gonçalves cordeiro

Gisela Simona: Welington não a quis vice, Fórum Sindical a quer prefeita e Mauro a atrai pro seu governo

 

Gisela

Meus amigos, meus inimigos:a mulher do momento, na política de Mato Grosso, não é mais Janaina Riva, notadamente depois que mergulhou em articulações com Eduardo Botelho para rachar o poder sobre a Assembleia de Mato Grosso. O nome da hora é Gisela Simona, cujo cacife só faz crescer.
Sindicalistas do Fórum Sindical chegaram a sugerir a Welington Fagundes que a advogada Gisela Simona fosse sua vice, na disputa pelo Governo do Estado. Welington não se tocou e preferiu a Shirley Teis.
Gisela Simona se destacou por muitos anos, e atravessando diversas administrações, no comando do Procon Estadual.
Gisela disputou vaga de deputada federal pelo Pros e acabou despontando como a candidata mas votada a federal nas urnas de Cuiabá. Só que não conseguiu votos, dentro de sua coligação, em todo o Estado, para se eleger. Na frente dela ficou a professora Rosa Neide, do PT.
Só que o desempenho eleitoral de Simona encheu os olhos dos seus colegas do Fórum Sindical que já pensam nela como uma possível candidata a Prefeitura de Cuiabá, na sucessão de Emanuel Pinheiro.
A surpresa desta semana, é que o governador eleito pelo DEM, o empresário Mauro Mendes, também se interessou pela vitoriosa Gisela e já a convidou para integrar sua equipe de transição. Ela pode voltar a comandar o Procon. Ou assumir uma outra função de destaque no governo do DEM, que está tão próximo, depois da debacle do governo de Zé Pedro Taques.
Acontece que o Fórum Sindical já vem se assumindo como oposição a Mauro Mendes que, até agora, dialogou com Gisela Simona mas não se interessou em dialogar com o Fórum Sindical. As manchetes já mostraram o sindicalista João Batista, deputado eleito pelo Fórum, dizendo que vai fazer o combate ao governo de MM.
Se for para o governo do Mauro, Gisela se afasta do Fórum Sindical e da articulação que pensa fazer dela a Prefeita de Cuiabá? Eis uma das incógnitas.
Decididamente, Gisela, neste momento, é uma mulher em disputa. Um fenômeno que despontou em paralelo ao fenômeno que foram alguns dos candidatos que se agarraram em Bolsonaro, em Mato Grosso e também se elegeram, como o direitista extremado Nelson Barbudo e o até então político sem voto José Medeiros, que anda caprichando no discurso de direita, ele que começou sua vida política no PT de Rondonópolis.
A politica tem mesmo muitas facetas. Vamos ver o que o destino reserva para Gisela Simona – ou como ela mesmo vai traçar os seus caminhos.
Mulher, negra, e sindicalista.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

10 + catorze =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.