PREFEITURA SANEAMENTO

Em meio à crise, PT perde filiados pela primeira vez. De acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 6.720 pessoas deixaram de ser petistas no Brasil entre junho de 2014 e junho deste ano

A estrela, um dos principais símbolos do PT

A estrela, um dos principais símbolos do PT

Em meio à crise, PT perde filiados pela primeira vez

Queda é pequena, mas inverte a tendência de crescimento que acompanhou o partido ao longo dos últimos anos

  • Ana Krüger e Luis Lomba, especial para a Gazeta do Povo

Depois do crescimento que fez o PT praticamente dobrar de tamanho em pouco mais de uma década, o partido registra pela primeira vez queda no número de filiados. De acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 6.720 pessoas deixaram de ser petistas no Brasil entre junho de 2014 e junho deste ano.

Diante de 1,58 milhão de alistados, a queda representa apenas 0,42% a menos, mas não deixa de ser uma inversão de tendência. Na série histórica analisada desde outubro de 2002, nunca houve queda do índice até então. Até mesmo após o escândalo do mensalão, iniciado em 2005 e julgado em 2012, o partido continuou a crescer.

Os paranaenses acompanharam o restante do país e são responsáveis por 9,4% das baixas petistas. Nos últimos 12 meses, 632 pessoas com título de eleitor registrado no Paraná deixaram o partido.

Essa não é a primeira vez que a diminuição de filiados ocorre no estado. Por aqui, o PT já teve redução no número de correligionários em 2006, 2009 e 2011.

O cientista político Mário Sérgio Lepre, professor da PUCPR, comenta que o PT sempre teve histórico de militância, muito diferente da configuração de outros partidos. Mas, ao longo dos anos, a legenda foi acumulando cargos de poder e se mostrou cada vez mais parecido com as demais siglas.

O cientista político diz acreditar que muitos militantes de esquerda acabaram migrando para outras opções partidárias.

Já o cientista político Malco Camargos, professor da PUCMG, ressalta que a filiação não está relacionada diretamente com preferência partidária. Segundo ele, o alistamento partidário não foca, necessariamente, no eleitorado, mas em potenciais candidatos do partido.

Nesses casos, o número de filiados pode não se reverter em votos nas eleições, mas ajuda a aumentar a presença do partido nas regiões.

Prazo

Daqui a menos de dois meses – na primeira quinzena de outubro – vence o prazo de filiação para quem quiser concorrer nas eleições municipais do ano que vem. Por isso, muitos partidos estão reforçando a busca por filiados que sejam estratégicos para o grupo.

A legislação eleitoral exige que os candidatos tenham pelo menos um ano de filiação partidária antes da disputa eleitoral.

PSDB é o partido que mais cresceu neste ano

Em números absolutos, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) lidera o aumento de filiações no país entre janeiro e junho deste ano. Nesse período, 20.245 brasileiros se juntaram aos tucanos. O segundo partido que mais cresceu foi o PSol, com 13.234 integrantes a mais no mesmo período.

Ainda é cedo para prever como esse aumento vai se refletir no PSDB – tanto nas urnas quanto em novos candidatos. O cientista político Mário Sérgio Lepre argumenta que hoje é muito raro novas filiações que tenham motivação ideológica. “É a legenda que, de repente, dá a oportunidade de poder. Isso vem da estrutura de campanha, do que estão prometendo. Existem filiações ideológicas, principalmente na esquerda, mas é muito difícil. É uma lógica fisiológica”, avalia.

Apesar do crescimento tucano, o cientista político Malco Camargos analisa que o PSDB também está abalado politicamente. Mas ele defende que todos os grandes partidos passam por um mau momento. O PSDB foi procurado para comentar os números, mas não respondeu aos pedidos da reportagem.

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.221.96.140 - Responder

    É obvio que pessoas sérias não querem fazer parte dos grupos partidários useiros e vezeiros em iludir o povo.

  2. - IP 191.223.185.113 - Responder

    Indignado rima melhor com cagado ou abobado? Alguém, que ele ligou à idéia e conceito de Esquerda, lhe machucou o coração e ele ficou malvado. Ora, Indignado, arrume outro namorado e não siga assim tão desencantado.

    • - IP 201.65.185.242 - Responder

      Ubirajara ataca a pessoa, e não o argumento. Na esmagadora maioria das vezes, só ofende. Assim, não dá pra discutir com um cara desses. Esse sim, no poder seria um ditador. Não deem bola para esse tresloucado.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezenove − 8 =