gonçalves cordeiro

Mauro troca de lado e deve comandar “Centrão” em Cuiabá

Situação cooptou o candidato do PSB, Mauro Mendes, que agora deve enfrentar Pedro Taques

As articulações para tentar esvaziar a propalada candidatura do atual senador Pedro Taques a governador em Mato Grosso em 2014, parece que estão tendo êxito. Antigo parceiro de Pedro Taques, o empresário Mauro Mendes teria sido seduzido pelo canto da sereia orquestrado pelo senador Blairo Maggi e pelo atual governador Silval Barbosa para capitanear a candidatura que representará o grupo político hegemônico do Estado na disputa na capital. No caso da articulação PSB-PDT-PV-PPS, Mauro Mendes estaria prestes a aplicar uma facada nas costas de seus antigos parceiros, pulando para o colo de Maggi e Silval.

Com o ataque à candidatura de Francisco Vuolo (largado na estrada, sem condição sequer de disputar a reeleição como vereador) e o recuo do empresário Dorileo Leal, se desenha, na capital, a formação de uma coligação do tipo “Central” para tentar fazer doempresário Mauro Mendes o prefeito da capital e possível candidato à sucessão de Silval em 2014.

Essa articulação da velha política, favorecida pela adesão de Mauro Mendes, todavia, pode vir a ser enfrentada por uma articulação à esquerda que deve aproximar, agora, o partido de Pedro Taques, o PDT, da candidatura de Lúdio Cabral, candidato já lançado pelo PT.

Evidentemnte que, numa conjuntura marcada por tantos conchavos, novas surpresas devem estar sendo preparadas para o aturdido eleitor de Cuiabá. Uma coisa é certa: Mauro Mendes agora assume o posto de candidato do esquemão político mais tradicional, aceitando o apoio de velhos políticos que, até há pouco, dizia combater. Confira o noticiário. (EC)

 

Dorileo Leal recua em Cuiabá e abre caminho para PMDB apoiar Mauro Mendes

O empresário João Dorileo Leal (PMDB), dono do grupo Gazeta de Comunicaçao, decidiu nesta segunda-feira retirar seu nome da disputa eleitoral em Cuiabá. A decisão já foi comunicada ao governador Silval Barbosa (PMDB).

Recebido com festa pelo PMDB no ano passado, Dorileo reclamou que não recebeu respaldo do partido para sustentar sua pré-candidatura. Segundo ele, dentro do próprio partido havia restrições ao seu nome. “O PMDB não estava coeso e fechado em torno de meu nome; não houve empenho em se viabilizar politicamente minha candidatura”, disse.

Dorileo disse que pretendia repetir em Cuiabá à aliança que deu sustentação a reeleição do governador Silval Barbosa (PMDB). Ele, inclusive, criticou a falta de empenho do governador a dialogar com os partidos em prol de sua candidatura. “O Silval teria todas as condições de organizar uma composição, de juntar as bases partidárias. Mas não vi esse interesse por parte dele em nenhum momento para que isto acontecesse”, afirmou.

O empresário disse ainda que nos últimos dias lideranças do PMDB já não defendiam a tese da candidatura própria. Ele citou que o ex-vereador Totó Parente (PMDB) emitiu declarações defendendo aliança do PMDB com o empresário Mauro Mendes (PSB).

Com a saída de Dorileo do páreo, a tendência é de que o PMDB apoie uma candidatura de outro partido nas eleições na capital. A legenda deve acabar apoiando Mauro Mendes.

FONTE O DOCUMENTO

Categorias:Jogo do Poder

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    Não é surpresa para ninguém a atitude política do Mauro Mendes, pois quem representa o capital tem que juntar a seus pares. Se existe uma candidatura do povo no caso representada por Ludio Cabral e algum outro partido que vier a somar a essa dura luta, fica bem claro que o capitalismo pode vir a ser derrotados. Tendo em mãos a pesquisa de opinião que aponta o crescimento da candidatura popular força o Mauro Mendes somar forças com as elites que governam Cuiabá há bem mais de trinta anos. Restam a nós os lutadores do povo engrossar a vós e dizer: alto lá destes vês o povo tem legitimo representante e é o companheiro Ludio Cabral o candidato forjado na luta como se diz no velho jargão popular, nós vamos caminhar com o Dr. Ludio rumo a vitoria para prefeito de Cuiabá, pois em 2013 é treze para prefeito em todas as capitais.Não é surpresa para ninguém a atitude política do Mauro Mendes, pois quem representa o capital tem que juntar a seus pares. Se existe uma candidatura do povo no caso representada por Ludio Cabral e algum outro partido que vier a somar a essa dura luta, fica bem claro que o capitalismo pode vir a ser derrotados. Tendo em mãos a pesquisa de opinião que aponta o crescimento da candidatura popular força o Mauro Mendes somar forças com as elites que governam Cuiabá há bem mais de trinta anos. Restam a nós os lutadores do povo engrossar a vós e dizer: alto lá destes vês o povo tem legitimo representante e é o companheiro Ludio Cabral o candidato forjado na luta como se diz no velho jargão popular, nós vamos caminhar com o Dr. Ludio rumo a vitoria para prefeito de Cuiabá, pois em 2013 é treze para prefeito em todas as capitais.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezessete − 10 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.