GRANDE, COMO ELE É GRANDE – Quer saber por que os poemas musicados de Bob Dylan arrebataram o Prêmio Nobel de Literatura de 2016? Ora, ora, a resposta, meu amigo, está soprando no vento…

As razões da Academia Sueca para premiar Bob Dylan com o Nobel de Literatura

Getty ImagesImage copyrightGETTY IMAGES
Image captionBob Dylan foi anunciado como o ganhador do prêmio Nobel de Literatura surpreendendo muitos

Um prêmio para “um grande poeta na tradição do idioma inglês”. Foi assim que a Academia Sueca definiu o Prêmio Nobel de Literatura dado ao cantor e compositor americano Bob Dylan nesta quinta-feira.

No anúncio oficial, a porta-voz da Svenska Akademien afirmou que os jurados escolheram o músico de 75 anos como o premiado de 2016 por ele ter “criado novas expressões poéticas dentro da grande tradição da música americana”.

No entanto, a honraria dada a Dylan surpreendeu muitos não apenas pelo fato de o músico ter desbancado outros favoritos – entre eles o escritor japonês Haruki Murakami ou o famoso poeta sírio Adonis -, mas também porque pela primeira vez o prêmio máximo da literatura foi para um compositor de canções.

Dylan estava em listas que especulavam sobre os potenciais ganhadores do prêmio em 2016, mas muitos analistas acreditavam que a Academia Sueca não se aproximaria de um gênero popular como o folk rock.

“Claro que (Dylan) merece. Acaba de ganhar”, respondeu Sara Danius, secretária permanente da Academia, aos surpresos jornalistas em Estocolmo.

“É um grande poeta na tradição do idioma inglês (…) Há 54 anos ele se reinventa, constantemente criando uma nova identidade”, explicou.

O músico, autor de clássicos como Jokerman, Blowin’ in the Wind e Like a Rolling Stone, vai receber o prêmio de 8 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 2,8 milhões) e uma medalha a ser entregue em uma cerimônia no dia 10 de dezembro.

‘Preferia Bowie’

Getty ImagesImage copyrightGETTY IMAGES
Image captionDylan, que participou dos movimentos pelos direitos civis nos EUA na década de 1960, já ganhou outras honrarias, como a Medalha Presidencial da Liberdade concedida pelo presidente Barack Obama em 2012

O último americano a receber o prêmio Nobel de Literatura havia sido a escritora Toni Morrison, em 1993. Entre os outros, estão Sinclair Lewis que ganhou a honraria em 1930, William Faulkner, em 1949 e Ernest Hemingway, em 1954.

“Se uma pessoa quer começar a escutar ou ler (Dylan) deveria começar comBlonde on Blonde, o disco de 1966, que tem vários clássicos e é um exemplo extraordinário de seu jeito brilhante de fazer rimas, posicionar os refrãos e seu pensamento em imagens”, aconselhou Sara Danius.

A secretária permanente da Academia Sueca admitiu que não era muito fã do trabalho de Dylan, explicando que preferia o trabalho de David Bowie.

“Talvez fosse uma questão de geração – hoje eu adoro Bob Dylan.”

Quando questionada sobre a entrega do prêmio ao cantor e compositor significar uma ampliação radical dos critérios da Academia, Danius preferiu lembrar dos poetas gregos.

“Pode parecer que sim, mas, se olharmos para trás, bem para trás, descobrimos Homero e Safo, que escreveram textos poéticos ou peças que foram feitos para ser ouvidos, apresentados, frequentemente junto com instrumentos, e é a mesma coisa com Bob Dylan. Nós ainda lemos Homero e Safo e gostamos.”

“É a mesma coisa com Bob Dylan – ele pode ser lido e deve ser lido”, acrescentou.

Las Vegas

Colin Paterson, o correspondente da BBC para entretenimento, lembra que Dylan é a primeira pessoa a ganhar um prêmio Nobel no mesmo dia em que faz um show em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Na sexta-feira passada, ele tocou junto com os Rolling Stones no Festival Desert Trip, na Califórnia.

Paterson ainda questiona o que levou a Academia Sueca a premiar um homem que apenas escreveu três livros e, em seguida, afirma que Dylan fez com que as letras de suas músicas fossem mais importantes que a melodia.

Para o correspondente da BBC, o resultado demonstra uma mudança real no prêmio que, em 112 anos de história, jamais tinha premiado um compositor.

