PREFEITURA SANEAMENTO

EDUARDO MAHON: Os advogados brasileiros lamentam enormemente a presença de um Joaquim Barbosa no Poder Judiciário e ficam perplexos a cada declaração infeliz do atual presidente do STF e do CNJ. A mais recente errata: para combater a corrupção, Barbosa afirmou que é preciso acabar com a representação de advogados nos tribunais eleitorais.

 Eduardo Mahon pede que ninguém se engane com Joaquim Barbosa. Na opinião do advogado, Joaquim Barbosa é, na verdade, um emplumado aristocrata grego que acredita que os “sábios” devem nos governar, escolhidos pelos “honestos”, sufragados pelos “virtuosos”, indicados por ele.


Eduardo Mahon pede que ninguém se engane com Joaquim Barbosa. Na opinião do advogado, Joaquim Barbosa é, na verdade, um emplumado aristocrata grego que acredita que os “sábios” devem nos governar, escolhidos pelos “honestos”, sufragados pelos “virtuosos”, indicados por ele.

 

Os advogados brasileiros lamentam enormemente a presença de um Joaquim Barbosa no Poder Judiciário e ficam perplexos a cada declaração infeliz do atual Presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça. Oriundo do Ministério Público, Barbosa desconfia que todos os demais personagens do mundo jurídico são desonestos – juízes e advogados.

Nunca se identificou com o próprio poder republicano que integra, plantando dúvidas sobre a honestidade de colegas ministros, de magistrados e de advogados. A mais recente errata: para combater a corrupção, Barbosa afirmou que é preciso acabar com a representação de advogados nos tribunais eleitorais.

Os tribunais regionais eleitorais são formados por magistrados de carreira de primeira e segunda instâncias, estaduais e federais,advogados e, como fiscais, promotores federais. Como todos os demais tribunais, essa composição eclética enriquece o debate judiciário, porque concentra diversos pontos de vista jurídicos, além de vivências ecléticas num mesmo julgamento.

O tribunal do júri, por exemplo, soberano constitucionalmente é formado por sete jurados leigos, escolhidos entre os cidadãos do povo e, nem por isso, sofre qualquer ataque tresloucado de Joaquim Barbosa. Especificamente os advogados estão sob o fogo da recalcada figura salvacionista do neo-Robespierre que, de tão inflexível, foi guilhotinado para que o mundo seguisse em paz.

O que deve mudar não é a simples exclusão de advogados dos quadros judiciários, porque os promotores também estariam alijados de compor os tribunais, pela constitucional isonomia. No caso específico dos tribunais regionais eleitorais, os advogados deveriam perceber as mesmas verbas que os julgadores de segunda instância, de modo a que pudessem diminuir ou acabarcom a própria advocacia, a fim de haver dedicação exclusiva aos processos eleitorais.

O que é ridículo é um advogado ganhando 5 mil reais para decidir o destino eleitoral em certames nos quais circulam milhões, deixando de atuarem na próspera seara eleitoral, dando uma contribuição ao Poder Judiciário por tão pouco. É embaraçoso e indigno o tratamento desigual que os advogados recebem.

Considerando-se sempre superior, Barbosa denuncia conluios entre juízes e advogados, mas lhe falta coragem de nominar quem é quem. Flerta com a opinião pública e se utiliza do fermento popular em pleno período de insatisfação social para canalizar a própria frustração contra a advocacia brasileira.

Na distorcida visão de um acusador togado, Barbosa omite-se em qualquer crítica ao Ministério Público como, por exemplo, o estapafúrdio parecer do Procurador Geral pela intervenção judiciária no Congresso Nacional ou a perda de prazo ministerial em grandes processos como de Daniel Dantas ou ainda as centenas, milhares de anulações de operações ilegais conduzidas por promotores de justiça. Seletivo em seu ódio, preferebabar rancor contra a advocacia, apontando na classe o foco da corrupção nos tribunais brasileiros.

O Presidente do Supremo Tribunal Federal é um desfavor ao Poder Judiciário. Seus discursos só provam que equilíbrio psicológico em nada se relaciona com cultura, erudição ou preparo jurídico. É possível haver notórios recalques oriundos de ocultas frustrações até mesmo nos mais altos cumes republicanos.

Afastar a advocacia da composição judiciária é dar mais um passo para a falta de diálogo, de oxigenação, golpeando a dinâmica dos tribunais e condenando-os a complexos narcisistas. Estudiosos de psicologia deveriam aproveitar o quadro de um dos mais altos dignatários republicanos para compreender o impacto deletério do poder excessivo em mentes débeis.

