Juiz João Bosco é o que mais produziu nos Juizados Especiais de Cuiabá, MT, no mês de setembro. João Bosco Soares da Silva, titular do Juizado Especial Cível do Cristo Rei, executou 4.999 atos judiciais de 1º a 30 de setembro.

Seguido dos magistrados Emerson Luis Pereira Cajango, Lúcia Peruffo, Fernando da Fonsêca Melo e Carlos Roberto Barros de Campos

Juiz João Bosco

Do blogue PONTO NA CURVA

O juiz João Bosco Soares da Silva é o que mais produziu no mês de setembro nos Juizados Especiais de Cuiabá, seguido dos magistrados Emerson Luis Pereira Cajango, Lúcia Peruffo, Fernando da Fonsêca Melo e Carlos Roberto Barros de Campos.

De acordo com o Ranking de Desempenho divulgado pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado (CGJ-MT), os cinco juízes foram responsáveis por 17.732 atos judiciais no último mês, entre despachos, decisões interlocutórias, sentenças com e sem resolução de mérito, audiências de instrução realizadas e acordos homologados.

O ranking é uma iniciativa conjunta do Departamento de Apoio aos Juizados Especiais (Daje) e do Departamento de Aprimoramento da Primeira Instância (Dapi).

O painel de monitoramento apresenta resultados de 102 juízes que se dedicam aos 93 juizados no Estado. O objetivo é dar transparência as atividades realizadas e promover uma competição sadia entre eles.

“Em um mês, foram proferidos 59.758 atos, sendo 25.291 processos julgados. Esses números são muitos bons e dão visibilidade ao trabalho dos nossos juízes, por isso vamos continuar a divulgar até o fim dessa gestão. A nossa intenção é fazer também o ranking da justiça comum, por competência das varas”, defendeu a corregedora-geral da Justiça, desembargadora Maria Erotides Kneip.

As informações do ranking são atualizadas diariamente com base nos dados extraídos do Apolo, Processo Judicial Digital (Projudi) e Processo Judicial Eletrônico (PJe).

Dados

João Bosco Soares da Silva, titular do Juizado Especial Cível do Cristo Rei, executou 4.999 atos judiciais de 1º a 30 de setembro.

Emerson Luis Pereira Cajango, que atua cumulativamente no 1º e no 2º Juizado Especial Cível de Cuiabá realizou 3.297 atos.

Lúcia Peruffo, titular do 1º Juizado Especial Cível e que está em substituição legal no Juizado Especial Criminal Unificado da capital, promoveu 3.281 atos.

Fernando da Fonsêca Melo, titular do Juizado Especial Cível de Barra do Garças, praticou 3.179 atos.

Fechando a lista dos mais produtivos, Carlos Roberto Barros de Campos, designado para o Juizado Especial Cível do Jardim Glória e para o Juizado Especial Cível do Cristo Rei, efetuou 2.876 atos.

05 - Produtividade Juízes.jpg

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 191.250.32.7 - Responder

    Parabéns Dr. João Bosco, pessoa na qual parabenizo também todos os demais juízes dos Juizados Especiais e das Turmas Recursais considerando que o trabalho desenvolvido por todos é de extrema necessidade a sociedade. Somente que milita nos Juizados Especiais sabe valorar um magistrado que ali se entrega, se dedica para prestar o serviço jurisdicional que lhe compete, sabemos que a tarefa é árdua e incessante, mas agradeço a todos os Magistrados pelo empenho nos Juizados Especiais e Turmas Recursais.
    Parabéns

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois + dezessete =