TCE - OUTUBRO

DOMINGOS SÁVIO GARCIA DA ADUNEMAT: A Faespe, fundação privada, é uma fábrica de escândalos

Domingos Sávio, da Adunemat

FAESPE: UMA FUNDAÇÃO PRIVADA, UMA FÁBRICA DE ESCÂNDALOS

A diretoria da ADUNEMAT (Associação dos Docentes da UNEMAT) vem acompanhando o desenrolar
de mais um escândalo, desta vez de corrupção, envolvendo a FAESPE (Fundação de Apoio ao Ensino
Superior Público Estadual), instituição criada pela UNEMAT e cujos diretores são indicados pela Reitoria da
universidade.
Esse é mais um dos escândalos de grandes dimensões em que a FAESPE está envolvida, com
consequências enormes para a UNEMAT, sua credibilidade e sua imagem pública.
No final de 2010 a comunidade acadêmica da UNEMAT foi surpreendida pelo escândalo do mega
concurso público para servidores do Estado de Mato Grosso. Naquele concurso se combinaram fanfarronice,
incompetência e irresponsabilidade, e o resultado foi desastroso para a credibilidade e a imagem da
UNEMAT.
A ADUNEMAT tem uma posição clara desde a criação da FAESPE: a seção sindical é contra a
existência dessa fundação privada no interior da UNEMAT. Essa posição da ADUNEMAT (e do ANDES – SN)
foi ratificada pela comunidade acadêmica quando da realização do Segundo Congresso da UNEMAT, em
2008, mas tal decisão foi sabotada pelas sucessivas reitorias que passaram pela universidade, que
mantiveram o funcionamento dessa fundação por conta própria e contra as decisões daquele congresso.
É necessário que a reitoria da UNEMAT se manifeste publicamente, informando de forma inequívoca
para a comunidade acadêmica e para o povo de Mato Grosso, as diferenças entre a FAESPE e a UNEMAT,
se posicionando sobre o que está ocorrendo. Afinal a comunidade acadêmica da UNEMAT não tem nenhuma
responsabilidade sobre os escândalos em que a FAESPE esteve ou está envolvida.
A diretoria da ADUNEMAT vai acompanhar mais esse escândalo envolvendo a FAESPE que
novamente depõe contra a imagem da UNEMAT, reiterando a sua posição contrária à sua existência, exigindo
da Reitoria da UNEMAT que cumpra as deliberações do Segundo Congresso da universidade e inicie
imediatamente o fechamento dessa fundação privada plantada no interior da universidade pública.

Cáceres, 03 de julho de 2017

Domingos Sávio da Cunha Garcia
Presidente da ADUNEMAT

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 + 18 =