ELEIÇÕES 2014: Em tempo de especulação, nova chapa que desponta é a que junta Maggi para governador, Lúdio para vice, Silval para senador, Eraí para suplente e Jayme Campos para deputado federal

 

Que tal uma chapa com Blairo Maggi, para governador de Mato Grosso, em 2014 e Lúdio Cabral, de vice? Diante do crescimento da candidatura de Pedro Taques, à direita, as especulações correm soltas.

Que tal uma chapa com Blairo Maggi, para governador de Mato Grosso, em 2014 e Lúdio Cabral, de vice? Diante do crescimento da candidatura de Pedro Taques, à direita, as especulações correm soltas.

Que tal um pouco de especulação? Em um almoço descompromissado, neste sábado, alguém me disse que as articulações nos bastidores do Palácio Paiaguás seguem firmes. Sim, na tentativa de se salvar, o governador Silval Barbosa e sua troupe, cada vez mais apavorados diante dos números que apontam para uma severa mudança – com Pedro Taques, corrente pela direita, com um forte pelotão conservador mas podendo ser influenciado por um udenismo redivivo – estariam entusiasmados com a possibilidade de montar a seguinte chapa:

Para governador, Blairo Maggi, do PR.
Para vice-governador, Lúdio Cabral, do PT.
Para senador, Silval Barbosa, do PMDB.
Para suplente de senador, Eraí Maggi, do PP.

O DEM  seria atraído para este acordão, e Jayme Campos seria priorizado para deputado federal, na vaga do irmão Júlio.
Para o PSD de Riva, restaria o consolo de ter Chico Daltro comandando o Governo do Estado, assim que Silval se afastasse para ser candidato. Seria uma forma, segundo os especuladores, de salvar a centro-esquerda, no caso da definitiva inviabilização do Julier.

Uma coisa satisfatória, em toda essa especulação, é que Riva já estaria sendo considerado carta definitivamente fora do baralho, principalmente depois do fiasco de João Emanuel na Câmara de Cuiabá. Os politiqueiros de plantão trabalham com a hipótese de que as eleições de 2014 podem fechar, definitivamente, o caixão de Riva, que não conseguirir eleger sequer a filha para a Assembleia Legislativa, ficando sem nenhum cordel de poder na mão e completamente exposto às garras da Justiça.

Eu ouvi e opinei que Lúdio Cabral, depois de todos os esperneios protagonistas do PT, aparecer mais uma vez subordinado ao rei da soja e ao inventor de Éder Moraes, Antonio Pagot, Novacki e tantas outras  tranqueiras, a começar por ele próprio, seria uma loucura.

Para mim, a melhor opção continua sendo Julier Sebastião da Silva para o duelo com Pedro Taques. Quem garante, hoje, que Julier já está inviabilizado ou está fazendo campanha para Pedro Taques ou está com medo de um renascimento do PT em Mato Grosso.

Mas, como eu disse, era um almoço de sábado, e todo mundo estava só especulando, talvez delirando um pouco, enquanto a cerveja se misturava com a feijoada. Em muitas outras mesas, nos almoços de Cuiabá, certamente que outras e outras chapas estavam em discussão. E vai ser assim até as convenções partidárias do ano que vem. O que você acha?

Categorias:Jogo do Poder

10 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.88.215.217 - Responder

    hahahahahahahahah, salvar a centro-esquerda! Hahahaa, o governo atual é de centro-esquerda! Até o Dem vai salvar a centro-esquerda porque está junto com o PT! Hahahahaha, matas-me de rir Enock.

  2. - IP 177.1.234.233 - Responder

    Tirando o Jaime Campos é uma boa chapa.

  3. - IP 201.40.57.219 - Responder

    Salvar a centro esquerda??? Que centro esquerda ? Enock!!! Vc tem de atualizar o PT hoje é direita seu discurso è ridículo e ultrapassado .

  4. - IP 187.24.230.17 - Responder

    Todo ano essa oposição fraca vem com a mesa história de renovar. Que nomes propõem para isso? Os mais velhos e desgastados do Estado. Agora tem um novo nome, mas que infelizmente já vem maculado com os apoios antigos. A verdade é que a maioria do Estado não quer essa turma de novo no poder, o Taques vem brilhando nas pesquisas porque ainda não tem candidato do outro lado, ta correndo sozinho. Só lembrar dos mais de 40% de intenção de voto que o Wilson Santos “tinha” um ano antes da eleição de 2010 e de como ele terminou ela. Não custa lembrar também que o Jayme foi eleito senador em 2006 com a benção do Governo e com o Pagot de suplente.

  5. - IP 187.54.110.41 - Responder

    Enock, a feijoada estava estragada, hein, camarada? Com estes nomes falar em centro-esquerda ou esquerda…
    Ou dizer que o nome de Taques aumenta pela direita.
    Aí é tudo direita, meu filho.
    Não salva ninguém. A diferença é que uns são direita, outros ultra-direita.
    Blairo, Lúdio, Silval, Eray, Jaime, Pedro Taques, Julier, Riva, Daltro, Éder, Pagot, Novack, João Emanuel.
    Poderiam todos fazer uma chapa e um partido só. A diferença é só nome.

    Pedro Aparecido de Souza

    • - IP 177.203.40.104 - Responder

      Para Pedro Aparecido apenas o PSTU e a Conlutas são de esquerda. E Pedro sonha que o PSTU e a Conlutas farão, sozinhos, a Revolução que o Brasil necessita. Todavia, a Política não é tão simples assim; sua complexidade requer composições e alianças com os denominados “companheiros de viagem”.

  6. - IP 189.59.69.195 - Responder

    Que situação a lúdio…. Ter de estar relacionado com toda essa camarilha!

    • - IP 189.59.69.195 - Responder

      Leia-se “a do Lúdio”…

  7. - IP 186.213.225.171 - Responder

    Se o lúdio entrar a política vai esquentar.

  8. - IP 189.73.253.89 - Responder

    O Lúdio é uma boa pessoa , mas está no pt e isso o põe abaixo de loló de cachorro.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

12 − 9 =