OAB E A FRAUDE – Confira documentos da licitação em 2009

Documentação que a PÁGINA DO E divulga hoje, para melhor informações dos leitores, notadamente dos advogados inscritos na OAB-MT, demonstra que, nas licitações da Fundação Univelsa, em que sempre se consagrou como vencedor o ex-presidente da OAB e atual Conselheiro Federal, Francisco Faiad, no ano de 2009 também participaram como concorrentes: 1) Yaná Cerqueira, Fabiana Curi Advogadas Associadas, de propriedade de Fabiana Curi, que ocupa atualmete o cargo de Secretária Adjunta da OAB/MT; 2) Leonardo Campos Advogados Associados, de propriedade de Leonardo Pio da Silva Campos, que o ocupa, atualmente, o cargo de presidente da Caixa de Assistência ao Advogado.

As licitações que envolvem a Fundação da UFMT continuam sendo alvo de investigação por parte do Ministério Público Federal. Enquanto este processo se desenvolve, lideranças da Oposição, no movimento dos advogados, em Mato Grosso, como os advogados Paulo Taques, Eduardo Mahon, João Cabrito, Bruno Boaventura e João Celestino Corrêa da Costa tem defendido o imediato afastamento dos advogados citados no inquérito de suas funções na Seccional da OAB até que sejam esclarecidas as possíveis irregularidades, aventadas em depoimento ao MPF pela advogada Luciana Serafim. O advogado Cláudio Stábile, presidente da OAB, e o conselheiro federal Francisco Faiad, tem refutado a tese argumentando que toda celeuma em torno desses licitações representaria uma articulação dos advogados de Oposição, visando o desgaste de seus nomes. O presidente do Tribunal de Ética, advogado Ussiel Tavares, disse que o caso deve ser encaminhado à análise do Conselho Federal da OAB.

CONFIRA, ABAIXO, INTEIRO TEOR DA DOCUMENTAÇÃO RELATIVA A LICITAÇÃO DA FUNDAÇÃO UNISELVA, EM 2009

http://pt.scribd.com/doc/87814446/PAGINA-DO-E-MPF-LICITACAO-UNISELVA-2009

Categorias:Cidadania

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.47.153.15 - Responder

    Vergonha hein, OAB?
    Pela segunda vez amiguinhos participando de concorrência, FORA DE MATO GROSSO?

  2. - IP 201.49.159.68 - Responder

    Caros. É incrível que somente participaram parceiros nestes processos de “licitação”. Agora deu para entender o Leo fica com o CRM, o Faiad com a Uniselva e a Curi com a EPE – RJ, e enquanto os advogados que militam no sol quente, atrás do balcão, e honestos dando legitimidade para a maracutaia. Chega, temos que dar um basta nisso !! Parabéns aos advogados que corajosamente defendem o afastamento. Viva Luciana Serafim, por ter revelado toda a verdade !!!

  3. - IP 201.11.183.187 - Responder

    engraçado né enock, como vc é bem amiguinho da Luciana Serafim e agora, em plena época de pré-eleiçoes da OAB aparecem um monte de denuncias e voce publica todas… Se fosse da classe politica isso seria propaganda antecipada e sua querida candidata seria inelegivel.

  4. - IP 177.27.170.206 - Responder

    Engraçado, quando os acusados são membros do Judiciário, do MP, ou de quisquer outros órgãos, os dignissimos srs. Stábile, Faiad, e cia, são os primeiros a virem à imprensa EXIGIR que os mesmos, em cargo de direção, se afastem para que as investigações ocorram sem interferencias. Por que, então, que esses mesmos senhores NÃO se afastam dos cargos administrativos ocupados, para que as investigações tomem o seu rumo??? É facil dizer que tudo nao passa de articulações politicas de grupos opositores. O problema é que os indicios de MARACUTAIS são muitos e a sociedade, principalmente, a classe advocatícia, EXIGEM uma resposta.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quatro × quatro =