Faiad nega, com veemência, pressão sobre conselheiros para a escolha de novo desembargador. “Cumpro com minhas obrigações de forma ética e moral”.

Do escritório do presidente da OAB, Francisco Faiad, esta Página do E recebeu o seguinte e-mail:

Nome/Empresa: Francisco Faiad
Telefone: 65 3613-0900
E-mail: advocaciafaiad@terra.com..br
Assunto: resposta
Mensagem:
Senhor jornalista,

É com indecifrável insatisfação que fui informado sobre nota neste blog tratando de forma leviana a  minha participação como presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso na definição, dia 16 vindouro, dos membros da carreira que vão compor a lista sêxtupla para vaga no quinto constitucional no Tribunal Regional do Trabalho-23ª Região. Custei a crer que tenha usado tais palavras para designar um assunto de tamanha relevância da forma como o fez, porque, de V.Sa., não poderia esperar outro tratamento, já que é reconhecidamente, sem causa,  porta voz de oposição.

Ainda assim, de qualquer forma, esperava ao menos que exercesse o papel com mais dignidade, respeitando o conceito máximo de uma profissão da qual sempre, pessoalmente, como advogado e como presidente da OAB, tratei com o devido respeito. Na minha humilde avaliação – e espero que registre-se – como jornalista, V.Sa.faltou com respeito a si próprio, contribuindo com um jornalismo nefasto e antidemocrático.

De um militante ativo das liberdades democráticas que V.Sa., um dia demonstrou ser, ao se engajar nas lutas pelos avanços da classe trabalhadora, confesso que esperava mais. No mínimo, que agisse com ética. Me sinto frustrado pelas expectativas e pela revelação de uma faceta que sobrepõe o padrão da decência, agora demonstrada. Lastimo!

A bem da verdade, tenho direito a votar para o quinto constitucional. Fui eleito duas vezes pela categoria. Cumpro com as minhas obrigações, de forma ética e moral. Por isso, posso afiançar aos leitores dessa coluna e a classe dos advogados: não fiz tais declarações e nem fui perguntado sobre tal até o presente o momento. Tal informação colocada tem com intuito único e exclusivo de tumultuar o processo da definição da lista sêxtupla e, também, da futura eleição da Ordem, ainda por vir. Ela esconde os verdadeiros interesses. Especialmente porque está sob o manto de uma tal fonte, que, certamente, nunca existiu por jamais ter feito tais declarações.

Independente do tratamento que este blogueiro dará a esta, manifesto meu repudio.

Cuiabá-MT, 27 de fevereiro de 2009

Francisco Faiad
Presidente da OAB

COMENTÁRIO MEU, DO ENOCK: A Página do E divulga, agora, a manifestação do presidente da OAB, com a mesma tranquilidade com que divulgou a manifestação anterior, de um fonte sigilosa mas acreditada. (Divulgo, agora, no final do dia, porque só agora abri meu e-mail, depois de uma noite dedicada ao filme "Operação Valkyria", com Tom Cruise. )Cada um com o seu linguajar. Cada um com sua paixão e seu engajamento no processo de escolha do novo desembargador do TRT que será feito de forma indireta pelo Conselho Seccional da OAB, em data a ser ainda definida. Importante é que a Cidadania, seja informada das diversas angulações da notícia. De resto, o presidente da OAB e, mais do que ele, a Cidadania mato-grossense, sabem do compromisso deste humilde blogueiro com a busca permanente pela verdade dos fatos, procurando ampliar, continuadamente, o alcance revelador do jornalismo e de sua prática.

 

*************************************

TRT: OAB escolha lista sextupla dia 16

A diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Mato Grosso realizará no próximo dia 16 de março a argüição e eleição dos candidatos que irão compor a lista sêxtupla para o preenchimento da vaga de desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Mato Grosso, deixada pelo falecido desembargador Luiz Alcântara. De acordo com o presidente da OAB-MT, Francisco Faiad, nenhuma das 22 inscrições protocoladas até ontem foi indeferida.

(Luana Braga PnBOnline)

 

 

  
 

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

vinte − oito =