PREFEITURA SANEAMENTO

Eduardo Gomes: Peruzzo, prefeito de Juína, vê supersalário pago no interior a servidores como tiro no pé

Altir e Neurilan com Eduardo e Enock

 

 

 

Supersalário foi tiro no pé. A afirmação é do prefeito de Juína, o petista Altir Peruzzo.

Peruzzo não generaliza nem discorda que o servidor seja bem remunerado. O tiro no pé, figurado, refere-se a uma situação que foi comum a muitas prefeituras mato-grossenses há 10, 15 anos, quando profissionais de algumas categorias se recusavam a trabalhar nos municípios afastados de Cuiabá, como é o caso de Juína, distante 730 quilômetros da capital.

O prefeito explica que prefeituras contrataram fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros e outros profissionais com remuneração muito acima do salário médio dessas categorias. As contratações resolviam o problema que a falta desse possoal fazia ao atendimento de saúde e social nos municípios. Os altos salários, para motivarem os contratados, viraram uma espécie de bola de neve, que agora sufoca as finanças municipais.

Sou favorável ao trabalhador. Quero que todos ganhem bem, mas a realidade é que algumas categorias recebem salário muito acima de realidade, da capacidade da prefeitura e do piso da categoria“, observou Peruzzo. Para enfrentar essa situação, municípios fazem novas contratações emergenciais e realizam concursos, mas com remuneração compatível com o mercado de trabalho. O salário anterior é mantido, por se tratar de direito adquirido.

Em nenhum momento o prefeito citou a existência do chamado profissional pardal – aquele que vive na cidade grande e somente aceita trabalhar em Cuiabá e Várzea Grande – mas, ele lamentou tal cenário. Peruzzo não debitou a crise que assola boa parte das prefeituras aos altos salários de algumas categorias, mas reconheceu que essa remuneração acima da média contribui para tanto.

ENTREVISTA O tiro no pé foi abordado por Peruzzo após sua participação na quarta-feira, 13, às 15 horas, no programa Amplo, Geral e Irrestrito, exibido pelo Facebook, apresentado pelo jornalista e bloqueiro Enock Cavalcanti (paginadoe.com.br), produzido e dirigido pelo publiciatário e empresário Cláudio Cordeiro na redação de seu site ofactual.com.br no bairro Aráes, em Cuiabá, e com a participação do jornalista Eduardo Gomes (bomamidia.com.br) na bancada da entrevista.

Peruzzo e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurlan Fraga, foram os entrevistados do dia.

 

FOTO: Vanderson Ferraz – AMM

FONTE EDUARDO GOMES/ BOA MIDIA

CLIQUE E CONFIRA A INTEGRA DA ENTREVISTA COM ALTIR PERUZZO E NEURILAN FRAGA

Altir Peruzzo e Neurilan Fraga conversam com Enock Cavalcanti e Eduardo Gomes – Programa Amplo, Geral e Irrestrito from Enock Cavalcanti on Vimeo.

 

 

CENAS DE UM BATE SOBRE SOBRE POLÍTICA EM MATO GROSSO. FOTOS DE VANDERSON FERRAZ

 

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

oito + 13 =