HIPERNOTÍCIAS: Jornalista Rui Matos é acusado pela advogada Luciana Serafim de ter celebrado acordo e não ter cumprido o que foi estipulado em audiência no Juizado Especial. O acordo fora para que Rui pedisse desculpas, publicamente, depois de ter dito que Luciana lhe dera um calote depois de contratar seus serviços como assessor de imprensa, na campanha da OAB. LEIA DOCS. DO PROCESSO

Advogada Luciana Serafim processa jornalista Rui Matos por Danos Morais by Enock Cavalcanti

Acordo celebrado entre Luciana Serafim e Rui Matos by Enock Cavalcanti

Luciana Serafim reclama que Rui Matos não cumpriu acordo by Enock Cavalcanti

Rui Matos garante que cumpriu acordo com Luciana Serafim by Enock Cavalcanti

O jornalista Rui Matos e a advogada Luciana Serafim

O jornalista Rui Matos e a advogada Luciana Serafim

CAMPANHA À OAB
Jornalista faz acordo e não cumpre com o estipulado pela Justiça

ELIANA BESS , no HIPERNOTÍCIAS


Um acordo de conciliação firmado na 2ª Vara do Juizado Especial Cível de Cuiabá em 9 de agosto de 2013 não foi cumprido por um jornalista e agora a vítima quer desarquivamento do processo. O réu Rui Matos havia se comprometido em fazer retratação em público por meio do facebook e site pelas ofensas cometidas contra a advogada Luciana Serafim, mas não cumpriu o acordo realizado na Justiça.

Rui Matos é réu em ação por danos morais em processo movido pela advogada Luciana Serafim, por acusá-la de não ter quitado os valores combinados para o serviço de assessoria de imprensa durante a campanha eleitoral para presidente da OAB-MT, em 2012.

Mayke Toscano/Hipernoticias

Na conciliação ocorrida no dia 9 de agosto de 2013, na 2ª Vara do Juizado Especial Cível de Cuiabá, Rui Matos pediu desculpas, disse que ficou chateado porque a advogada desistiu de concorrer as eleições para presidência da OAB e afirmou diante da conciliadora Vivian Rossi M. da Costa e advogados de ambas as partes, que Luciana Serafim realizou os pagamentos.

Na ocasião se comprometeu em publicar retratação em sua página no facebook e nota no site Midiajur explicando o fato. No entanto, não cumpriu. Então a advogada Luciana Serafim entrou com pedido para desarquivar o processo.

Mediante notificação, Rui Matos apresentou ao juiz que fez a retratação na sua página no facebook e na matéria do Midiajur.

“Acontece que ele fez um comentário na nota que saiu em 2012, matéria velha, que está morta. E na página dele não existe a retratação, ele publicou e fez o print para apresentar para o juiz e em seguida deletou. Pode vasculhar o facebook dele que não vai encontrar. Além disso, não deu a devida publicidade que o fato requer. Nota é diferente de comentário”, frisou Luciana.

O processo aguarda definição do juiz Agamenon Alcântara Moreno, na 2ª Vara Cível de Cuiabá.

Luciana é advogada militante há 16 anos, entre os cargos que exerceu estão o de Secretária Geral Adjunta da OAB/MT e presidente da Escola Superior da Advocacia de Mato Grosso. Atualmente e diretora da Associação Brasileira dos Advogados Tralhalhistas (Abrat) e membra do Instituto dos Advogados Brasileiros.

OUTRO LADO
Rui Matos não retornou as ligações do Hipernotícias, o celular chamava ate encaminhamento para a caixa de mensagem. E no telefone fixo do trabalho, a informação dada é de que ele só esteve no local pela manhã.

ENTENDA O CASO
Em 2012 Luciana colocou seu nome para concorrer as eleições para presidência da OAB-MT e contratou o jornalista por R$ 10.000,00 que foram pagos em duas parcelas, sendo a primeira de R$ 3.000,00 e a segunda de R$ 7.000,00, concretizados 3 de setembro de 2012.

Rui Matos denunciou em sua página no Facebook no início de novembro do mesmo ano e posteriormente em nota no site do Midiajur (www.midiajur.com.br) de que a advogada tinha dado calote, ou seja, não tinha realizado o pagamento da assessoria prestada.

Luciana Serafim entrou com uma ação por danos morais com retratação pública, ou seja, para que uma nota fosse publicada tanto na página pessoal do facebook do jornalista como no Midiajur explicando que era inverdade o que havia dito.

O jornalista Rui Matos foi notificado a pagar indenização de R$ 27.120,00 e efetuar a retratação. Em seguida foi firmado o acordo na justiça.

NOTA QUE SERIA PUBLICADA
“Quero pedir desculpas publicamente a advogada Lucia na Serafim.
Tempos atrás, no momento das eleições da OAB/MT, fiz comentários e ataques sobre ela na minha página do facebook, os quais não condizem com a realidade.

Na verdade, naquele momento, eu estava frustrado e aborrecido por ela ter declinado da sua candidatura a presidência da OAB/MT para apoiar o então candidato José Moreno.

É certo que fui grosseiro ao chamá-la de “engodo” e ao sugerir que ela não seja ética e honesta, bem como ao dizer que ela não é cumpridora de compromissos.
Em minha postagem não tive a intenção de enquadrá-la no que chamei de “lado podre”.

O certo é que a advogada Luciana Serafim havia honrado sim com todos os compromissos feitos comigo, ate mesmo os financeiros.

Meu comentário, na época, chegou a ser veiculado em site deste estado, com a chamada “ex-assessor diz que Luciana Serafim não pagou salários”, fazendo constar que eu a havia chamado de “caloteira”. Digo aqui que isso não corresponde a verdade e que minha fala, na ocasião, foi infeliz e impulsiva, do que me arrependo e peço desculpas”.

FONTE HIPERNOTICIAS

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois × 2 =