EDMUNDO ARRUDA JR: Censura ao filme Marighela, não dá! A arte deve ter trânsito livre

Seo Jorge e Wagner Moura nos bastidores da filmagem de Marighella

 

Sobre Marighela? O filme censurado!

POR EDMUNDO ARRUDA JR

Hoje sabemos como os movimentos armados, delirantes ou não, pequeno burgueses ou obreiristas (?) voluntaristas ou melhor, “subjetivistas revolucionários”, covardemente justiceiros (entre eles mesmos) ou heroicamente não emancipatórios, pous, precisamente, stalinistas ou maoístas ( o que dá no mesmo) contribuíram para legitimar a ditadura militar, prolongando-a. Marighela é um desses heróis tardios, da “revolução” às avessas, como Lamarca e muitos outros da “vanguarda” do atraso. Mas há ainda hoje, no bojo dos tempos obscurantistas de Bozzo, os que sonham, boçalmente, com um certo nostalgismo da “guerra de movimento”, na busca de uma unidade perdida entre conceito e ação. Estúpidos capados da crítica histórica.

Censura não dá. A arte deve ter trânsito livre, para quem quer passear nas pistas do não óbvio, ou nas trilhas do que se apresenta socialmente como história, de vencedores e vencidos, seja como politicamente correto ou como seu contrário.

No caso, a censura do filme sobre Marighela, cujo diretor, Wagner Moura, também baiano (é o mesmo que protagonizou outro filme, Narcos, sobre outro protagonista da razão das armas, Pablo Escobar), deveria ser divulgado amplamente e patrocinado pelo Estado, em nome da CF/88, se possível gratuitamente, para que possamos enxergar o tamanho de nossos socialistas e do nosso déficit cultural.

Psicopatas existem na ficção e o no real. Não se fixam em exclusividades ideológicas e éticas. Não obstante, unem-se na estética que faz da vida um teatro do absurdo e do cinema, no caso, um absurdo pastiche tardio.

 

Edmundo L. de Arruda Jr é professor titular aposentado da UFSC e sociólogo.


20.9.19

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 × 5 =