gonçalves cordeiro

MINISTÉRIO PÚBLICO PODE ESTAR CONTAMINADO: Procurador Paulo Prado atende pedido do próprio promotor e afasta Marcos Reginold do Gaeco. “Trata-se de investigação preliminar, sem caráter acusatório, que visa apurar a existência de fatos que possam constituir infrações disciplinares e/ou anomalias nos serviços do Ministério Público”, explica procurador Mauro Viveiros, que é corregedor do MP em Mato Grosso

De acordo com o MP, Marcos Reginold pediu e o procurador Paulo Prado determinou o seu afastamento

De acordo com o MP, Marcos Reginold pediu e o procurador Paulo Prado determinou o seu afastamento

OPERAÇÃO ARARATH

PGJ defere pedido de afastamento de promotor de Justiça do Gaeco
O promotor de Justiça Marcos Reginold Fernandes foi afastado temporariamente das funções que exercia no Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). O pedido partiu do próprio promotor de Justiça e foi deferido pelo procurador geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado.

A medida visa assegurar imparcialidade, transparência e impessoalidade na apuração dos fatos referentes a quinta fase da operação Ararath. Consta na decisão do procurador-geral de Justiça, encaminhamento à Corregedoria Geral do Ministério Público para que sejam adotadas as medidas para apuração dos fatos em toda à sua extensão.
SINDICÂNCIA: A Corregedoria Geral do Ministério Público instaurou nesta quinta-feira (22) sindicância para apurar a conduta do promotor de Justiça Marcos Regenold Fernandes citada na Operação Ararath.

“Trata-se de investigação preliminar, sem caráter acusatório, que visa apurar a existência de fatos que possam constituir infrações disciplinares e/ou anomalias nos serviços do Ministério Público”, explicou o corregedor-geral, procurador de Justiça Mauro Viveiros.

Segundo ele, durante a investigação serão levantados os fatos e as circunstâncias que culminaram na busca e apreensão realizada no Gaeco. “Foi uma situação inusitada, verdadeiramente surpreendente, em que a polícia entrou em um órgão de investigação do Ministério Público e apreendeu documentos que, aparentemente, pertenciam a investigação criminal realizada pelo próprio Gaeco”, destacou.

O prazo para conclusão da sindicância, segundo ele, é de 45 dias, podendo ser prorrogável pelo mesmo período.

 

FONTE MINISTÉRIO PUBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO

Dias Toffoli atende MPF e manda Policia Federal prender Geraldo Riva e Éder Moraes e adotar outras providên… by Enock Cavalcanti

8 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    E quem vai afastar o Paulo Prado???

    • - Responder

      O indignado aí de cima fala por ele mesmo. Pois o indignado de cá é outro que tem o Dr. Paulo Prado como uma pessoa séria.

  2. - Responder

    Como as coisas mudam rapidamente. Esse site era um dos que mais defendia essas operações desses promotores estaduais que nunca dão em nada, só um barulho temporário na mídia. Não acredito que esse promotor estivesse conscientemente ajudando o Éder, mas só o fato de ser feito de fantoche na mão dele já prova que o MPE de investigação não entende nada! Porque o Éder não tentou manipular um Delegado da PF??? O gaeco ta tomando baile do joão emanuel e já quer mexer com eder/riva e cia??? Lembrando que esse mesmo gaeco em 2008 prendeu o junior mendonça na operação madona, mas só pra variar não deu em nada!

  3. - Responder

    Paulo Prado e Marcos Regenold são profissionais sérios e honestos, posso testemunhar onde preciso for. Cuidado para não se cometer a injustiça do pré-julgamento e nem a exteriorização de opiniões açodadas sobre pessoas da mais alta credibilidade na conturbada Administração Pública deste Estado.

  4. - Responder

    Paulo Prado tem que ser afastado do cargo de Procurador Geral e assumir de vez a campanha de Pedro Taques,seria mais honesto com a sociedade e com ele mesmo!!

  5. - Responder

    Quem leva vantagem se o Eder ficar calmo e quieto? Se ele não é punido, por causa de delação premiada, será que ficaria satisfeito e deixaria de entregar alguma outra pessoa?
    E quem seria essa pessoa oculta?
    E se o promotor é de Mato Grosso, o que foi fazer em Brasília?

  6. - Responder

    Agora dr PAULO, chama seu advogado MONTEIRO para te defender, ele não cobrará nada ne??? Por
    Que será???

  7. - Responder

    Vixi, fedeu

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 × 5 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.