gonçalves cordeiro

Juiz Bruno Marques suspende posse de Maluf como substituto de Bosaipo no TCE. LEIA DECISÃO

O juiz e o empresário

No meio do caminho de Guilherme Maluf para o paraíso do Tribunal de Contas de Mato Grosso tem agora uma pedra. No caso, uma liminar. Pois o pouco conhecido juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular, resolveu atender ao Ministério Público Estadual (MPE) e determinar que o empresário e deputado Guilherme Maluf (PSD), indicado pela Assembleia Legislativa como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado no lugar de Humberto Bosaipo está impedido, provisoriamente, de assumir o cargo. Sim, tem uma pedra no meio do caminho e os advogados de Maluf agora tem que se mexer para tentar removê-la.

De acordo com o parceiro de Bertolucci e Vidotti na Vara Especializada em Ação Civil Publica, “jamais poderia ser considerado de “idoneidade moral e reputação ilibada” alguém com condenação (judicial ou prolatada por tribunal de contas) já transitada em julgado, mormente se o objeto da condenação diz respeito ao uso de dinheiro público”. Ele está falando de Guilherme Maluf, é claro. Uma pedra robusta, segundo o seu entender

A pedra no caminho de Maluf quem plantou foi o Ministério Público Estadual, através dos promotores Clóvis de Almeida Júnior e Audrey Ility que argumentaram que tentaram emitir uma certidão criminal para o deputado indicado conselheiro por 13 dos seus pares, e a certidão mostrou que Maluf é processado criminalmente, razão pela qual deveria ter a candidatura indeferida e ser impedido de participar da votação para a escolha do substituto de Bosaipo. Só que os deputados colegas de Maluf acharam que esse embaraço era uma pedrinha que não iria obstaculizar o avanço da nomeação.

Parece que, agora, com a liminar do juiz Bruno Marques, vem uma espécie de avalanche judicial e a vaga do Bosaipo continuará rendendo confusão política e judicial. Já há quem preveja novo emaranhado de ações adiando, mais uma vez, por longo e sofrido período, a solução da pendência deste cargo no Pleno do Tribunal de Contas.

Juiz Bruno Marques Suspende… by on Scribd

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

catorze + sete =