O Brasil, num momento de riqueza democrática, de congraçamento nas ruas, de exortação pelo fim da corrupção e de demanda por profundas reformas políticas, não precisava de um ditador travestido de populista. Um incendiário que pretende voltaraopinião pública contra a advocacia brasileira é, no mínimo, irresponsável e definitivamente não merecia a honra de compor o Poder Judiciário e nem muito menos dirigi-lo.

Aliás, quem não merecia esse escárnio é a comunidade jurídica e a sociedade brasileira que encontraram nos advogados, artistas e jornalistas trincheiras contra a ditadura militar. Ninguém se engane com Barbosa: é, na verdade, um emplumado aristocrata grego que acredita que os “sábios” devem nos governar, escolhidos pelos “honestos”, sufragados pelos “virtuosos”, indicados por ele.

 

 

Eduardo Mahon é advogado em Cuiabá, Mato Grosso

 

 

 

 

 

 

24 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.52.188 - Responder

    Eduardo Mahon deve estar escrevendo para a posteridade, pois quase ninguém dará atenção a argumentos racionais em tempo de manadas tresloucadas dirigidas por palavras de ordem demagógicas e superficiais. Qualquer chamada a avaliação crítica dos tempos atuais será logo carimbada com algum adjetivo fácil (petralha, defensor de bandidos, vendido, etc). Os exemplos são vários: a transformação de corrupção em crime hediondo é inócua, pois poucos serão os processos com trânsito em julgado, perdidos que estarão no emaranhado processual tupiniquim até a prescrição, embora Pedro Taques, que não pode ser declarar leigo, jogue para a platéia, dizendo que tudo mudou com essa aprovação. A PEC 37 foi recusada, portanto o MP continua livre para investigar ( e principalmente engavetar) o que quiser sem dar satisfações a ninguém. São fartos os exemplos de reputações jogadas no lixo pela associação criminosa entre grupos políticos, mídia venal e MP, para ao cabo de alguns anos, a absolvição jamais curar as feridas que ficarão abertas para sempre. E serão sempre fartos os não-exemplos, a corrupção que não sai na mídia e não é investigada pelo MP. Aliás, alguém já parou para pensar porque NUNCA se investigou os cartéis de empresas de transporte urbano que agem em todo o país, corrompendo todos os partidos? E porque corruptores nunca frequentam as páginas de jornais ou as ações do MP? Enquanto isso a lufada segue pedindo Batman para presidente e gritando palavras de ordem nas ruas, sem ao menos saber o que elas significam….pobre Brasil

  2. - IP 189.31.41.107 - Responder

    …..pegando um gancho nas palavras do ministro….não sei quem da tanto porder para essa OAB… unico objetivoti desta instituição é dinheiro..

  3. - IP 186.213.224.151 - Responder

    Esta é apenas a distorcida visão de um acusador advogado.

  4. - IP 177.64.234.81 - Responder

    CERTA VEZ VI EM UM RENOMADO PALESTRANTE ARGUMENTAR QUE A PRESENÇA DE ADVOGADOS NOS TRIBUNAIS ALÉM DE OXIGENAR OS JULGAMENTOS, DEMOCRATIZAVA AS INSTITUIÇÕES DO JUDICIA´RIO..
    POIS BEM DESPOIS DE 18 ANOS DE SERVIDOR DO JUDICIÁRIO O QUE SÓ VI FOI ESSES REPRESENTANTES DA OAB., QUE NOS TRIBUNAIS SÃO INTITULADOS COM JUÍZES DA CLASSE DE JURISTAS, SÓ PRATICANDO VENDAS DE VOTOS.. OU FAVORES QUE SERÃO DEVIDAMENTE COBRADOS NO FUTURO.. A VERDADE QUE .. SE VC LEITOR FIZER UMA PESQUISA DOS GRANDES CASOS DE VENDA DE VOTO NOS TRIBUNAIS.. VEJAM SE OS ADVOGADOS NÃO ESTÃO NO MEIO , ORA VENDENDO VOTO ORA INTERMEDIANDO A VENDA DE VOTO…

    FORA OS ADVOGADO NOS TRIBUNAIS .. NÃO SERVEM PARA NADA .. SÓ AUMENTAM AS ILEGALIDADES NOS TRIBUNAISL

  5. - IP 177.193.129.76 - Responder

    ISSO É NORMAL LEVANTAR ANIMAIS FALANTES JURANDO QUE SÃO GENTE PARA DISTORCER E DENEGRIR A IMAGEM DE UM QUE SE LEVANTA E FAZ A DIFERENÇA…JOAQUIM BARBOSA JÁ PASSOU PELA FORNALHA PELA REFINARIA E PROVOU QUE É UM SER HUMANO LEGITIMAMENTE INTEGRO, E NÃO EXISTE OUTRO, E TEM UMA COISA, NÃO TENTEM NADA CONTRA ELE, DEUS ESTÁ A SEU LADO, INFELIZ DAQUELE QUE TENTAR ALGUMA COISA CONTRA ESSE HOMEM.

