PREFEITURA SANEAMENTO

GABRIEL NOVIS NEVES diz que o PT mudou para pior. E estranha opções de Lúdio Cabral na campanha em Cuiabá.

Mudança radical
por GABRIEL NOVIS NEVES

Segundo Gabriel Novis Neves, o PT nivelou-se aos outros partidos, e hoje luta apenas pelo poder, utilizando os métodos que outrora condenava.

O Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso foi fundado dentro da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Lula, e todas as atuais estrelas do ex-partido ético, perambularam pelos corredores da matriz.

Era impossível não ter simpatia por um partido cujo presidente era um jovem metalúrgico aposentado por acidente de trabalho.

A ética era a sua principal bandeira e o estatuto do partido a sua constituição.

Foi assim que o PT, que pregava eleições diretas para presidente da República, não votou em Tancredo Neves no Colégio Eleitoral.

Foi assim que o PT não assinou a Constituição Cidadã do Doutor Ulisses Guimarães.

O PT era um partido intransigente com os seus princípios estatutários.

Combatia, sem concessões, a corrupção, a impunidade, o fisiologismo e o nepotismo.

Defendia a oportunidade para todos, liberdade de expressão e a ideologia socialista trabalhista.

A educação era a estrada para um Estado mais justo.

Para ingressar como militante no Partido dos Trabalhadores era necessário ter o currículo aprovado pelo rigoroso Conselho de Ética.

Certa ocasião, a ex-prefeita de São Paulo pelo PT, Luiza Erundina, foi convidada para exercer um cargo de ministra em um governo adversário do PT.

O Conselho de Ética do partido não aprovou a sua intenção.

Em 2003, o PT de Mato Grosso era oposição ao governo do Estado.

Quando fui nomeado Secretário da Saúde do Estado convidei o Lúdio Cabral para assumir o cargo mais importante na secretaria, que era cuidar da Atenção Básica da Saúde.

Quando saiu a nomeação, do agora candidato a prefeito de Cuiabá, o diretório do PT se reuniu e colocou a faca no pescoço do meu colega e amigo competente: “ou você

fica no PT ou vai servir ao Estado onde somos oposição”.

Meu ex-aluno optou por servir ao seu Estado de adoção. Foi-lhe dado um prazo para que pedisse demissão.

A sorte do Lúdio, foi que, com 23 dias de exercício do cargo, pedi demissão e encerrei a minha carreira de serviçal público.

A publicação do ato da minha exoneração no Diário Oficial saiu junto a do Lúdio.

Enquanto o PT foi ético, e era o partido das grandes cidades, Lula foi derrotado três vezes para presidente da República.

Quando convidado para ser candidato pela quarta vez consecutiva, disse que aceitaria só se fosse para ganhar.

Neste momento os escrúpulos foram enterrados, e Zé Dirceu, aliado ao Duda Mendonça, o elegeram presidente.

Dirceu, montando o esquema que agora estourou. Duda Mendonça, o transformando em paz e amor.

Lula ganhou a eleição e governou com os seus maiores adversários políticos. Fez uma verdadeira miscelânea política, a qual batizou de base de sustentação política do

governo.

Como exemplo, entregou o Banco Central a um banqueiro internacional e deputado federal pelo PSDB, dando-lhe toda a autonomia.

Cooptou uma base de apoio no Congresso Nacional a troco da ‘merenda’.

Esse sistema abandonava a ideologia e nivelava o PT aos demais partidos que lutavam pelo poder apenas pelo poder.

Essa montagem funcionou até o deputado aliado Roberto Jéferson abrir a sua caixa de ferramentas na Câmara dos Deputados.

Surge a CPI do mensalão, cuja conclusão está sendo julgada no Supremo Tribunal Federal (STF).

Zé Dirceu e Roberto Jéferson foram cassados pela Câmara dos Deputados, com perda dos seus direitos políticos.

O PT nivelou-se aos outros partidos, e hoje luta apenas pelo poder, utilizando os métodos que outrora condenava.

Situação difícil para os velhos companheiros!

Vejam a situação de Cuiabá. O bom candidato do PT a prefeito é visceralmente contrário à política do governo do Estado com relação à saúde pública.

