Francisco Vuolo é citado em inquérito sobre Carlinhos Cachoeira

PAGINA DO E JUSTIÇA FEDERAL – CACHOEIRA, CLAUDIO ABREU E FRANCISCO VUOLONo volumoso inquérito da Polícia Federal sobre as transações milionárias articuladas pelo bicheiro Carlinos Cachoeira, nos mais diversos Estados do Brasil, para ampliar o seu faturamento, um personagem da alta cúpula do Governo do Estado de Mato Grosso, é citado como possível beneficiário de um investimento imobiliário do bicheiro em nossa região. Trata-se do vereador licenciado na Câmara Municipal de Cuiabá, Francisco Vuolo, atual secretário Extraordinário de Acompanhamento de Logística Intermodal de Transportes e já lançado como candidato do seu partido, o PR, à sucessão do prefeito Chico Galindo, na capital.

Em conversa telefônica, gravada pela PF com autorização da Justiça Federal de Goiás, Carlinhos Cachoeira conversa com seu lugar-tenente Claúdio Abreu sobre um investimento mobiliário na cidade de Várzea Grande, em uma área de terra que estaria sendo adquirida de Francisco Vuolo para implantação de um conjunto habitacional possivelmente a ser incluido em um dos programas beneficiados por incentivos do Governo Federal – tipo Programa Minha Vida, Minha Casa e Projeto Tô em Casa -, com nada menos que 2.900 lotes, destinados a famílias de baixa renda. No documento, o agente policial Pedro Paulo Monteiro Silva orienta a investigação para esclarecer a efetiva participação de Vuolo no negócio.

Leia, agora, o trecho do inquérito da Policia Federal em que Francisco Vuolo é citado:

Com relação aos áudios relacionados ao senhor CARLOS AUGUSTO DE ALMEIDA RAMOS (vulgo CARLINHOS CACHOEIRA) verificamos que no dia 08/06/2011 (10:40:43 e
10:43:11) houve interessante diálogo onde o também investigado CLÁUDIO DIAS DE ABREU fala para CARLINHOS sobre aquisição de loteamento em VÁRZEA GRANDE.
O município de Várzea Grande situa-se no estado de Mato Grosso e faz parte da Grande Cuiabá/MT.

IDENTIFICAÇÃO DO ÁUDIO:
08/06/2011, 10:40:43

CARLINHOS x CLÁUDIO

LOTEAMENTO EM VÁRZEA GRANDE/MT

CLAUDIO: você lembra que eu falei pra você um negócio de um loteamento cara, de um loteamento e eu fechei com ele aqui tá eu fechei com ele, vamo fazer, ele tem uma ..é ele vai botar ( … ) fechei uma parceria com ele que é setenta, trinta, setenta, trinta o que nós vamo fazer é a estrutura, trinta e cinco entrega pro município e ele ta falando pra mim aqui,que vai fazer lote de duzentos metros quadrados lá em VARZEA GRANDE, vai dar dois mil e novecentos lotes. O cara vai ficar com novecentos, a gente com dois mil e cento e oitenta parcelas é de cento e noventa e quatro reais é isso né? Cento e oitenta parcelas de cento e noventa e quatro reais, bati martelo com ele aqui era isso que queria falar com você, dá gente tocar, mandar equipamento pra lá, já fazer isso aí, já vai fazer a minuta lá do contrato pra fazer a parceria.

CARLINIHOS: eu você e quem?

CLAUDIO: não, vou fazer eu e você CARLINHOS eu você e o ACÁCIO, pó.

CARLJNHOS: ta fechado então,fechado, bate o martelo

CLAUDIO:como é que é?

CARLINHOS:ta fechado,bate o martelo

CLAUDIO:não entendi o quê que cê falou?

CARLINHOS: Bate o martelo ai CLÁDIO.

CLÁUDIO: Pois é, então pode bater o martelo, ai vai se eu, você e o ACÁCIO nisso ai. Tá, não é CRT, não é ninguém, não é DEL, não é porra nenhuma, como nós vamos ( … ) ai eu vou conversar com o MARRULA, vou mandar os equipamentos pra lá, vou contratar o MARRULA, as despesas vai ser pra abrir as ruas lá e fazer o pavimento, e eu vou acertar ai um valor X com ele, pra fazer. E o ACASSIO vai correr com o projeto pra aprovar lá na prefeitura.

CARLINHOS: Não, pode fechar com ele ai que eu tô dentro.

