Continue lendo