gonçalves cordeiro

Sociólogo português e Tarso Genro debatem rumos da esquerda

TARSO E BOAVENTURA

O projeto Conversas do Mundo, coordenado por Boaventura de Sousa Santos, divulgou nesta semana uma entrevista do sociólogo português com Tarso Genro, governador do Estado do Rio Grande do Sul.

Socialismo, empoderamento das massas, controle social, captura do Estado pelo capital financeiro, crise da representação e dos partidos são alguns dos temas abordados na conversa de mais de duas horas, também sintetizada em um vídeo de 28 minutos.

Tarso Fernando Herz Genro nasceu em São Borja (Rio Grande do Sul-Brasil), em 06 de março de 1947. É bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Santa Maria (RS). Especializou-se em Direito Trabalhista. Em 1968 iniciou suas atividades de representação partidária, sendo eleito Vereador de Santa Maria, pelo único partido oposicionista existente, o MDB (Movimento Democrático Brasileiro). Foi advogado de sindicatos e associações profissionais. Tem vários livros editados na área de Direito, Política e Literatura. Tem trabalhos publicados na França, Espanha, Turquia, Estados Unidos, Uruguai, México, Peru, Portugal e Itália. Foi Ministro Chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República (2006). Foi Ministro da Justiça (2007-2010). Atualmente é Governador do Estado do Rio Grande do Sul.

Boaventura de Sousa Santos nasceu em Coimbra. Estudou direito e sociologia. Doutorou-se na Universidade de Yale em 1973. É diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Professor Catedrático Jubilado de Sociologia da Faculdade de Economia da mesma Universidade e Distinguished Legal Scholar da Universidade de Wisconsin-Madison. A sua vasta obra aborda temas tão diversos como epistemologia, sociologia do direito, teoria do Estado e da democracia, interculturalidade, movimentos sociais, com investigação sociológica realizada em Portugal, Brasil, Cabo Verde, Macau, Moçambique, África do Sul, Colômbia, Bolívia, Equador e Índia. Tem sido, também, um ativista destacado do Fórum Social Mundial.

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    O que é ser esquerdista hoje?Estou confuso ,é ser do PT,é ser do PSD,é ser do PSB,ou do PSDB,sim, pois todos carregam no nome o S de socialismo.Para que afinal,pois os dois últimos partidos que dominaram o país nos últimos anos,o PT e PSDB,se associaram a escória da politica brasileira,só para citar alguns:SARNEY,BARBALHO,RENAN,MALUF,COLLOR,LUPI enfim,a lista suja, é longa.Todos esses citados são,ALIADOS políticos do PT de hoje e foram satinizados no passado.A partir daí e dos métodos nada republicanos desta caterva citada e hoje ALIADA, é que nos revelam quem são essas pessoas que defendem os acusados do mensalão neste blog.São tudo farinha do mesmo saco, disfarçadas de esquerdistas e éticas,mas só no discurso antigo, hoje só querem as benesses do poder.NÃO É ENOCK,SILVIA MARIA,CHICLETE ADAMS e outros !

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 4 =