  6. - IP 189.59.43.134 - Responder

    Joaquim só não agrediu Eros porque foi contido. Ele chamou o colega de velho caquético, colocou sua competência em questão, disse que ele escreve mal “e tem a cara-de-pau de querer entrar na Academia Brasileira de Letras”. Eros retrucou lembrando decisões constrangedoras de Joaquim Barbosa que a Corte teve de corrigir e que ele nem encontrava mais clima entre os colegas. O clima azedou a ponto de se resgatar o desconfortável boletim de ocorrência feito pela então mulher de Barbosa, tempos atrás: “Para quem batia na mulher, não seria nada estranho que batesse em um velho também”, afirmou. Depois da confusão, Joaquim Barbosa não voltou ao tribunal e o chá da tarde nunca foi tão caloroso.

  7. - IP 177.221.96.130 - Responder

    Cala a boca, Boca Torta…

  8. - IP 201.67.76.51 - Responder

    DECLARO PUBLICAMENTE NESTE SITE QUE O COLEGA EDUARDO MAHON NÃO TEM PODERES PARA FALAR POR MIM, ASSIM, QUANDO ELE AFIRMA ” OS ADVOGADOS BRASILEIROS”, EXCLUA-SE ESTE SUBSCRITOR QUE, CERTAMENTE É A FAVOR DA EXCLUSÃO DO QUINTO CONSTITUCIONAL DE TODOS OS TRIBUNAIS, SEJA ELE DA OAB OU DO MINISTÉRIO PÚBLICO, SE O ADVOGADO OU PROMOTOR TIVER INTENÇÃO DE SER MAGISTRADO QUE PRESTE O DEVIDO CONCURSO PARA TANTO E NÃO ENTRE PELA JANELA NA MAGISTRATURA, E SALVE O HERÓI DA CAPA PRETA KKKKKKKKKKKKKK

    • - IP 189.59.69.195 - Responder

      Assino em baixo!

  9. - IP 189.59.48.84 - Responder

    Declaro publicamente que Eduardo Mahon não tem poderes para falar por mim, sou um advogado brasileiro e não concordo com nada que o causidico escreveu, sou contra o quinto constitucional, quer virar desembargador que seja aprovado em concurso é um absurdo advogado e promotor virarem desembargadores sem prestar concurso.

  10. - IP 189.59.52.188 - Responder

    Mahon, nem lhe conheço, mas esses fãs do Batman são os que:

    * compartilharam as fotos do Joaquim Barbosa no feicibuqui escrito “Cotas? Obrigado, eu estudei, não preciso delas”, sem nem ter passado a uma légua do voto dele na questão de cotas, em que ele se posiciona absolutamente a favor.
    * compartilharam as fotos do Joaquim Barbosa no feicibuqui dizendo que ele estava acabando com o governo da Dilma Roussef, sem saber que ele já declarou que votou em Lula em 2002, 2006, e em Dilma em 2010.

    E como eu preví, se vc tenta mostrar quem é o cavaleiro das trevas, ninguém rebate seus argumentos. A lufada só sabe carimbar.

  11. - IP 177.41.93.181 - Responder

    SE é contra advogado é a favor do povo!O que nós povo ,queremos saber doutoresé o seguinte:QUANDO A GUARDIÃ DA SOCIEDADE , a notável OAB,vai fazer o anuncio dos cancelamentos dos registros dos advogados que se apropriaram da honorários de clientes, participaram da crimes de todas naturezas,fartamente publicados em paginas policiais quase toda semana?QUANDO?Os notáveis juristas com a PALAVRA.

  12. - IP 189.31.41.107 - Responder

    PAPAGAIO….VC SO PODERIA ESTAR INSPIRADO POR DEUS QUANDO ESCREVEU ESTE TEXTO…..VC DISSE TUDO CARA….

  13. - IP 179.253.182.113 - Responder

    Quem ataca Joaquim Barbosa não deve ser de boa cepa.

  14. - IP 177.41.93.181 - Responder

    Joaquim Barbosa,veio estremecer os pilares dos proteladores e atores de conchavos de tribunais.O cidadão procurava a justiça e era surpreendido por decisões ,fora das regras e da jurisprudência desses tribunais principalmente os superiores.Isso ia até o nosso até o TJ, que era popularmente conhecido como a “CASA DOS HORRORES” e se a pessoa questionasse as decisão muitas vezes bizarra,os corregedores-gerais ,simplesmente declaravam:”INCONFORMISMO COM A SENTENÇA” . E o povo não tinha a quem reclamar,nem ao bispo.É essa a indignação do dr.EDUARdO MAHON, defensor incondicional de juízes e desembargadores,defesas essas ,a maioria das vezes veementes, provavelmente para gozar das simpatias desses senhores nas decisões dos seus clientes principalmente , na área criminal!Ouça a voz do povo, estamos indignados!

