Maurício Magalhães quer resgastar o legado de Dante de Oliveira e cobra candidatura própria do PSDB em Mato Grosso. “Eu não faço campanha, nunca, para o senador Pedro Taques”, declarou o tucano durante bate-papo na residência do médico e professor Gabriel Novis Neves. VEJA EM VÍDEO.

Maurício Magalhães, empresário, ex-presidente das Centrais Elétricas de Mato Grosso, ex-secretário de Estado, veterano militante do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), em Mato Grosso, durante animado bate-papo na residência do médico e professor Gabriel Novis Neves, falou com exclusividade à PAGINA DO E sobre a sua pretensão de disputar a indicação do seu partido para disputar as eleições de 2014 como candidato a governador, já que nenhuma outra liderança tucana se dispôs a isso, até agora.

Segundo Maurício Magalhães, não se trata de ressuscitar ou de recuperar a saúde do PSDB, pois o partido vai muito bem, tanto que tem um candidato à presidência da República, muito conceituado e muito bem posicionado, que é o senador por Minas Gerais e ex-governador por dois mandatos, Aécio Neves, neto de Tancredo Neves.

Mesmo demonstrando compreensão para com os compromissos já assumidos, até aqui, pelos atuais dirigentes tucanos em Mato Grosso, Magalhães foi enfático no seu repúdio pessoal à decisão do PSDB de “subir na garupa” do pré-candidato do PDT, o atual senador Pedro Taques.

– Eu não faço campanha, nunca, para Pedro Taques – disse Maurício Magalhães, argumentando que o senador pedetista ainda tem que fazer um pagamento aos eleitores que o elegeram para um mandato de oito anos no Senado e não pode continuar atuando no Senado “como um simples sucessor de Demóstenes Torres”.

Magalhães acredita que, com a sua disposição de se candidatar e garantir palanque para Aécio Neves em Mato Grosso, os dirigentes tucanos devem compreender que o quadro eleitoral mudou completamente e que a questão precisa ser levada para a instância máxima de decisão, dentro do partido, que é a convenção. “Aqueles que me apóiam, vão me ajudar. Aqueles que não apoiam e repudiam até mesmo o legado de Dante de Oliveira, devem ficar com o senador Pedro Taques.”

Durante o encontro – que contou também com a participação de Gabriel Novis Neves, do engenheiro Arquimedes Pereira Lima Neto e do advogado Mauricio Magalhães Junior –
Maurício Magalhães discorreu, também, longamente, sobre a realidade administrativa de Mato Grosso e, contrariando uma opinião do professor Gabriel, disse que as dificuldades do Estado traduzem, basicamente, um problema de gestão, já que considera que os recursos financeiros existem fartamente em meio à privilegiada condição econômica de Mato Grosso.

Confira, no vídeo, a íntegra da conversa com Maurício Magalhães.

Maurício Magalhães, empresário e fundador do PSDB em Mato Grosso, conversou com Enock Cavalcanti, Gabriel Novis Neves, Arquimedes Pereira Lima Neto e Maurício Magalhães Junior na residência do professor Gabriel, no sábado, dia 11 de janeiro. Foto de Hegla Oleiniczak

Maurício Magalhães, empresário e fundador do PSDB em Mato Grosso, conversou com Enock Cavalcanti, Gabriel Novis Neves, Arquimedes Pereira Lima Neto e Maurício Magalhães Junior na residência do professor Gabriel, no sábado, dia 11 de janeiro. Foto de Hegla Oleiniczak

7 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 186.218.194.196 - Responder

    Eu me lembro bem quando Dante vendeu a cemat para a própria gang…só gente boa…

  2. - IP 189.41.102.129 - Responder

    ATÉ QUE ENFIM ALGUÉM COM BOM SENSO E VERGONHA NA CARA. O QUE NÀO DÁ PRA ENTENDER É QUE O MAURICIO MAGALHÀES NEM É PARENTE, JÁ A VIUVA TELMA E O SOBRINHO, QUE USA E ABUSA DO NOME DO TIO, JÁ SENTARAM NO COLO DE TAQUES, QUE PASSOU A VIDA COMO PROCURADOR DENEGRINDO A IMAGEM DE DANTE. QUE VERGONHA ESSES PARENTES DE DANTE!!

  3. - IP 189.59.37.208 - Responder

    Agora vai.Vamos reunir todo PSDB em uma Kombi e nos dirigirmos ao cemitério para invocar o espirito de Dante para que ele volte e se candidate.Fala sério esse Mauricio é um sem noção!

  4. - IP 200.103.88.196 - Responder

    Apesar de não simpatizar com esse psdb local, de passado tão manchado, o pré-candidato foi coerente no que disse, ao contrário de ex-tucanos que pularam do barco e abraçaram quem ajudou a afunda-lo.

  5. - IP 179.216.205.163 - Responder

    parece que o sr. pedro taques e seu grupo político já acertaram investir um bom dinheiro para garantir a eleição de uns poucos tucanos. então, esse pessoal vendeu o partido e só tá querendo salvar o seu lado

  6. - IP 187.53.25.101 - Responder

    Mauricio o Mato Grosso precisa de pessoas como você e não de gente como a parentada de Dante que nunca atuaram junto ao seu governo nao tiveram participação nenhuma no seu legado e só o que fazem e denegrir a sua imagem.

  7. - IP 177.0.1.178 - Responder

    Mauricio, sou PSDB, e acredito que não é o momento de lançar candidatura própria para somente fortalecer o palanque de Aécio. Sou a favor de apoiar Pedro Taques, um candidato com real chance de ganhar as eleições. Creio que apoiando a candidatura de Taques ai sim iremos fortalecer o palanque para o Aécio, ai sim iremos fortalecer o PSDB em MT. Porque não Pedro Taques pra governador e Nilson Leitão de vice, baixada cuiabana, extremo norte e norte do estado.
    Nunca vi seu nome em alguma pesquisa.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

11 − 10 =