“A decisão eleva letras de música a um patamar semelhante ao da literatura, poesia e dramaturgia. É um grande passo para longe do intelectualismo que se autoperpetua e o elitismo pelo qual o prêmio já foi criticado”, afirmou.

O nome verdadeiro de Bob Dylan é Robert Allen Zimmerman. Ele nasceu em 1941 e começou sua carreira musical em 1959, tocando em cafeterias do Estado americano de Minnesota.

Grande parte de suas músicas mais conhecidas são da década de 1960, quando ele se transformou em uma espécie de historiador informal dos tempos turbulentos nos Estados Unidos.

Blowin’ in the Wind e The Times They are A-Changin’ estão entre as canções que são verdadeiros hinos dos movimentos contra a guerra e pelos direitos civis

Dylan tem muitos álbuns que podem ser considerados clássicos, entre elesHighway 61 Revisited, de 1965, e Blood on the Tracks, de 1975, além de Blonde on Blonde, citado pela secretária permanente da Academia Sueca.

—————

A letra e a tradução de “Blowin´in the wind”, de Dylan

POR LUIS CLÁUDIO OLIVEIRA
Da Gazeta do POVO

Alguns posts aí para baixo, falei sobre a música “Blowin’ in the wind”, do Bob Dylan. Como sempre acontece com coisa boa, algumas pessoas se interessaram e me mandaram e-mail perguntando sobre a letra, colocando em dúvida o que o senador Suplicy cantava. Não dá para entender muito o que o pai do Supla canta, mas, a letra a gente coloca já para quem quiser conferir e logo abaixo duas versões de tradução:

Blowin’ in the win

How many roads must a man walk down
before you call him a man?
How many seas must a white dove sail,
before she sleeps in the sand?
Yes, ‘N’ how many times must the cannon balls fly
before they’re forever banned?

CHORUS
The answer, my friend, is blowin’ in the wind.
The answer is blowin’ in the wind.

Yes and how many years can a mountain exist
before it is washed to the sea?
Yes, and how many years can some people exist
before they’re allowed to be free?
Yes and how many times can a man turn his head
and pretend that he just doesn’t see?

repeat chorus

Yes, and how many times must a man look up
before he can see the sky?
Yes, and how many ears must one man have
before he can hear people cry?
Yes, and how many deaths will it takes till he knows
that too many people have died?

*** Agora, segue a tradução na versão do site Letras Traduzidas

Soprando no vento

Quantas estradas um homem deve percorrer
até que seja chamado de homem?
Quantos mares uma pomba branca deve navegar
antes de dormir na areia?
Sim, e quantas vezes as balas de canhão devem voar
até serem banidas para sempre?

REFRÃO
A resposta, meu amigo, está soprando no vento.
A resposta está soprando no vento.

Sim, e quantos anos uma montanha pode existir
até ser varrida para o mar?
Sim, e quantos anos algumas pessoas podem existir
antes de serem deixadas livres?
Sim, e quantas vezes um homem é capaz de virar a cabeça
e fingir que simplesmente não vê?

repita o refrão

Sim, e quantas vezes um homem deve olhar para cima
até que possa ver o céu?
Sim, e quantos ouvidos um homem deve ter
até poder ouvir as pessoas chorar?
Sim, e quantas mortes serão necessárias até que ele saiba
que já morreu gente demais?

*** E, por fim a tradução na versão gravada pela cantora baiana Margareth Menezes:

A Resposta Está No Ar (blown’ In The Wind)

Quantos caminhos um homem deve andar
pra que seja aceito como homem
quatos mares uma gaivota irá cruzar
pra poder descansar na areia
quanto tempo as balas dos canhões
explodirão
antes de serem proibidas

the answer, my friend, is blowing in the wind
the answer is blowingin the wind

quantas vezes deve um homem olhar para cima
para poder ver o céu
quantos ouvidos um homem deve ter
para ouvir os lamentos do povo
quantas mortes ainda serão necessárias
para que se saiba que já se matou demais

the answer, my friend, is blowing in the wind
the answer is blowing in the wind

quanto tempo pode uma montanha existir
antes que o mar a desfaça
quanto tempo pode um povo viver
sem conhecer a liberdade
quanto tempo um homem deve virar a cabeça
fingindo não estar vendo

the answer, my friend, is blowing in the wind
the answer is blowing in the wind

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

11 + 10 =