gonçalves cordeiro

FAISSAL CALIL: Aumento dos salários dos ministros do STF é inoportuno

Celso

Inoportuno!
Por Faissal Calil

Vi o Congresso Nacional, em Brasília, do qual sonho participar no futuro, faltando poucos dias úteis para sua renovação, admitir propostas verdadeiramente intempestivas.

Refiro-me aos senadores que aprovaram recentemente por 41 votos a 16, projeto que aumenta em 16% os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Com o reajuste, os subsídios dos magistrados passarão de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mi.

Não discuto o mérito da categoria.

Oponho-me ao oportunismo, que veio logo depois das eleições, por que não aprovaram o aumento antes do pleito eleitoral em outubro? Desta forma os eleitores poderiam saber com mais clareza as reais intenções dos senadores, dos quais muitos foram reeleitos para defender o interesse dos contribuintes.

O verdadeiro objetivo deveria ser apoiar o crescimento da produção, da geração de emprego e da arrecadação tributária (paga pelos cidadãos).

Segundo cálculos de consultorias da Câmara e do Senado, o reajuste poderá causar um impacto de R$ 4 bilhões nas contas públicas.

Estamos preparados? A conjuntura atual exige dos representantes, solidariedade. Queremos vê-los vestindo a camisa no objetivo de vencer a situação recessionária em que o país se encontra.

Relembro a batalha dos Guararapes, em 1649, na qual os soldados brasileiros eram jagunços descalços. A oficialidade decidiu tirar suas botas para o combate. Elevaram o moral da tropa e expulsaram os holandeses.

Durante o mandato como vereador por Cuiabá, entre 2013 a 2016, creio que os vereadores cumpriram o seu papel, na época aprovamos o regimento interno, cujo tive a honra de elaborar, e proibimos pautar aumento de salários e/ou gratificações nos seis meses últimos meses que antecedem o término do mandato.

Creio ser um bom exemplo! Michel Temer, pense duas vezes antes de sancionar!

Faissal Calil, advogado, é um dos novos vereadores eleitos em Cuiabá



Faissal Calil é advogado é ex-vereador por Cuiabá e foi eleito com 20.509 para deputado estadual por Mato Grosso pelo Partido Verde.

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

2 × um =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.