gonçalves cordeiro

Luis Carlos Nigro é pré-candidato a deputado federal e fará campanha com foco no Turismo

“Se a gente trabalhar seriamente e o turismo for prioridade dos próximos governos com certeza nós temos condições de nos tornar um grande polo do turismo nacional”

Luis Carlos Nigro é pré-candidato à deputado federal pelo PSDB (Foto: Reprodução)

Vanessa Moreno

O empresário Luis Carlos Nigro, que atuou como secretário-adjunto de Turismo na Secretaria de Desenvolvimento Econômico até o último mês de abril, afastou-se do cargo para pleitear uma vaga de deputado federal nas eleições deste ano. Agora como pré-candidato, filiado ao PSDB, ele terá como foco de sua campanha o Turismo, bandeira que sempre defendeu, tendo em vista as potencialidades turísticas de Mato Grosso que ainda sofrem com a falta de investimento do poder público.

Nigro atua na área há mais de 25 anos como empresário, membro, diretor e presidente de associações e sindicatos do ramo, sempre contribuindo com a ascensão do trade turístico. “Eu acredito que o Turismo é uma bandeira importante para Mato Grosso, porque é um estado muito rico em atrativos turísticos e nós temos condições total de transformar o Turismo em um dos pilares econômicos do estado para não ficarmos dependentes só do agronegócio”, explica o pré-candidato.

Nigro sempre teve como um sonho ocupar um cargo político, mas só agora decidiu aproveitar a oportunidade que surgiu após o atual deputado federal do PSDB, Nilson Leitão, anunciar a sua pré-candidatura ao senado. “Quando nós temos uma oportunidade dessa a gente não pode deixar passar, principalmente quando temos vontade de fazer as coisas, de ver as coisas acontecerem, de ver mudanças em Mato Grosso e no país”, destaca.

“Eu sempre participei da política em um modo geral, mas sempre nos bastidores, é a primeira vez que eu coloco meu nome para apreciação de um cargo eletivo” (Foto: Vanessa Moreno)

Desde 1995 Luis Carlos Nigro participa de movimentos que buscam mudanças na área do Turismo. De acordo com ele, esse gosto faz parte da sua vocação. Nigro já atuou como presidente da ABIH – Associação Brasileira de Indústria de Hotéis, diretor e presidente do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes, diretor da CNC – Confederação Nacional de Comércio, membro do Conselho Nacional do Turismo, participou do IBH – Instituto Brasileiro de Hospedagem, da Fecomércio, fez parte do conselho do SESC e Senac, do conselho da CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas e do FCDL – Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas. “Eu acredito que estou preparado para bem representar a classe empresarial e a classe do Turismo lá em Brasília, para trazer bons produtos para Mato Grosso”, afirma.

Em sua atuação como secretário adjunto de Turismo durante os quase quatro anos da gestão do governador Pedro Taques, Nigro fez parte do desenvolvimento turístico em diversas regiões do estado. Um dos destaques vai para Nobres, onde o turismo é um dos setores econômicos que mais cresce e gera emprego no município. De acordo com ele serão criados em breve outros 16 novos atrativos turísticos na cidade com o apoio do Sebrae. “ Isso é muito importante e gera uma riqueza muito grande, é um dinheiro que vai lá na ponta, beneficia o morador, a pessoa que vende, a agricultura familiar que vende seu produto para o hotel, o hotel que fornece a refeição para o hóspede, o criador de galinha, de gado, os mercados, as empresas de vans, de receptivos, os guias de turismo, as camareiras, os artesãos, os taxistas, é uma gama de segmentos econômicos que a gente consegue movimentar através do turismo”, ressalta.

Um dos seus projetos de campanha é mostrar como o turismo é um segmento importante e forte, capaz de transformar o Estado. Um exemplo que Nigro traz a memória é a transformação que aconteceu em Gramado, Canela e Bento Gonçalves, municípios do Rio Grande do Sul, em Bonito, no Mato Grosso do Sul e ainda no Nordeste, região que sofreu muito com a miséria, mas que em pouco tempo foi transformado pelo Turismo e hoje é um dos destinos mais procurados do país. “Quando a gente traça uma linha temporal, cerca de 30 anos é pouco tempo para o Turismo ter transformado o Nordeste e tirado o estigma de que no Nordeste só tem gente pobre”, ressalta.

A área empresarial também é uma das bandeiras a ser defendida pelo pré-candidato em sua campanha, no sentido de movimentos empresariais que lutam pela redução da carga tributária e pela equalização de tarifas altas a nível nacional. “Nós precisamos trabalhar essa área de redução de impostos e de um uso mais coerente dos recursos públicos para que isso possa beneficiar diretamente a população como um todo, porque a partir do momento que você aumenta impostos, quem paga essa conta não é o empresário, é o povo que está lá na ponta e nós temos que trabalhar uma gestão séria para que o uso do recurso público seja bem aplicado para que a gente possa ter reduções livres de alíquota de imposto, já que hoje nós pagamos um dos impostos mais caros do mundo e não temos os serviços correspondentes a esses impostos”, explica.

Outra área importante que o pré-candidato Nigro acredita que deve ser trabalhada é a Agricultura Familiar, que tem gerado emprego e renda para as pessoas mais humildes no estado. “Conciliando a Agricultura Familiar com o Turismo nós conseguiremos gerar um círculo virtuoso gigantesco, porque um tem tudo a ver com o outro”, destaca. Ele cita como exemplo novamente as cidades do Rio Grande do Sul onde o cultivo e a produção das fazendas se tornaram atrativos turísticos para quem deseja conhecer como são feitos os vinhos, os queijos, os biscoitos, os artesanatos, entre outas produções.

O Turismo Cultural também é um ponto de destaque para Nigro, já que Mato Grosso é um estado rico em culturas diversas em todas as regiões que podem ser usadas como produtos para a potencialização do Turismo. “Dá para fazer uma integração muito grande com a cultura, agricultura, com o ramo empresarial, porque o turista vem em Cuiabá ou qualquer outra cidade e ele gasta com taxi, restaurante, shoppings centers, lojas de artesanatos, vans, ônibus, hospedagem em hotéis e quando tem evento envolve os organizadores, os recepcionistas, decoradores e o próprio centro de eventos”, afirma Nigro. É um dinheiro novo que circula dentro da cidade e é um dinheiro que roda graças a esse turista que está vindo para cá seja a passeio, seja a negócio”, completa.

Nigro espera contar com o apoio do trade turístico, de todas as pessoas que compõem o turismo e o conhecem, além dos parentes e amigos. “Quem me conhece sabe quem eu sou e sabem que eu tenho trabalho prestado ao longo de mais de 20 anos, nos quais capacitamos mais de 20 mil pessoas através de sindicatos com cursos de línguas, sempre em parceria com o Ministério do Turismo e com a Secretaria Estadual do Turismo. Esse será o público que realmente vai nos ajudar a ser eleito para bem representa-los com honestidade lá em Brasília”

Da população em geral o pré-candidato espera que sejam sábios ao votar e que não cogitem a possibilidade de venda de votos. Para ele, o povo está mais consciente e esperto. “O futuro do país está em nossas mãos e o voto é a arma mais poderosa que a gente tem para poder mudar o nosso país. A população precisa se conscientizar de que é livre para votar e que basta pensar um pouco e votar os candidatos limpos”, finaliza.

Confira abaixo trechos das falas do pré-candidato:

Categorias:Jogo do Poder

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 × 1 =