    • - IP 189.59.69.195 - Responder

      Verdade!

  15. - IP 201.57.233.221 - Responder

    EU DIGO COM CONHECIMENTO DE CAUSA E COMO EX-ADVOGADO… A CLASSE DE JURISTA NOS TRIBUNAIS É PERNICIOSA.. SOU AGORA SERVIDOR DO JUDICIÁRIO E SÓ PRESENCIEI ATOS DE CORRUPÇÃO ENVOLVENDO ESSES ADVOGADOS QUE POLITICAMENTE E A CUSTA DE COMPROMISSOS POLÍTICOS ESCUSOS CHEGAM AOS TRIBUNAIS …

    ESSA É A HORA DE ACABAR COM O QUINTO CONSTITUCIONAL PARA A CATEGORIA DOS JURISTAS EM TODOS OS TRIBUNAIS….. VAMOS LEVANTAR ESSA BANDEIRA NAS RUAS E EXIGIR MUDANÇAS
    URGENTEMENTE

    MORALIZAR A JUSTIÇA TAMBÉM PASSA PELA EXTINÇÃO DO QUINTO CONSTITUCIONAL

  16. - IP 189.93.244.99 - Responder

    A verdade é uma só tem que tirar dos tribunais todos que nao sao juízes seja advogado ou do ministério publico. Juiz nao pode se intitular como um justiceiro e sim fazedor da justiça desagrade a quem desagradar e nao ficar no oba do que os outros querem….deve aplicar a lei de forma correta,,,,sem mais ou menos…..portanto nem o Barbosa e nem advogados deveriam ser alçados a juízes sem sê-los….o julgamento do mensalão foi bonito para a galera do oba oba….mas de dar vergonha a qualquer juiz substituo de primeiro mês de carreira pela total falta de tecnicidade e atropelos q sao patentes de correções …..o stf nao pode fazer julgamento com vontade de ser justiceiro…para quem quer q seja….FORA Tosos q nao sao da carreira…oriundos de cocurso…q nao tenham gramado nas longínquas cidadelas…e q só estão acostumados com o mármore negro dos salões da justiça….fora já,,,,

  17. - IP 189.59.69.195 - Responder

    Como se vê, nem os notórios bajuladores do Dr. Marron aparaceram para defender essa tese corporativa dele. Tomou nos óio…

  18. - IP 187.52.106.34 - Responder

    Viva o JOAQUIM BARBOSA….. O Marronzinho é uma torneira aberta jorrando asneiras.

  19. - IP 189.10.67.5 - Responder

    TRAMITA NO CNJ UMA AÇÃO RECLAMATORIA CONTRA O CORREGEDOR GERAL DO CNJ POR TER PREVARICADO E COMETIDO CRIME DE TRAFICO INFLEUENCIA ( AVISOU DA DECISÃO QUE IRIA TOMAR 10 DIAS ANTES, AOS JUIZES RECLAMADOS), CONDESCENDENCIA CRIMINOSA E NÃO RESPEITAR O PROPRIO REGIMENTO INTERNO DO CNJ EM EXTINGUIR UM RECURSO ADMNISTRATIVO DESTA DECISÃO CRMINOSA, EM DESFAVOR DE SUA DECISÃO E DE FORMA MONOCRÁTICA, SEM PREVISÃO LEGAL NO REGIMENTO INTERNO DO CNJ.. VEREMOS O QUE O JUSTICEIRO QUE IMPUTA CRIME POR SOMENTE INDICIOS (COMO NO CASO MENSALÃO) FARÁ NESTE CASO. MANDO NOTICIAIS, EM BREVE

  20. - IP 187.5.109.196 - Responder

    Esse Barbosa é um deus!!!!

  21. - IP 187.5.109.196 - Responder

    Aí OAB: ÓRGÃO DEMAGÓGICO E OMISSO!!! SUA BATATA TÁ ASSANDO TAMBÉM!!

  22. - IP 189.74.63.152 - Responder

    Eu nao lamento absolutamente nada, nao outorguei procuração para nenhum profissional falar por mim. Admiro a postura de Joaquim Barbisa e suas falas nao me atinge, tenho mais o que fazer do que criticar os outros principalmente um Ministro do STF, porque me faltaria ética.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois × cinco =