gonçalves cordeiro

MAIS UM HOMEM DE ZÉ PEDRO TAQUES SOB SUSPEITA: Mauro Zaque investiga se Leandro Carvalho, na Cultura, pagou Orquestra que ele mesmo comandava. LEIA NOTIFICAÇÃO DO MP

 

Zé Pedro, Mauro Zaque e Leandro

MP pede suspensão de contrato da Orquestra de MT e dá 24h para Estado acatar

Segundo a notificação emitida pelo promotor de justiça, os valores repassados para a Orquestra de Mato Grosso aumentaram durante 2014, sem a contrapartida estipulada

DO PONTO DE VISTA

 

O promotor de justiça, Mauro Zaque, da 11ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa do Ministério Público, emitiu notificação para que a Secretaria de Estado de Cultura suspenda imediatamente o contrato firmado com a Orquestra de Mato Grosso.

Segundo o documento, o órgão ministerial recebeu denúncia anônima revelando supostas irregularidades no referido contrato, envolvendo a saída do maestro Leandro Faleiros Rodrigues Carvalho da presidência e diretoria da Orquestra para ser secretário de Cultura.

O promotor apontou que os valores repassados para a entidade “aumentaram consideravelmente desde 2014 sem a contrapartida proporcional e estipulada”, momento em que Leandro estava prestes a assumir o comando da Secretaria.

Considerando que as notícias trazidas de suposta irregularidades apresentam pesquisa realizada no Sistema FIPLAN onde há indícios de pagamento antecipado e pagamentos efetuados quando o então Secretário de Cultura, Leandro Faleiros Rodrigues Carvalho, ainda era legalmente presidente da Associação Orquestra do Estado de Mato Grosso

Para Zaque, a saída do maestro da entidade foi maquiada para que a Orquestra continuasse a receber valores do Estado.

“Considerando que as notícias trazidas de suposta irregularidades relatam que provavelmente fora maquiada a mudança do Presidente e diretor da Orquestra de Mato Grosso em razão da titularidade da ordenação de despesas coincidir com o próprio beneficiário, no caso o ex Secretário de Cultura Leandro Faleiros Rodrigues Carvalho, que assumiu a pasta de 01 de janeiro de 2015 a 18 de janeiro de 2018”, diz trecho do documento.

Zaque suspeita de que os repasses “expressivos” pagos para a empresa não devem ter auxiliado para a formação dos musical infantil, profissional adulta, composição de corpo docente empregados músicos.

“Considerando que as notícias trazidas de suposta irregularidades apresentam pesquisa realizada no Sistema FIPLAN onde há indícios de pagamento antecipado e pagamentos efetuados quando o então Secretário de Cultura, Leandro Faleiros Rodrigues Carvalho, ainda era legalmente presidente da Associação Orquestra do Estado de Mato Grosso”.

Na notificação recomendatória, o promotor solicitou ao atual secretário de Cultura, Gilberto Luiz Canavarros Nasser, para que em 10 dias encaminhe todos os documentos que compõem o contrato do Estado com a Orquestra.

Zaque deu 24 horas para que Nasser informe se irá ou não acatar a notificação. Caso se recuse, o promotor esclareceu que tomará medidas judiciais cabíveis.

FONTE PONTO NA CURVA

Mauro Zaque Pede Que Secretaria de Cultura Suspenda Contrato Com Orquestra Comandada Por Leandro Carvalho by Enock Cavalcanti on Scribd

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

20 + 12 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.