PREFEITURA SANEAMENTO

O juiz Alex Nunes de Figueiredo concluiu que o jornalista Luiz Acosta agiu de forma criminosa contra mim e, por isso, condenou-o ao pagamento de uma indenização, por danos morais, de R$ 10 mil reais. Luizão, no calor de uma discussão na internet, partiu para os xingamentos. A Justiça entendeu que Luizão deve pagar pelos seus excessos.

Juiz Alex de Figueiredo condena Luiz Acosta por xingamentos contra Enock Cavalcanti by Enock Cavalcanti

Enock Cavalcanti pede condenação de Luiz Acosta por xingamentos by Enock Cavalcanti

Luiz Acosta contesta ação que lhe move Enock Cavalcanti por xingamentos by Enock Cavalcanti

 

 

Enock Cavalcanti, jornalista, Alex Nunes de Figueiredo, juiz de direito e Luiz Acosta, jornalista

Enock Cavalcanti, jornalista, Alex Nunes de Figueiredo, juiz de direito e Luiz Acosta, jornalista

Eu dei entrada em ação contra o jornalista Luiz Acosta em 30 de abril de 2013. Me senti ofendido pelos comentários que ele postou aqui mesmo nesta PAGINA DO E, a uma das muitas matérias opinativas que escrevi. Sem mais aquela, Luizão me acusando de chantagista. Isso mesmo: o Luizão escreveu, com todas as letras: “o senhor sobrevive de chantagem”. E me xingou de “chupim, escroque, escorchador, chantagista, enfim… um pilantra de marca maior”.

Avaliei que o Luizão ultrapassou os limites da decência, da legalidade. Tenho para mim que todo mundo pode ter sua opinião sobre quem quer que seja, sobre as coisas que os outros escrevem – mas existem regras de civilidade para a emissão destas opiniões. Por isso, representado pelo advogado Fabiano Rabaneda, fui atrás do reparo da Justiça, que é o caminho democrático, nestes casos.

Agora, em 15 de outubro, o juiz Alex Nunes de Figueiredo, atuando no Sexto Juizado Especial Cível de Cuiabá, concluiu, no julgamento do processo, que a conduta do Luizão, “em propagar ofensas infundadas de cunho pessoal, além de xingamentos e opiniões pejorativas, foram suficientes para configurar a prática de ato ilícito, tanto que é tipificada como crime no artigo 140 do Código Penal.

Toda a história vai contada nos documentos do processo. A partir da conclusão do Poder Judiciário, posso dizer que Luizão agiu de forma criminosa contra mim e, por isso, está sendo condenado a pagar uma indenização por danos morais de R$ 10 mil reais, quantia arbitrada pelo juiz Alex Nunes de Figueiredo. Cabe recurso.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

5 × três =