JOSÉ ORLANDO MURARO: Onde se localiza a RAIZ desta luta aberta que a grande imprensa e o Judiciário travam contra LULA, e por, tabela, contra Dilma Rousseff? Penso que o problema está na AUSTERIDADE das contas públicas, implementadas pelos governos Lula e Dilma; hoje existem nas contas públicas um SUPERÁVIT de mais de 271 BILHÕES DE DÓLARES, NAS RESERVAS DO TESOURO NACIONAL!…e a burguesia quer raspar o cofre….. até o último centavo

"Eu fico aqui, sentado em um murundum de pedras, neste mirante , e não consigo encontrar a RESPOSTA pra o que está acontecendo. Alguns dizem que a burguesia tem um ÓDIO ATÁVICO ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.... não acredito nisso....NUNCA, em tempo algum, existiu um governo que tenha beneficiado mais a burguesia do que governo LULA" - espanta JOSÉ ORLANDO MURARO

Dialética de uma derrota: um livro de cabeceira para Dilma Rousseff
por JOSÉ ORLANDO MURARO

Estou em Chapada dos Guimarães, em uma área de terras ( 3.800 hectares) que estamos conquistando, palmo a palmo, da empresa BRF Brasil Foods ( antiga Sadia/Perdigão).
Estou em um belo mirante, em um dos morros existentes perto da represa.  Daqui visualizo o acampamento ao longo da estrada: barracos e barracos que teimam em permanecer em pé. A terra é da União Federal (Gleba Monjolinho), com registro imobiliário e tudo, mas isto não impediu que a Sadia/BRF utilizando-se de cartas de aforamentos expedidos pela Prefeitura Municipal de Chapada, se apoderasse desta gleba.
Abrimos uma pequena trilha até o pé do morro, e outra para atingirmos o mirante. Estamos preparando o local, pois na noite dos dias 20 para 21 de dezembro, vamos fazer uma festa, com o grupo MARACATÚ e NEGRA MINA, da UFMT.  Vai que realmente o mundo acabe ( se bem que os maias nunca escreveram isto …)  então chegaremos, no céu ou no inferno, com os atabaques….
Aliás, em uma crônica de Joel Silveira, (O inverno na Guerra, Objetiva, 2005) ele narra que, quando os pracinhas brasileiros desembarcaram em Nápoles (Itália), a maioria dos soldados desceu com violões, pandeiros, reco-recos, zabumbas, triângulos, e até o general norte-americano Mark Clark perguntou: “- este é o pessoal da banda militar?” e alguém respondeu, em um péssimo inglês: “ sim…uma banda militar de 25 mil soldados…” teria respondido, contrariado, o general Mascarenhas de Morais.
Isto não tem nada a ver com a coragem que demonstrariam nos  campos de batalhas: tomaram Monte Castelo utilizando-se de facas ( não baionetas…facas mesmo….) já que a pouca munição fornecida pelos americanos, havia acabado…. e os próprios norte-americanos não haviam conseguido tomar o Monte Belvedere ( ao lado), o que deixou exposto todo o flanco esquerdo das tropas brasileiras ao fogo de artilharia nazista…. com uniformes inadequados para o inverno, com pouca munição e facas travadas nas bocas, os pracinhas tomaram Monte Castelo…
Daí, chegar no céu ou no inferno, com os atabaques  do Grupo Maracatu e Negra Mina…..
Mas do alto, contemplando ao longe a cidade de Chapada dos Guimarães, eu retomo a leitura de um livro épico: Dialética de uma derrota (Editora Brasiliense, 1979), do chileno CARLOS ALTAMIRANO.
Com certeza, este deveria ser o livro de cabeceira da presidenta Dilma Rousseff….e de muito de seus ministros…..
Altamirano foi o secretário geral do PARTIDO SOCIALISTA CHILENO, que, em 1970, através do voto direto, elegeu SALVADOR ALLENDE como presidente de uma frente partidária denominada Unidade Popular (UP).

