ENOCK CAVALCANTI: Mesmo fora da Assembleia, Savi, Fabris e Daltinho sujam nome da Assembleia

Savi, Daltinho e Fabris

Mesmo fora da Assembleia, Savi, Fabris e Daltinho sujam nome da Assembleia
Por Enock Cavalcanti

Meus amigos, meus inimigos: ninguém esperava por essa, e a noticia de que os ex-deputados Mauro Savi, Gilmar Fabris e Daltinho haviam sequestrado três veículos alugados para o transporte dos parlamentares surpreendeu até os mais atentos. A TV Centro América teve papel importante nesta revelação, o que demonstra que mesmo a Rede Globo tem contribuições a dar à cidadania, apesar de ser tida como uma estrutura nacional de desinformação.

Eu sempre disse que a Assembleia de Mato Grosso é que a verdadeira casa de horrores. Os vereadores de Cuiabá são bagrinhos diante que fazem os deputados mato-grossenses…

Sim , o escândalo da hora é a descoberta de que três ex-deputados não devolveram os carros alugados pelo parlamento estadual que utilizavam no mandato passado, que acabou em 31 de janeiro. Não foram reeleitos mas, com a maior cara de pau, com o maior cinismo, continuaram de posse dos veículos como se fossem deles.

Agora a denúncia está nas mãos dos promotores do Ministério Público Estadual e gente fica imaginando que Mauro Savi (DEM), Gilmar Fabris (PSD) e Adalto de Freitas, o Daltinho (Patriota), devam ser processados com o máximo rigor, já que se apropriaram de um bem público, em um ato claramente criminoso.

Mas quem vai decidir se abre processo ou não contra essas três figuras já tão bem conhecidas do noticiário político e do noticiário policial de Mato Grosso serão as autoridades do MP.

Os carros subtraídos do parlamento estadual durante os meses de fevereiro, março e abril são duas caminhonetes e um carro de passeio.

Vejam que quando a denúncia surgiu, e o comando da Assembleia ainda seria do deputado Eduardo Botelho (DEM), a primeira atitude de suas excelências foi manter o nome dos 3 surrupiadores dos carros em “sigilo”.

Agora, a presidente interina, deputada Janaina Riva (MDB), fala em rigor contra os tres ex-deputados. Falar é facil, vamos conferir as providencias que Janaina efetivamente vai adotar.

As caminhonetes são locadas pela Assembleia Legislativa ao custo mensal de R$ 9 mil cada uma delas. Janaina Riva informou que, pelo menos, vai pedir o ressarcimento relativo aos valores do aluguel dos veículos que estavam em posse dos ex-deputados.

Outra suspeita que pintou nas redes sociais é de que a empresa que aluga veículos para os parlamentares faria parte do enorme pool de empresas controladas pelo deputado e empresário Eduardo Botelho. Mais um caso para os ditos intocáveis do Ministério Público Estadual esclarecerem. Vez por outra, eles são bons nisso.

 

 

ENOCK CAVALCANTI, jornalista e blogueiro, é o editor desta PAGINA DO ENOCK

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 × 1 =