PREFEITURA SANEAMENTO

Greve nas escolas começa nesta 2ª, 12. Veja Henrique Lopes, Helena Bortolo, Cláudio Dias, Robinson Ciréia, Estéfane Emanuele, João Custódio e Gilmar Brunetto falando da mobilização comandada pelo Sintep.

Professores da rede estadual de ensino iniciam greve por tempo indeterminado a partir de segunda-feira (12). A paralisação foi deliberada em assembleia-geral que lotou a Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá, no dia 5. A categoria exige que o Governo apresente proposta concreta sobre as reivindicações, entre elas, a dobra do poder de compra do salário dos trabalhadores, em um prazo de 7 anos. Como em 2013, todo o funcionalismo teve a recomposição inflacionária de cerca de 8%, os profissionais da educação devem ganhar outros 10% para recuperar o poder de compra. “O Governo só fala em criar grupos de trabalho para discutir o assunto. Não acreditamos mais nisso, ninguém acredita”, afirmou Miriam Botelho. O presidente do Sintep, Henrique Lopes do Nascimento, disse que a assembleia-geral confirma o sentimento dos trabalhadores que vinha sendo registrado nos últimos meses. bO estado de greve, desde abril, não surtiu efeito no governo, que se limitou a responder à pauta de reivindicações sem apresentar propostas concretas de investimento em educação.b Além de dobrar o poder de compra dos professores, o Sintep ainda cobra realização de concurso público, chamamento dos classificados do último concurso, garantia da hora-atividade para interinos, melhoria na infraestrutura das escolas, aplicação dos 35% dos recursos na educação como prevê a Constituição Estadual e autonomia da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) nos recursos devidos na área.

Henrique destacou que a pauta atual já é conhecida do Governo Estadual e os trabalhadores não encontram respostas para avançar. “Exigimos uma política de Estado, que transponha a política de Governo. Quando se fala em Ensino Médio, nós temos além da ausência de instrumentos pedagógicos a falta de investimentos concretos em infraestrutura e pessoal”, disse.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

um + 20 =