PREFEITURA SANEAMENTO

Nesta sexta, dia 13, é apenas o começo da reação! Se o governo Dilma tem problemas, e ninguém os nega, pressionemos para que sejam resolvidos sem rupturas democráticas.

cut dilma 13

Dia 13 é apenas o começo da reação!

lula


O discurso de João Pedro Stédile, dirigente dos Sem-Terra, trouxe-me um pouco mais de otimismo.

Tanto para as manifestações anti-golpe do dia 13, quanto para o que vem a seguir.

A adesão histérica da mídia às manifestações golpistas do dia 15 produziu uma oportunidade interessante para mostrar quem é quem.

Quando o golpe for derrotado, saberemos quem o fomentou, quem o financiou e quem o apoiou.

Disse Stédile: “Se a burguesia tentar dar um golpe, nós temos que assumir um compromisso de ocupar as praças, acampar, fazer vigílias e daqui do Rio Grande, como foi na campanha da Legalidade (em 1961), exigir respeito à democracia, manter o povo unido e marchar a Brasília para exigir que esses idiotas da Globo e do capital internacional, que querem botar a mão no pré-sal, respeitem a democracia e o povo possa avançar.”

Eu só trocaria o “burguesia”, um termo politicamente obsoleto, por uma expressão mais moderna: “Idiotas midiáticos”.

Além disso, as movimentações para o dia 13 cresceram bastante nas últimas horas.

A hashtag #globogolpista está há mais de 24 horas no topo dos TT do Brasil, um recorde.

Só foi ultrapassada nas últimas horas por outra hash, #DilmalindaoBrasilteama.

Não importa mais a questão da data do evento, se deveria ser antes ou depois.

Não importa mais se o evento será menor ou maior do que o esperado.

Agora já sabemos que haverá manifestações contra o golpe antes e depois.

A batalha está só começando, e é um tremendo alívio saber que haverá luta.

Lutamos demais pelo direito de votar para a presidente, para deixarmos que alguns barões midiáticos ludibriem o povo com suas campanhas de mentiras e manipulação.

Se o governo Dilma tem problemas, e ninguém os nega, pressionemos para que sejam resolvidos sem rupturas democráticas.

Muita coisa está errada em nosso país.

Mas não é só no governo federal. É nas prefeituras, nos governos estaduais, no ministério público, no judiciário, na mídia, na sociedade.

Derrubar Dilma, através de um golpe midiático, apenas irá fazer nossa economia afundar no caos político.

Façam manifestações em prol das bandeiras que vocês defendem.

Golpe, nunca mais!

B_5d_upWQAAxa3_

 

 


FONTE  O CAFEZINHO

 

—————

EM PERSPECTIVA

‘Crise é forjada, mentirosa e induzida pela mídia’, diz Leonardo Boff

Teólogo afirma que veículos de comunicação são golpistas e contra o povo, mas com os movimentos sociais emergiu uma nova consciência política, e o outro lado ficou sem condições de dar o golpe
por Redação RBA 
ARQUIVO/RBA
boff

‘Vão ter que aceitar que Brasil mudou, que o povo está participando e tem consciência’, diz Boff

São Paulo – A crise econômica e política pela qual o país atravessa neste momento é “em grande parte forjada, mentirosa, induzida, ela não corresponde aos fatos”, afirma o teólogo Leonardo Boff. Segundo ele, a crise é amplificada por uma dramatização da mídia. “Essa dramatização que se faz aqui é feita pela mídia conservadora, golpista, que nunca respeitou um governo popular. Devemos dizer os nomes: é o jornal O Globo, a TV Globo, a Folha de S. Paulo, o Estadão, a perversa e mentirosa revista Veja.”

Em entrevista à Rádio Brasil Atual na segunda-feira (9), o teólogo disse que, no entanto, o atual nível de acirramento no cenário político não preocupa porque, para ele, comparado a outros contextos históricos, a “democracia amadureceu”. Ele diz acreditar, ainda, na emergência de uma “nova consciência política”.

