PREFEITURA SANEAMENTO

Nassif destrincha pretensa estratégia de Gilmar Mendes e Tóffoli contra Dilma e o PT no TSE. O relatório do corpo técnico do TSE apontou meramente problemas formais nas contas de Dilma. Mas teriam sido convocados por Gilmar que – segundo um membro do TSE – teve um “piti” e deu-lhes uma dura no sentido de mudar análises sobre os problemas formais, qualificando-os como “faltas graves”. “Consultor Jurídico”, dirigido pelo jornalista Mário Chaer, e revista ‘Istoé” participariam do esquema de mídia para intimidar o sempre manipulável Ministério Público, visando prevenir decisão contrária ao esquema Gilmar-Toffoli

Para entender a estratégia Gilmar-Toffoli no TSE

O relatório do corpo técnico do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) apontou meramente problemas formais nas contas de Dilma Rousseff e do PT.

Ocorre o seguinte: devido aos riscos de notas fiscais falsas, boletos bancários fraudulentos, é lento o trâmite para pagamento de serviços prestados.

O comitê recebe a Nota Fiscal, comprova se houve prestação de serviços e, depois, efetua o pagamento.

Essa demora provoca alguns problemas formais. Por exemplo, a NF é emitida no período contemplado pelo primeiro balanço parcial. Mas o pagamento é efetuado apenas em data posterior, entrando na segunda parcial.

Não se trata de sonegação ou de recebimento de dinheiro não contabilizado, mas de uma questão eminentemente formal. Fundamentalmente é isso o que consta do relatório.

Informações que correm no TSE é que a intenção dos técnicos era a de recomendar medidas formais de punição ao PT, como a suspensão por alguns meses do recebimento do fundo partidário. São essas as conclusões que passaram a ser exploradas

Mas teriam sido convocados por Gilmar Mendes, que – segundo um membro do TSE – teve um “piti” e deu-lhes uma dura no sentido de mudar as análises sobre os problemas formais, qualificando-os como “faltas graves”.

Ao mesmo tempo, a oposição montou duas jogadas através da mídia:

  1. A informação do Consultor Jurídico (que sempre atuou como braço auxiliar de Gilmar) de que o Procurador Geral Eleitoral Eugênio Aragão é o candidato preferido do Palácio para o STF (Supremo Tribunal Federal). A intenção foi inibir as ações legalistas de Eugênio, que tem demonstrado independência nos seus parceres. As últimas manifestações de Janot, no entanto, mostram que o objetivo foi alcançado: como se diz no mercado, Janot “piscou”, mostrou fragilidade.
  2. A matéria da IstoÉ, com a falsa acusação de que o Procurador Geral da República Rodrigo Janot teria proposto esquemas para as empreiteiras, visando livrar o governo. A intenção, mais uma vez, é intimidar o Ministério Público, visando prevenir qualquer decisão contrária ao esquema Gilmar-Toffoli.

Essa jogada foi ensaiada na Veja, através de uma nota pequena plantada. Na semana seguinte, tornou-se capa da IstoÉ.

Todos esses movimentos não foram captados nem pelo estado maior de Dilma nem pelo PT, apesar de alertados há vários dias sobre as manipulações que viriam pela frente.

Segundo Ministro do TSE, a medida não irá levar ao impeachment ou decisão mais drástica. Mas abrirá espaço para que a oposição atazanar o governo nos próximos anos, com ações de todo tipo. Além de desgastar todos os Ministros e procuradores que se comportem com independência em relação à mídia.

 

—————-

O juiz, o prefeito tucano e o doleiro de sempre

capa-veja-juiz-moro


 

Antes, um aviso.

Longe de mim acusar o juiz Sergio Moro de qualquer coisa.

Não sou louco nem leviano.

Imagino que ele deva ser um magistrado sério e honesto. Assim como sua esposa também deve ser uma advogada proba e íntegra.

Só que fica cada vez mais difícil acreditar em sua imparcialidade.

Depois de descobrir que sua esposa é advogada do PSDB e da Shell, agora ficamos sabendo que o próprio Sergio Moro, ainda estagiário, também trabalhou para o partido.

Essa República do Paraná é mesmo uma grande família.

Ao final dos anos 90, ainda na era tucana, o prefeito do PSDB em Maringá (PR), Jairo Gianoto, roubava como se não houvesse amanhã.

Foi condenado diversas vezes. Ele e sua equipe.

Até o tributarista do prefeito, o dr. Irivaldo Joaquim de Souza, foi preso.

Adivinha quem era o doleiro usado pelo prefeito tucano para lavar o dinheiro desviado, calculado em mais de meio bilhão de reais pela justiça?

Sim, ele mesmo, o doleiro Alberto Youssef, que hoje delata o PT na operação Lava Jato, comandada pelo juiz Sergio Moro.

Youssef, um homem doente e com um passado de crimes, vive numa espécie de Guantanamo tupiniquim, rodeado de delegados, promotores e um juiz tucanos.

Eles só lhe dão esperanças de liberdade se delatar o PT.

A mesma situação de Paulo Roberto Costa, cuja família inteira foi torturada psicologicamente pela República do Paraná.

Ambos, Youssef e Costa,  são bandidos manipulados e ameaçados pelos carceireiros da Guantanamo paranaense.

E pela mídia, claro.

Ah, adivinha quem era estagiário na firma do Dr. Souza, o tributarista cúmplice do prefeito tucano?

Sim, ele mesmo, o juiz Sergio Moro.

Um estagiário agradecido, que chegou inclusive a ser testemunha de defesa do Dr. Souza, quando este foi preso por crimes associados à corrupção da prefeitura do PSDB.

Outro nome envolvido até o pescoço nas tretas tucanas do Paraná é o senador Alvaro Dias, outro Catão da mídia.

O Brasil é ou não é uma maravilha?

À diferença da Veja, cujas matérias ficcionais vem embasadas em fontes anônimas e delação de bandidos, aqui a gente mostra as provas.

Clique aqui para ver os documentos e saber mais detalhes da história.

 

 http://www.ocafezinho.com/2014/12/09/o-juiz-o-prefeito-tucano-e-o-doleiro-de-sempre/#sthash.eGGDL9fX.dpuf

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.15.65.222 - Responder

    Vixe então agora o tóffoli está em concluio com o gilmar para derrubar a mulher que diz que nos governa?
    Bah! Realmente esse povo defensor dos erros e malfeitos do governo petista é muito criativo nas suas manobras para tentar colocar aura de santa nessa que diz que nos governa.
    Reprovação de contas de campanha sempre existiram , mas agora são uma tentativa de golpe?
    É muita cara de pau mesmo.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

13 − 10 =