Moradores de Rondonópolis vão receber serviços judiciais e de cidadania na porta de casa

Zé Carlos do Pátio, prefeito de Rondonópolis

 

Moradores de Rondonópolis que precisam resolver pendencias judiciais, como pedido de pensão alimentícia, solicitação de reconhecimento da paternidade, solucionar um conflito entre vizinhos e até quitação eleitoral terão a oportunidade de acessar esses e outros serviços praticamente na porta de casa.

Tudo isso está sendo preparado pelo Poder Judiciário, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio do programa Judiciário em Movimento. Na ação, que será realizada, de 8 a 12 de abril, o Executivo municipal também oferecerá serviços de cidadania como corte de cabelo, aferição da pressão arterial e esclarecimentos sobre saúde bucal. Tudo sem custo para os participantes.

Durante a semana, a “sede itinerante” do Poder Judiciário será montada em um bairro de Rondonópolis para atender a população. Na segunda-feira (8), as equipes vão atender na Praça Brasil, no Centro da Cidade. Na terça (9), os atendimentos ocorrem na Escola Municipal Irmã Elza, na Vila Mineira; na quarta (10) toda a estrutura montada segue para o Centro de Esportes Unificado (CEU Margarida), na região do Parque São Jorge; na quinta será a vez dos moradores do Parque Universitário serem beneficiados com os serviços, no Oratório Dom Bosco, e fechando os trabalhos, na sexta (12), os atendimentos serão oferecidos na Escola Municipal Bernardo Venâncio Carvalho, no Jardim Liberdade.

Os organizadores do programa contam com a divulgação dos presidentes de bairros. Sandra Lírio, líder comunitária do Parque São Jorge, diz que enviou a programação pelo whatsapp para todos que conhecem. “Tem muita gente precisando resolver questões judiciais e não tem tempo ou tem alguma dificuldade para ir ao Fórum. Com o programa terá mais facilidade”, afirma. “Queremos resolver a questão fundiária no bairro, porque muitos moradores ainda estão sem a escritura das suas casas”, adianta.

A presidente do bairro Bom Pastor, região central de Rondonópolis, Regina Souza, destaca que a participação popular é fundamental para novas edições do programa, e, por isso, está empenhada em avisar aos moradores. “A população precisa aproveitar os benefícios que são disponibilizados. A justiça chegar ao nosso bairro é algo valioso”, defende. O colega dela, Lázaro da Silva, presidente do bairro Jardim Paulista, na região central, reforça o convite para que todos aproveitem as atividades e que deixem o comodismo para depois. “Não é todo dia que os serviços veem até nós e o povo precisa aproveitar”.

O mesmo pensamento é compartilhado pelo presidente da Associação de Moradores do Vila Mineira, Aparecido Soares. “O programa vai atender os nossos moradores que são trabalhadores e não têm tempo sobrando para ir até o Fórum. Agora, não têm desculpas porque o serviço vai chegar na sua rua”.

Judiciário em Movimento – O projeto do Poder Judiciário se desenvolve em quatro eixos de atuação: Audiência pública – para garantir que o cidadão tenha acesso à justiça; Jornada de Estudos para efetivar a integração entre o poderes, instituições, entidades e organizações e promover a gestão por competências, garantindo a capacitação continuada; Escola Itinerante, com finalidade de garantir confiabilidade, integralidade e disponibilidade das informações, serviços e sistemas, e Acesso à Justiça com a realização de atendimentos à população local, implementação de Círculos de Construção de Paz (não conflitivo) com os alunos da rede pública de ensino, no bairro que será contemplado com o evento, realização de sessões de conciliação e mediação com a participação da Defensoria Pública Estadual local e a difusão da Oficina de Pais e Filhos na comunidade local.

 

 

FONTE TJ MT

Categorias:Plantão

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

10 + cinco =