TCE - DEZEMBRO

Grande expectativa mas Fantástico foi um traque. Há muito que investigar. E Mauro Zaque muito que explicar

Pelo que vi, a expectativa de uma reportagem bombástica não se confirmou. Reportagem do Fantástico foi um traque.
Abordagem muito tangenciada, muito editada. Mostrou muito do que saites e jornais já haviam adiantado. E olha que nossos saites e jornais não mostraram quase nada diante do tanto que se cogitou.
Novidade, as entrevistas com Mauro Zaque e Paulo Taques.  A amante que o Paulo lutou tanto para esconder…vai animar as rodadas nos botequins e nos salões das melhores famílias cuiabanas.
Pensei que fosse ouvir e ver trechos da arapongagem, audios, aquilo em que a Rede Globo é mestra, quando se trata de ferrar com Lula e o PT. Nada.
Muvuca e Janaina, estranhamente contidos, não bateram diretamente no governador Zé Pedro. Ou se bateram, ficou de fora, passou por edição bem tucana. Acho que poderia vir daí, das manifestações dos opositores, o maior problema para o governo.
O que foi feito do deputado Carlos Bezerra? Já foi colocado fora de combate?
E o governador Zé Pedro aparece mandando investigar, carimbando Mauro Zaque como mentiroso. Menos mal pra ele.
A matéria poderia ter aparecido com um off danado, falando das dificuldades do governo, das greves, do escândalo da Seduc. Das possíves ladroagens desse moço de família respeitável que é o sr. Alan Malouf. Mas nada.
O tal repórter especial (como é mesmo o nome dele?) recebeu o relatório das mãos ansiosas do Mauro Zaque, captou uns depoimentos ligeiros, e pronto. Investigou muito pouco, contextualizou muito pouco.
Não restou provado, enfim, que a arapongagem tenha partido do gabinete do Zé Pedro Taques. Pode ter partido? Claro, mas se precisa provar.  No mais, fica aquela possibilidade de mais uma ação de
Mauro Zaque, que anda se escondendo na imprensa regional, tem muito que contar, explicar.
Será que tudo não passa de uma briga de egos entre o Paulo Taques e o Mauro Zaque?
A imprensa mato-grossense, diante do falhanço do Fantástico, ganhou sua chance.

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    Penso que todos tem que se explicar. O Dr. Mauro Zaque precisa, necessita responder as seguintes dúvidas: a) quem lhe informou sobre os grampos ilegais? Será que ele descobriu por acidente?; b) por que não enviou cópia ao MP Estadual, ao invés de protocolar no Executivo? Será que notou que a liderança do MP Estadual pudesse estar envolvida ou acobertando algo? Foi procurar direto a PGR por que já suspeitava de intrínseca participação do Governador?; c) de quando a quando ocorreu os grampos? d) qual foi a participação do Coronel Zaqueu na história? e) por que, em nome da lealdade a seu colega Promotor de Justiça em Cáceres/MT, não alertou este último – ainda que de forma reservada – sobre o que havia descoberto?
    Já o Sr. Governador e seu ex-Secretário (principalmente este último), poderiam muito bem responder às seguintes dúvidas: 1) por que interceptaram a tal amante? qual a participação dela com o crime organizado? 2) Em qual livro de Direito Constitucional – já que o Governador é professor da matéria – consta autorização para a realização de grampos ilegais? 3) se é verdade que ele sabia, assim que assumiu o governo, sobre a existência dessa rede de arapongagem ilegal e por que nada fez para neutralizá-la? 4) por que essa perseguição com o tal jornalista Muvuca? 5) qual foi o argumento para o arquivamento da denúncia original no GAECO?
    Enfim…. todos falam… falam…. falam…. mas não explicam nada direito, daí surgem as mais variadas especulações.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

19 + quatro =