Juiz Cláudio Deodato Pereira busca conscientização da comunidade de Jauru contra as queimadas e demais crimes ambientais

Cláudio Deodato Pereira é juiz substituto na comarca de Jauru, em Mato Grosso

Como forma de conscientizar a população acerca dos problemas trazidos pelas queimadas, o juiz substituto da Comarca de Jauru (425km a oeste de Cuiabá), Cláudio Deodato Rodrigues Pereira, na sexta-feira (20 de julho) lançou na cidade o projeto Queimadas por quê?.  De acordo com o magistrado, o tema é recorrente no Estado e nesta época do ano, quando baixa consideravelmente a umidade relativa do ar, a incidência do problema aumenta significativamente.

Como parte do projeto, o magistrado criou um concurso de redação que será realizado no próximo mês em todas as escolas da cidade. Com o tema Se queimar é tão fácil, por que devemos evitar as queimadas?, as redações devem abordar os prejuízos causados pelas queimadas urbanas e rurais. Podem participar do concurso crianças e adolescentes que estejam cursando do sexto ao nono ano (antigamente denominada 5ª a 8ª série) do ensino fundamental.

No início do mês o magistrado entrou em contato com os diretores de todas as escolas solicitando que fosse realizado um trabalho interdisciplinar sobre o assunto para que os alunos tenham uma visão ampla sobre a questão. Assim, não só os professores de língua portuguesa vão propor a redação sobre o tema, mas também os de geografia, biologia, dentre outras matérias, abordarão o problema.

Os quatro melhores textos serão premiados com bolsas de estudo durante seis meses na Escola de Informática SYS Informática, parceira no projeto.  O concurso vai abranger pelo menos 800 estudantes da cidade, entre 10 e 15 anos. A cerimônia de premiação será em 3 de setembro, às 8h, no Fórum da Comarca. De acordo com o magistrado, “os jovens são os grandes divulgadores de ideias”, daí a necessidade de que uma campanha tão importante abarque essa faixa etária.

Também para divulgar a ação o magistrado está enviando textos informativos acerca do assunto para as emissoras de rádio regional e também dará uma entrevista para TV Centro Oeste (SBT) regional. Ainda serão espalhadas faixas nas ruas urbanas e também nas vias de acesso da zona rural local, com os dizeres “O Poder Judiciário adverte: QUEIMADAS prejudicam a SAÚDE, o SOLO e o AR. Colocar fogo em terrenos rurais ou urbanos é CRIME! Ajude a prevenir”.

Jauru é uma cidade localizada a 425 km a oeste de Cuiabá e têm aproximadamente 10,4 mil habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A comarca possui Vara Única e o responsável pelo julgamento dos processos é o juiz Cláudio Deodato Rodrigues Pereira. Ele tomou posse em 15 de junho deste ano com o objetivo intensificar a aproximação da sociedade e do Poder Judiciário e, para isso, pretende sair de seu gabinete para conhecer a realidade da sociedade da qual agora faz parte.

QUEIMADAS – A prática da queimada urbana é considerada crime ambiental e é proibida durante qualquer época do ano, independente da proporção. No ano passado o Poder Judiciário, em parceria com o Governo do Estado, lançou o programa Mato Grosso Unido Contra as Queimadas, que consistia na realização de audiências públicas para debater o assunto com a população, representantes da sociedade civil organizada e autoridades locais.

 

FONTE COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL TJMT

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois × 5 =