DOCUMENTO HISTÓRICO: Veja aqui, a coletiva de Perri, Vidal e Sebastião Moraes, no dia da posse. “Com PJE implantado, não vamos precisar mais de tantos servidores nas escrivanias”, disse Perri


O desembargador Orlando Perri que assumiu a presidência do TJ/MT em solenidade que teve lugar no plenário do TJ, no dia 1º de março de 2013, naquele dia mesmo, mas pela manhã, concedeu entrevista coletiva à imprensa. Representantes de nossa midia “impressa, falada e televisionada” lá compareceram, a maioria mais para ouvir do que para perguntar. Ao lado de Perri, presidente, estavam Márcio Vidal, vice-presidente, e o novo corregedor, desembargador Sebastião de Moraes. A equipe da PAGINA DO E, composta por mim e pela Hegla Oleniczak, lá esteve e gravou 45 mínutos de video que, depois de uma demorada edição (essa equipe da PAGINA DO E responde por todas as responsabilidades dentro do blogue) está sendo disponibilizada hoje para o grande público. Perri e Márcio Vidal estavam bem falantes naquela manhã, ao contrário da maioria dos repórteres. Perri e Márcio discorreram longamente sobre a introdução do processo eletrônico, em nosso Judiciário, e a perspectiva de Perri é que, com a introdução de mais tecnologia, a necessidade da contratação de novos servidores será reduzida. Como encarar este fato? Como um avanço ou como uma ameaça? Para quem sonha com um emprego no Judiciário, a perspectiva é de que os concursos poderão minguar. Perri, que em outra ocasiões já defendera extinção de comarcas pelo interior de Mato Grosso, respondendo a uma pergunta da PAGINA DO E, demonstrou que agora já não defende mais, para sossego do desembargador Licínio Carpinelli, em sua aposentadoria. O desembargador Sebastião de Moraes também foi questionado pela PAGINA DO E: haverá um esforço concentrado, por parte do TJMT, para atender à meta recentemente imposta pelo Conselho Nacional de Justiça para garantir que os processos contra políticos denunciados por corrupção deixem de se arrastar nas gavetas do nosso Judiciário mato-grossense? Sebastião de Moraes disse que os julgamentos serão feitos, mas sem afogadilho. Mas, como afogadilho?! Ouça e procure entender.Perri, por sua vez, disse que não tolera a corrupção, não convive com a corrupção e que o Tribunal vai punir os corruptos. Na coletiva o novo presidente também anunciou que vai fazer novo concurso para juízes e que a prioridade será dar celeridade aos julgamentos de processos, principalmente na primeira instância. O desembargador Orlando Perri disse que vai planejar um mutirão para desafogar inicialmente os juizados especiais. Confira no vídeo.

7 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.58.30.36 - Responder

    Todo projeto que visa agilizar a máquina do judiciário é bom pra todos, servidores, juízes, a sociedade em geral. Porém, senhor presidente, não se esqueça de prestigiar os serventuários da justiça que trabalham muito, mas os que trabalham. Todos sabem da sua seriedade, mas, infelizmente, as administrações passadas nada fizeram para os servidores do judiciário. Por exemplo, as incorporações, sempre foram um grande incentivo para aqueles que realmente trabalham. Boa sorte presidente, os servidores esperam muito de você.

  2. - IP 177.3.50.125 - Responder

    QUERO SABER COMO É QUE SE PROVA FALSIDADE DOCUMENTAL EM DOCUMENTO ELETRONICO?

  3. - IP 200.140.26.150 - Responder

    Pena que a tecnologia seja vista como um instrumento para diminuir o número de servidores.

  4. - IP 177.41.95.74 - Responder

    A esperança é apenas o Perri,o Sebastião e o Vidal , já conhecemos:DEFENSORES intransigentes de juízes suspeitos.Se não houver provas concretas de corrupção,como comprovante de deposito em conta,filmagem e gravações de conversas,o juiz é inocente.O STF,admite, domínio do fato,decisôes fora das regras,indicios exteriores de riqueza,como provas contra juízes , que continuam a envergonhar a nação!

  5. - IP 177.78.190.236 - Responder

    Osmir vc deve ser um grande ………. até para estupradores e latrocidas sao exigidas provas,,,,,então se eu achar q vc é um ladrão poderá ser condenado só porque eu achei…..? Quanta asneira a sua fala…

    • - IP 189.59.48.197 - Responder

      Augusto,sua defesa indignada e raivosa ,já diz de que lado você esta,do lado contrario do povo brasileiro,para o qual a justiça é tardia,falha e atualmente,muito cara.Juiz só deveria decidir dentro das leis,das regras e rapidamente,mas aqui em MT nunca é assim.Não é dep. Riva!

  6. - IP 177.166.25.28 - Responder

    Sábio Augusto!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

vinte + dezessete =