CLÁUDIO: Não, tem que fazer isso CARLINHO, porra, o trem, é aquilo que eu falei ontem pra você, falei um negócio daí aparece o ACASSIO que esse negócio pra nós aqui, 90 hectares, vai ficar 58 hectares, é, 32 hectares é do município que é 35%, que é área de rua e praça, né? E uns 35%, e do 58 hectares, 30% de lote é do menino, do dono da área, o VUOLO. E eu achei até que é pequeno, mas o ACASSIO falou que é pra baixa renda mesmo aqueles lá, porra, 200 metros quadrados, bom de mais né?
(…)
DESPEDEM-SE
ENCERRADA

Procuramos saber quem é esta pessoa chamada VUOLO. Trata-se do senhor FRANCISCO ANTONIO VuOLO, vereador (licenciado) da cidade de CUIABÁ/MT, ex-candidato (não eleito) a deputado estadual e que exerce agora a função Secretário Extraordinário de Acompanhamento de Logística Intermodal de Transportes do Estado de Mato Grosso. Ele assumiu este cargo quando da criação da secretaria no ato de posse do governador Silval Barbosa, fato este ocorrido possivelmente em 03/01/2011. Note-se que o senhor CLÁUDIO informa, segundo o áudio, que o dono dos 90 hectares seria (ou teria sido) o senhor VUOLO.

O que se questiona é se é um fato legal, alguém que desempenha a função pública de Secretário de Estado, ou mesmo quando no desempenho do mandato de vereador(licenciado), vender ou disponibilizar terreno para política de habitação governamental, qualquer que seja a esfera.

O citado loteamento, pelo que podemos depreender de reportagens correlatas, possivelmente se destinou ao programa “Minha Casa Minha Vida” e/ou ao “projeto Tô em Casa”.

Ainda em nossos levantamentos verificamos que o senhor FRANCISCO ANTONIo VUOLO possui endereço também no município de Várzea Grande:
RUA SALIM NADAF, 630, CENTRO, CEP 78110-500 VARZEA GRANDE/MT

O senhor FRANCISCO ANTONIO VUOLO possivelmente detém a propriedade dos seguintes telefones
65 3624-3661 Fixo CUIABA MT
65 3321-0100 Fixo CUIABÁ MT
65 3637-7433 Fixo CUIABA MT
65 3637-9943 Fixo CUIABA MT
653682-9763 Fixo VÁRZEA GRANDE MT

Destarte, presume-se, ipso facto, que uma das principais atividades dos principais gestores das ORCRIM são transações imobiliárias com uso de numerário que possivelmente seria oriundo de atividades consideradas ilícitas. Tais transações imobiliárias, possivelmente envolvem “grilagem”, uma vez que, como eles mesmos citam, às vezes os terrenos ou fazendas têm uma determinada área, sendo que uma é documentada e outra de “posse”.

(mais adiante, no inquérito, o agente policial faz a seguinte sugestão, com relação ao imóvel em Várzea Grande: )

GRANDE/MT

Oitiva dos investigados CARLOS AUGUSTO DE ALMEIDA RAMOS e CLÁUDIO DIAS DE ABREU a fim de que possam esclarecer:

1 – Quem é ou quem foi o real proprietário do terreno que se destinou ao loteamento de 2.900 lotes em Várzea Grande/GO?
2 – Qual o valor desta transação?
3. Quanto a empresa DELTA ganhou neste empreendimento?
4. Quem é ACAS SIO e qual o grau de influência deste na Prefeitura de Várzea Grande/GO?
Quanto ganhou ACASSIO com seu envolvimento na venda do imóvel?
6. Com quanto do loteamento ficou o VUOLO?
7. Qual a origem do dinheiro envolvido nesta transação?
8. O dinheiro proveio de Verbas Federais?
9. Para qual programa habitacional se destinou o loteamento? “Minha Casa Minha Vida” ou ao
projeto Tô em Casa”?
10 Qual o grau de relacionamento dos investigados com o VUOLO?
111. Os investigados possuem outros imóveis ou interesses no estado de Mato Grosso?

Atenciosamente,

PEDRO PAULO MONTEIRO SILVA

AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL
Matrícula 10519

CONFIRA, NO DESTAQUE DO SCRIBD, TRECHO DO INQUÉRITO POLICIAL SOBRE AS ATIVIDADES DE CARLINHOS CACHOEIRA EM QUE APARECE A TRANSAÇÃO IMOBILIÁRIA EM QUE FRANCISCO VUOLO É CITADO, às FOLHAS 4505 A 4507

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.55.153.38 - Responder

    Tudo na vida , tem começo, meio e fim……oxalá, essa seja uma daquelas investigações que atenda a 3ª hipótese, esclarecendo ao povo os fatos na sua verdadeira essência, doa a quem doer..!!

  2. - IP 201.86.177.196 - Responder

    Será que tem só o Vuolo??? Cadê o resto!!!!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco − três =