Boff também considera que o cenário brasileiro é bastante diferente da Grécia, Espanha e Portugal, onde são registradas centenas de suicídios, por conta do fechamento de pequenas empresas e do desemprego, e até mesmo de países centrais, como os Estados Unidos, que veem a desigualdade social avançar.

“A situação não é igual a 64, nem igual a 54”, compara. “Agora, nós temos uma rede imensa de movimentos sociais organizados. A democracia ainda não é totalmente plena porque há muita injustiça e falta de representatividade, mas o outro lado não tem condições de dar um golpe.”

Para Boff, não interessa aos militares uma nova empreitada golpista. Restaria ao campo conservador a “judicialização da política”: “Tem que passar pelo parlamento e os movimentos sociais, seguramente, vão encher as ruas e vão querer manter esse governo que foi legitimamente eleito. Eles têm força de dobrar o Parlamento, dissuadir os golpistas e botá-los para correr”.

Sobre o ‘panelaço’ ocorrido no domingo (8), durante o discurso da presidenta Dilma Rousseff para o Dia Internacional da Mulher, Boff afirma que o protesto é “totalmente desmoralizado”, pois “é feito por aqueles que têm as panelas cheias e são contra um governo que faz políticas para encher as panelas vazias do povo pobre”.

O teólogo afirma que a manifestação expressa “indignação e ódio contra os pobres” e são símbolo da “falta de solidariedade”: “O panelaço veio exatamente dos mais ricos, daqueles que são mais beneficiados pelo sistema e que não toleram que haja uma diminuição da desigualdade e que gostariam que o povo ficasse lá embaixo”.

Sobre o ato programado pela CUT e movimentos sociais para sexta-feira (13), Leonardo Boff diz que a importância é reafirmar os valores democráticos e a defesa da soberania do país: “Aqueles que perderam, as minorias que foram vencidas, cujo projeto neoliberal foi rejeitado pelo povo, até hoje, não aceitam a derrota. Eles que tenham a elegância e o respeito de aceitar o jogo democrático”.

O teólogo frisa, mais uma vez, não temer o golpe. “É o golpe virtual, que eles fazem pelas redes sociais e pela mídia, inventando e fantasiando, projetando cenários dramáticos, que são projeções daqueles que estão frustrados e não aceitam a derrota do projeto que era antipovo.”

6 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 179.216.215.26 - Responder

    Estimativa foi que 350 gatos pingados deram o ar da graça na manifestação da cut, mst, une, PT e taxa a caterva dos tais movimentos sociais. Um fiasco em Cuiabá. Ta ficando feia a coisa pras teses esquerdistas. Parece que SP, BH RJ e outas capitais o movimento ta muito aquém do esperado. A rua não é mais da esquerda e nem do PT. Vamos ver domingo.

  2. - IP 179.216.215.26 - Responder

    Diz que o aparato da segurança foi maior que o de manifestantes…kkkkkkkkk

  3. - IP 177.221.96.140 - Responder

    Já que os petistas e filopetistas criaram o protesto a favor, eu protesto a favor do direito dos petralhas continuarem a dilapidar o patrimônio do Brasil.

    E que o Cerveró seja nomeado Ministro da Fazenda!

  4. - IP 177.221.96.140 - Responder

    O protesto que dos petistas e aliados a favor do partido fracassou com um pequeno grupo de manifestantes em São Paulo, apenas 8.000 pessosas.

    Só está servindo para estimular os que no domingo farão protesto a favor do Brasil, contra o PT e contra a roubalheira na Petrobrás.

  5. - IP 189.11.218.163 - Responder

    CUT, MST e o povo organizado politicamente fizeram uma belíssima demonstração democrática em defesa das conquistas políticas dos últimos anos. E deram um recado, aos fascistas e golpistas, no sentido de que o País já não comporta molecagem e irresponsabilidade. Querem o poder político? Vençam nas urnas dentro das regras do jogo político. Só no futebol tem tapetão.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

onze + 14 =