GREGORIO DUVIVIER E OS PRIVILÉGIOS DA MAGISTRATURA BRASILEIRA: Um juiz, se for sem-vergonha, o pior que pode lhe acontecer é ser condenado a receber aposentadoria, no resto da vida, sem perder nenhum benefício. DEU NA HBO

O programa tem tom de piada, mas toca naquele problema que, volta e meia, tratamos dele aqui nesta PAGINA DO E: o enorme privilégio que representam os ganhos dos magistrados brasileiros com relação às demais categorias dos servidores públicos e, notadamente, com relação aos ganhos dos assalariados brasileiros.

Dois meses de férias. Auxilio livro. A aposentadoria sem perdas de direito como pior punição prevista na Lei da Magistratura.

Gregório Duvivier não está no Zorra, da Rede Globo, nem na Praça da Alegria. Imagino que, no canal pago HBO, ele talvez acabe fazendo humor “pour épater la bourgeoisie or épater le (or les) bourgeois. Duvivier acaba fazendo humor para impressionar ou divertir a burguesia.

Mas alguma coisa sempre há de ecoar por aí.

Nesses tempos em que o Brasil passa por uma reforma da Previdência e por uma reforma tragalhista em que se cortam direitos que vinham valendo até então para os trabalhadores, direitos que vinham valendo como resultado de muitas lutas através dos anos, perceber que o Brasil acalenta uma categoria de privilegiados tão seleta é constrangedor.

Será que dá pra rir durante o programa do Duvivier?

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 5 =