gonçalves cordeiro

O que parecia “Love Story” está virando “Atração Fatal”. Promotor Vinicius Gahyva denunciado pela ex-mulher, advogada Samantha Gahyva por pretensa injúria, ameaça e lesão corporal. Ela ainda requereu medidas protetivas contra ele, registrou boletim na Delegacia da Mulher e levou caso ao conhecimento da Procuradoria Geral de Justiça.

Vinicius Gahyva

Vinicius Gahyva

O QUE PARECIA LOVE STORY TÁ VIRANDO ATRAÇÃO FATAL 

A edição desta segunda-feira do jornal A Gazeta revela que a vida do promotor Vinicius Gahyva não é o mar de rosas que se imaginava. Ele, que recentemente anunciou casamento com a deputada Janaina Riva, está agora sendo denunciado pela esposa da qual está se divorciando, a advogada Samantha Gahyva, por pretensa injúria, ameaça e lesão corporal. O promotor explica que está passando por um processo de divórcio complicado, com alienação parental. Afirma que a ex-mulher dificulta o acesso às filhas. E conta que desde que sua ex-mulher soube de seu novo relacionamento com Janaina Riva tudo começou a ficar muito difícil.

De acordo com o informa A Gazeta, a advogada Samantha Gahyva registrou boletim de ocorrencia no início deste mês contra o promotor Vinícius, na Delegacia Especializada da Mulher, por pretensa injúria, ameaça e lesão corporal. Ela ainda requereu medidas protetivas contra ele.

Samantha relatou que o promotou teria ido a´te sua residência e a xingado de nomes de baixo calão, classificado ela de irresponsávbel e ainda afirmado que ela precisava de tratamento e de ser internada. Durante as agressão verbais, segundo a denunciante, Vinicius Gahyva teria empurrado a ex-mulher.

……..

DEU NA GAZETA DIGITAL

CASO DE POLÍCIA

Ex-mulher denuncia promotor por ameaça e lesão corporal

Redação de A Gazeta

 

O promotor de Justiça, Vinícius Gahyva, foi denunciado pela ex-mulher, a advogada Samantha Gahyva, por injúria, ameaça e lesão corporal. Ela ainda requereu medidas protetivas contra ele.O boletim de ocorrência foi registrado pela advogada no início desse mês, na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, em Cuiabá, e encaminhado essa semana a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), uma vez que o acusado tem foro privilegiado.

Entre as medidas protetivas solicitadas estão a suspensão do porte de arma do promotor, o afastamento dos locais comuns que frequentam, a manutenção de uma distância mínima de 1 mil metros da denunciante e a proibição de qualquer contato físico ou telefônico com a vítima.

Samantha relatou a Polícia Civil que o promotor teria ido até sua residencia e a xingado de vários nomes de baixo calão, classificado ela de irresponsável e ainda afirmado que ela precisava de tratamento e ser internada. Durante as agressões verbais, Gahyva ainda teria empurrado a ex-mulher. Ainda segundo o relato da advogada, os dois estão separados há cerca de um ano e em outras ocasiões ela já teria sido ameaçada de morte pelo promotor. Essa também não teria sido a primeira vez que ele a ofende verbalmente.

Com o encaminhado da denúncia pela Polícia Civil, quem receberá o documento é o Procurador Geral de Justiça, Paulo Prado, que fará a análise se existe, em tese, um crime. Havendo, o documento é encaminhado para o Núcleo de Ácomes de Competências Originárias (Naco), coordenado pelo promotor Antônio Sérgio Cordeiro Piedade.

Uma cópia segue para a Corregedoria, presidida pelo corregedor geral Hélio Fredolino Faust, que vai analisar se houve alguma falha administrativa funcional. A PGJ avalia se houve crime. Confirmando algum crime ou infração administrativa, há vários tipos de penas que podem ser impostas, como detenção, reclusão, entre outras.

Procurado pela reportagem, o procurador Paulo Prado afirmou que ainda não havia recebido a documentação da Polícia Civil e não poderia se pronunciar sobre o caso.

A advogada também não quis se pronunciar.

Outro lado

O promotor Vinícius Gahyva afirma que está passando por um processo de divórcio complicado, com alienação parental. Aponta que a ex-mulher dificulta seu acesso as filhas e ele afirma que saco as crianças as “grandes vítimas dessa situação”. “Desde que ela (ex-mulher) soube do meu novo relacionamento, tudo começou a ficar muito difícil”. Gahyva se refere ao namoro e agora noivado com a deputada Janaína Riva.

Quanto ao dia dos fatos, o promotor confirma que houve uma discussão entre eles, justamente pela alienação parental, mas ressalta que nunca agrediu a ex-mulher. “Ela coloca a minha honestidade em dúvida, tenta denegrir minha imagem para minhas filhas, me prejudicar”.

O promotor destaca ainda que já foi realizado o acordo do divórcio e pontua que quanto mais se manifestar, mais a situação pode se complicar. Mas garante que está tranquilo.

A deputada Janaína Riva não quis se pronunciar sobre o assunto. O casal passa férias no Rio de Janeiro.

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

13 − um =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.