JOSÉ ORLANDO MURARO: Na sexta, outro dinossauro tombou, Peter Fonda, aos 79 anos

Fonda, em Sem Destino

Pai…se nos amava tanto…porque nos fizeste mortais?

Por José Orlando Muraro

 

Os dinossauros estão morrendo…todos eles…um após o outro….

 

E nada posso fazer…a não ser escrever sobre eles…para que seus nomes não se apaguem de sobre a Terra…sou apenas um cronista do cotidiano…mas tenho que tentar escrever sobre eles…. antes que a luz se apague dos meus olhos….também…

 

Qual foi o primeiro?

 

Vários já se foram….mas que eu gosto de contar do Joe Cocker…ingles, branco com voz de negro, segundo meu pai….

 

Gravava um disco, explodia e mergulhava de novo no álcool e nas drogas….ficava um tempo internado…novo disco, novo sucesso e mergulhava de cabeça no inferno…

 

Joe Cocker…este foi o primeiro dos dinossauros que tombou…primeiro para mim….outros que digam que Elvis está vivo….

 

Com a morte de Joe Cocker a realidade se impôs ante meus olhos: daqui para frente, cada dia a mais será, na realidade, um dia a menos na minha vida…

 

E escrever é a única coisa que sei fazer….

 

50 anos de Woodstock….. com Janis Joplin, Jimmy Hendrix e Joe Cocker, entre outros….muitos outros….50 anos se passaram….e eu não me dei conta…não fiquei na janela, não procurei um bom emprego, ou uma vida estável….

 

Não, nada disto. Procurei as estradas, caminhando a pé ou de carona….decidi que estava na vida a passeio…..

 

E agora me encontro frente a lápides de túmulos de dinossauros, pessoas tão especiais que nunca poderia imaginar que elas morreriam….

 

O segundo baque aconteceu dias atrás…Rutger Hauer…..o famoso replicante (Roy Batty) do filme Blade Runner…..

 

E aí as coisas começaram a fazer sentido……a morte do replicante colocou na ordem do dia coisas que eu não sabia: em 25 anos, o filme Blade Runner teve SETE edições….tinham 4 horas de filmagens e  que cortaram em uma hora e vinte minutos…tempo máximo de filmes para as salas comerciais….

 

Mas com o rejeito da primeira edição, foram editados mais seis outros filmes, com cenas cortadas…..

 

Assim consegui entender um grande mistério…..em uma desta versões, o replicante Roy Batty….. se encontra com Eldon Tyrell, o criador dos homens-máuinas que sobreviviam por apenas quatro anos…..e o replicante quer mais tempo de vida.

 

A cena incluída nesta versão ( não sei qual delas) tem um diálogo que para mim encerra todo o dilema da existência humana…..antes de matar o criador, o replicante pergunta:

 

-Pai…se nos amava tanto….porque nos fizeste mortais?

 

É isto…este texto poderia parar por aqui…..

 

Mas na sexta-feira outro dinossauro tombou….

 

Peter Fonda…..aos 79 anos….

 

Imortalizado naquela motocicleta com garfos longos e as cores da bandeira norte-americana estampada no tanque e no capacete….. um filme sobre drogas e contracultura…..

 

Easy Rider, Sem Destino no Brasil, foi um filme comercial, exibido em grandes salas, mas que não mascarava a realidade daqueles anos  no caos da sociedade norte-americana: logo no início, a cena de Fonda e Dennis Hopper provando cocaína, para comprar e revender….

 

A seco…..sem anestesia….. e a trilha sonora: Eu nasci para ser selvagem….

 

Os dinossauros sobreviveram estes últimos e conturbados  50 anos…mas um dia morreriam…..

 

É pena…… ficarão as músicas, os filmes, as lendas….

 

Tenho 62 anos de uma vida errática e errante….nada fiz que fosse digno de nota……apenas caminhei pela vida…..quando me for, ficarão apenas os textos que mal e porcamente escrevo…..talvez apenas eles….

 

Hoje é sábado….vou deixar de besteira e sair na captura de uma cerveja bem gelada…..

( Chapada dos Guimarães, 17.8.2019)

Jose Orlando Muraro Silva

Portador da Síndrome de Asperger


Categorias:A vida como ela é

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

11 + 6 =