José Orlando Muraro é advogado agrarista e morador da Chapada dos Guimarães

No livro, escrito em 1977 (no exílio), ALTAMIRANO retoma toda a discussão dos motivos que levaram ou possibilitaram o golpe sanguinário de Augusto Pinochet, em setembro de 1973 e a destruição da construção de uma via socialista dentro da normalidade ou legalidade burguesa.
Em primeiro lugar, narra que para socialistas e comunistas, o PODER EXECUTIVO seria o centro nevrálgico de todo o poder e que sua conquista, ainda que pelo VOTO, possibilitaria `as classes populares promover a REVOLUÇÃO  pregada pela Unidade Popular: reforma agrária, estatização das minas e riquezas minerais, etc . Alerta ele que, ao contrário da Revolução Russa ( 1917),  não foram criadas formas alternativas de poder popular, tais como os soviets.
E a burguesia chilena se movimenta rapidamente: transforma o regime em parlamentarista, retirando grande e considerável parte do poder presidencial, conforme narra:
“…..A burguesia, apoiada no Parlamento e no poder judiciário transforma da noite para o dia- através de um simples malabarismo político-jurídico- o regime presidencial em regime parlamentar. Os ministros, teoricamente de confiança exclusiva do presidente, são acusados e depostos de acordo com a vontade das maiorias parlamentares. A ação legislativa do governo é paralisada e se bloqueiam todas as suas iniciativas, enquanto os tribunais o imobilizam ante o inflamado ataque do adversário….”
“…Enquanto isso, o governo sofria um evidente esmorecimento da autoridade. A “via chilena para o socialismo” tinha sido construída sobre a suposição teórica de que o Poder Executivo constituía o núcleo  dominante do poder político. Na verdade, as coisas eram assim até ao dia em que a classe operária chegou ao governo da nação. Neste momento o Poder Executivo convertia-se em prisioneiro da reação, pois o restante do aparelho do Estado permanecia intato e o conjunto da estrutura coercitiva soba a custódia da burguesia. A suposição de que o Executivo era o núcleo dominante do poder político constituía a pretensa base do regime presidencial vigente no Chile desde 1830. Sua respeitabilidade é pouco a pouco minada por um Parlamento que exige novos direitos e atribui-se faculdades ainda maiores e por um Poder Judiciário que virtualmente abandona suas obrigações para converter-se em um refúgio conspirativo da reação armada….” (grifei)
Na atualidade, neste Brasil-pós-mensalão, assistimos a inusitada aliança da denominada GRANDE IMPRENSA com os reacionários ministros do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL…. E POR OUTRO LADO, A BLOGSFERA explodindo de texto e comentários, dando conta de que se trama um GOLPE BRANCO, para afastar o Partido dos Trabalhadores, Dilma Rousseff ou mesmo Lula das eleições presidenciais de 2014……
Eu fico aqui sentado em um murundum de pedras, neste mirante , e não consigo encontrar a RESPOSTA pra o que está acontecendo. Alguns dizem que a burguesia tem um ÓDIO  ATÁVICO ao ex-presidente Luis Inácio  Lula da Silva…. não acredito nisso….NUNCA, em tempo algum, existiu um governo que tenha beneficiado mais a burguesia do que governo LULA….
Diretamente o governo Lula manteve as regalias fiscais dos bancos, que cresceram em ritmo impensável…imagine um Bradesco crescendo 35% ao ano! A burguesia agrária nadou de braçadas, negociou e renegociou seus empréstimos do jeito que bem quis…. e INDIRETAMENTE, eis que a ascensão econômica de 40 milhões de brasileiros, que viviam em extrema pobreza, resultou na explosão do consumo de bens de todos os tipos, etc e tal.
A burguesia deveria era fazer monumentos ao LULA em todas as grandes esquinas deste país….
Então, onde se localiza a RAIZ desta luta aberta que a grande imprensa e o Judiciário travam contra LULA, e por, tabela, contra Dilma Rousseff???
Penso que o problema está na AUSTERIDADE das contas públicas, implementadas pelos governos Lula e Dilma; hoje existem nas contas públicas um SUPERÁVIT de mais de 271 BILHÕES DE DÓLARES, NAS RESERVAS DO TESOURO NACIONAL! Basta dizer que o governo FHC deixou um déficit de 40 bilhões de dólares, que foi zerado no governo Lula…iniciando um processo de acumulação de reservas internacionais…..
Mesmo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Social fazendo e desfazendo na corrupção e favorecimento de grupos econômicos, a burguesia quer mais: lançar as mãos sobre estes 271 bilhões de dólares! E digo mais: hoje o BNDES é mais corrupto do que Sudam, Sudene, DNER, todos juntos….
No Brasil, a burguesia sempre foi sócia dos cofres do governo. Basta ver que, em 1554, o donatário da capitania de Itamaracá ( hoje Pernambuco), Duarte Coelho, foi nomeado para abrir suas terras  com o seu capital ( iniciativa privada) mas, ao mesmo tempo, ele era o PODER REAL, comandando os soldados, nomeando o padre, e aplicando a Justiça (até mesmo a pena de morte).
Tem um livro da contabilidade de Duarte Coelho, publicado pelo governo de Pernambuco, que demonstra claramente que o donatário mistura a sua contabilidade pessoal com a pública: tem momento que paga os soldados com seu dinheiro, tem momento que retira dinheiro do imposto ( o quinto) para reformar seu engenho, e a coisa segue nesta toada…. Ou seja, a história do Brasil sempre refletiu esta estranha SIMBIOSE: as contas da burguesia sempre entrelaçadas com o dinheiro público!
Não consigo encontrar outro motivo para se tentar afastar LULA, o PT ou mesmo Dilma Rousseff das eleições presidenciais de 2014…. tem muita grana, mesmo que em títulos públicos de outras nações no TESOURO FEDERAL do Brasil…… e a burguesia quer raspar o cofre….. até o último centavo….
O sistema do netbook alerta que a bateria está no fim…. vou ficar por aqui…lendo e pensando…. a burguesia odiando o LULA? … conte outra …. não acredito….

Jose Orlando Muraro Silva é advogado agrarista e  estudante de geologia da UFMT

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.24.171.158 - Responder

    Afinal, o que o Dr. José Orlando Muraro quer dizer?? Que uma coisa chamada burguesia que ama o Lullão?? Que essa coisa chamada Burguesia odeia o Lullão?? Por outro lado ele afirmou que no BNDS tem muita corrupção, então, MPF e Polícia Federal que partam para cima.

  2. - IP 177.132.246.32 - Responder

    Será que o companheiro Zé Orlando ñ está fumando o cigarrinho do CAPETA no mirante e começando a delirar? Os ministros estão condenando os ilustres mensaleiros,fundamentados em provas e fatos incontestáveis,denunciados pelo MPF.Durante 7 anos puderam contestar essas provas,e ñ conseguiram além de estarem sendo defendidos pelos melhores e mais caros advogados do Brasil. Acontece que eles tinham certeza que essa grande falcatrua , seria transformada em simples caixa 2 de campanha, e : SURPRESA; ñ aconteceu! Agora o que fazer? Simples,lançar suspeição sobre o STF, sobre a direita e o centro reacionário,e tbém a imprensa que conspira contra o pobre PT! È preciso isso sim serem homens, e aguentarem as consequencias pelo mal feito, mas isso já é pedir demais.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

20 + dezoito =