PREFEITURA SANEAMENTO

O procurador Mauro (Psol) irá arriscar mais uma vez em disputar ao Alencastro na eleição deste ano. O pré-candidato a prefeito criticou a atual administração municipal por não cumprir com as promessas de campanha. Para ele Mauro Mendes (PSB) está enganando a população, uma vez que ele havia prometido mudar a saúde pública com a entrega do Novo Pronto Socorro de Cuiabá e também com a transformação no transporte público. VEJA EM VÍDEO

EXCESSO DE PRIVATIZAÇÕES
Procurador anuncia candidatura e critica Mauro
Fernanda Leite, repórter do Gazeta Digital

O procurador Mauro (Psol) irá arriscar mais uma vez em disputar ao Alencastro na eleição deste ano. O pré-candidato adianta que o partido não irá aceitar alianças partidárias, assim como ocorreu em outras eleições.

“Não aceitamos alianças, nosso projeto político não é este, sou pré-candidato e estaremos sozinhos, o motivo que perdemos uma cadeira para deputado federal foi por causa disso”, disse o procurador em entrevista para o Jornal do Meio Dia pela TV Record, nesta segunda-feira (29).

O candidato ficou em terceiro lugar na eleição para câmara federal em 2012, e foi o mais votado para deputado federal na Capital. Caso o Psol arriscasse alianças o procurador estaria representando mato grosso no congresso.

O pré-candidato a prefeito criticou a atual administração municipal por não cumprir com as promessas de campanha. Para ele Mauro Mendes (PSB) está enganando a população, uma vez que ele havia prometido mudar a saúde pública com a entrega do Novo Pronto Socorro de Cuiabá e também com a transformação no transporte público.

“Temos uma boa saúde somente na propaganda institucional. O transporte público está ruim e terá reajuste. O prefeito havia prometido reajustar o transporte se as empresas entregasse uma nova frota para a Capital e esta licitação do transporte coletivo é uma tentativa de deixar tudo como é”, criticou.

O procurador lamentou a forma de administrar da atual gestão que estaria usando de privatizações de bens públicos para solucionar os problemas do cidadão. “É claro que não funciona, temos o transporte coletivo que é gerenciado por empresas privadas, as OSS que não deram certo em Mato Grosso, assim como a CAB Cuiabá, que é uma outra questão que ele vem há tempos dizendo que irá resolver. Este discurso de que as coisas funcionam somente na iniciativa privada não é verdade”, disse, o pré- candidato, que mandou um recado ao prefeito, dizendo que a administração pública não seria igual a iniciativa privada que visa lucro. “O foco é a população”.

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

5 × 1 =