gonçalves cordeiro

Em Campo Verde, PDT consegue impedir que Pedro Taques vá à TV apoiar candidato Fábio Schroeter, apoiado por Riva. Taques, até agora, não deu um pio em favor do candidato apoiado pelo seu partido, Luiz Leite

Pedro Taques tem deixado o PDT de Campo Grande orfão e sua omissão favorece o candidato apoiado por Riva naquele importante municipio da cadeia da soja em Mato Grosso

 

A performance do senador Pedro Taques, que é tido e havido como o líder do PDT em Mato Grosso, continua espantando quem para para acompanhar a disputa eleitoral no municipio de Campo Verde. O sindicalista Gilmar Brunetto, que viaja muito para aquela região, me contou que lá em Campo Verde, Pedro Taques – que recentemente apareceu na midia tentando puxar as orelhas do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, por ter assinado uma nota sem ouvir as demais lideranças do partido –  teve que ser convencido a não subir no palanque e não gravar depoimento em favor do candidato a prefeito que é adversário do PDT naquele municipio. Só que, estranhamente, Pedro Taques ainda não gravou depoimento em defesa da coligação que o PDT apoia. Coisas de cacique de nariz empinado.

Em Campo Verde, através de decisão democrática, os pedetistas resolveram apoiar como prefeito o candidato Luiz Leite (PMDB). Para isso, fizeram uma coligação formal e apontaram o candidato a vice-prefeito,  Baixinho da Tobiano, que é um pedetista de quatro costados.

Mas qual! Apesar da definição das bases do PDT em Campo Verde pela candidatura de Luiz Leite e do Baixinho da Tobiano, o senador Pedro Taques, vinha demonstrando interesse em aparecer na televisão, no programa eleitoral da campanha do PTB-PSD, apoiando o candidato Fábio Schroeter. A tragédia não se consumou mas a grande tristeza é que Taques vem se omitindo no apoio àquilo que as bases pedetistas definiram como o melhor para a legenda em Campo Verde. Quer dizer, o cacique pedetista não respeita as bases partidárias em Mato Grosso.

A disputa entre Luiz Leite e Fábio Schroeter está pau a pau em Campo Verde. Seria muito importante que Pedro Taques descesse do muro, deixasse de vacilar, deixasse de dar a entender que está apoiando o mesmo candidato que é apoiado pelo deputado Riva – e  ajudasse Luiz Leite e o Baixinho da Tobiano a ganharem esta eleição, no próximo dia 7 de outubro.

Não fica bem para Pedro Taques conciliar com os candidatos apoiados por Riva seja onde for. Em Campo Verde ou em Várzea Grande!

 

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.10.99.202 - Responder

    Até quando este site vai insistir em tentar macular a conduta do nobre Senador Pedro Taques?!! Mais uma vez me irresigna noticias dessa estirpe. Pela Última vez, em CAMPO VERDE, nas eleições 2010 para o Senado, o PDT Municipal não apoiou na íntegra a candidatura do Senador naquele pleito, sendo os militantes do PTB quem REALMENTE carregou a campanha nas costas, aliado de integrantes do PPS, alguns do PSB e lideranças autonômas. Hoje o PTB tem cabeça de chave e, mais normal do que o Senador Pedro taques retribuir o apoio, coisa que a militância municipal do PDT não o fez em conformidade, tendo se debandado à época em prol da campanha do “abicaiuu”. Taques deixou as lideranças municipais livre na sua decisão de quem apoiar em 2012, contudo deixou claro que MAIS DO QUE PARTIDOS, ELE APOIA OS COMPANHEIROS e, no assunto requentado sempre trazido a tona por este espaço democrático, o PDT local na sua maioria não apoiou TAQUES em 2010. O atual grupo do PTB é que carregou a campanha nas costas naquela ocasião. CHEGA DESSE ASSUNTO!!!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

onze − três =