O seu maior cabo eleitoral, que é o governador do Estado, privatizou a Saúde Pública.

Agora, surge para comandar a sua campanha, e aparecer na mídia, o ex-secretário das políticas que o Lúdio sempre combateu.

Diante desses fatos, ficou claro que o PT sofreu mudanças radicais, para pior.

Gabriel Novis Neves, reitor fundador da UFMT, é médico em Cuiabá

8 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.140.20.1 - Responder

    É, pelo jeito o Dr. tem muito lido a veja que oferece em seu consultório.
    Não viu nada do que se passou por este Brasil nas classes mais baixas, destas talvez só conheça nas esquinas de nossa Cuiabá, quando célere fecha as janelas.
    O PT e Lúdio, além deste que assina, tem ojeriza às OS’s.
    Tem postura clara sobre as responsabilidades dos entes federados em suas funções essenciais.
    Certamente que queremos muito mais, do que já foi conquistado nos governos Lula e Dilma, mas não somos a única força no congresso e senado.
    Assim como não seremos na Câmara de Vereadores, mas os avanços, caro professor, serão significativos no governo Lúdio & Faiad.
    Ah, coloque no consultório Caros Amigos, por exemplo, e para conhecimento próprio não se baseie apenas na dita ‘grande imprensa’, hoje em dia, com a internet, podemos buscar mais e melhores qualificadas opiniões.

    Luiz Settineri – Saroba

    • - IP 201.49.166.43 - Responder

      Luiz, leitura, por leitura… Podemos inferir que você lê em algum lugar as revistas: Carta Capital, Isto É e etc. e tal… E dai? Seu comentario não o qualifica como melhor leitura e formador de opnião. O que fica bem claro é sua “tendência” em querer demonstrar suas idéias independentemente se a realidade que está tão clara como a luz do sol, estar escancarada para quem quizer ver. Se bem que em terra de segos, quem tem olho é rei… Olhos para ver, e ouvidos para ouvir, é o que esta faltando neste mundo. PARABÉNS, Gabriel por estar sempre alertando a população com informações precisas sobre a realidade, nua e crua, da a quem doer, isto é dever cívico e de um cidadão que quer contribuir positivamente para com a comunidade em que vive.

      • - IP 187.116.250.94 - Responder

        Pedro Nadie? Ou Pedro o que mesmo?

  2. - IP 201.86.130.42 - Responder

    Não é que o Lúdio esteja sendo incoerente, ele está coerente com o PT que não tem coerência nenhuma, pois tudo aquilo que combatera, agora aplaudem, o que aplaudiam agora deploram.

    • - IP 187.116.250.94 - Responder

      João de que mesmo?

  3. - IP 201.67.99.206 - Responder

    Primeiro vomitei,depois voltei e continuei a ler alguns comentários. A Veja por mais suja que já foi ou é; ainda é a maior fonte de denuncias das safadezas petistas.
    O pt ( partido dos traidores) foi o maior engodo que este país produziu e seu líder lulla ( o collorido) apenas um embuste que eleito , aliou-se à escória politica desta país em nome da tal “governabilidade”. Estào juntos com renan , collor , roriz , sarney, barbalho , e até o inominável maluf. Esse é o pt que um dia pregou a ética . O lúdio , eleito , certamente fará alianças com o que de pior Cuiabá e MT tem. Esperem e vejam idólatras do pt e do lulla ( o collorido).

    • - IP 187.116.250.94 - Responder

      Roberto…você defende a Veja? Por Dios! Porque ela só denuncia as safadezas do PT. E a dos tucanos, dos Demos e demais corruptos? Me desculpe, mas Veja, para mim, e papel higiênico usado, são a mesma coisa.

  4. - IP 201.49.164.152 - Responder

    Sr. Ex-Reitor precisa explicar aos seus leitores do porque ficou apenas 23 dias no cargo como Secretário de Saúde do Estado de Mato Grosso. E não querer transformar um fato isolado numa tentativa de tirar voto de seu ex-aluno e amigo como o Sr. disse e que amigo, ou poderiamos dizer: amigo da onça!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quatro + 11 =