É PROIBIDO PROIBIR: Juiz Saíto não deixa Wilson censurar pesquisa do Ibope. E juiz João Menna Barreto mantém “Samba da Lorota” no ar. LEIA DECISÃO DO SAITO – REVEJA O SAMBA DA LOROTA

Saíto não deixa Wilson Santos censurar pesquisa do Ibope by Enock Cavalcanti on Scribd

Saíto é Juiz Eleitoral em Mato Grosso

Saíto é Juiz Eleitoral em Mato Grosso

54% de rejeição na Capital. Os dados levantados pelo Ibope com relação ao candidato tucano à Prefeitura, Wilson Santos, deixaram o Wilson e seu pessoal de campanha preocupados. E partiram para a reação menos sensata: recorreram à Justiça Eleitoral na tentativa de impedir que esses 54% de rejeição fossem divulgados, notadamente pelos adversários do Wilson. Mas bateram com a cara na porta. O juiz eleitoral Gonçalo Antunes de Barros, o Saíto, da 55% Zona Eleitoral proibiu o Wilson de censurar a pesquisa do Ibope, cuja divulgação continua sendo um direito amplo, geral e irrestrito de todos os cidadãos, sejam eles candidatos ou não.

De acordo com Saíto o pedido de liminar não tem amparo legal, pois todos os requisitos foram preenchidos, pelo Ibope, com registro da pesquisa antes de cinco dias da divulgação.

Kleber Lima, marketeiro do Wilson deu declaração para tentar negar a censura, mas só acabou por confirmar a tentativa. Eis suas palavras, segundo o blogue Fato e Notícia: “Não é do nosso interesse impedir a divulgação de uma pesquisa que mostra um crescimento da intenção de votos em Wilson Santos. Muito ao contrário, essa pesquisa nos deu uma grande alegria, porque mostrou que a campanha está no caminho certo. Queríamos apenas a suspensão temporária dos dados sobre a rejeição, por haver muitas dúvidas sobre eles, e também pelo fato de esta distorção estar sendo utilizada pelos adversários para confundir os eleitores”.

Suspensão temporária é jeito do Kleber falar em censura. Mas o Saíto não foi na dele. Bola fora.

Há que se registrar que além de perder na pesquisa, a campanha do Wilson perdeu também na divulgação do Samba da Lorota. A campanha tucana tentou impedir a livre divulgação do Samba da Lorota, mas outro juiz eleitoral, o juiz João Alberto Menna Barreto Duarte, da 37ª Zona Eleitoral de Cuiabá negou o pedido de liminar protocolado pelo candidato Wilson Santos para proibir a veiculação do “Samba da Lorota” que faz críticas às administrações municipais chefiadas pelo tucano.

E segue a campanha, com seus tradicionais tropeços.

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

doze − 11 =