PREFEITURA SANEAMENTO

Djalma Sabo Mendes quer vaga de Prieto na Defensoria

Djalma deixa Secopa e disputará eleição na DPE
Antonielle Costa

O secretário adjunto das Ações de Desapropriações da secretaria Extraordinária da Copa do Mundo de 2014 (Secopa), Djalma Sabo Mendes Júnior, irá deixar o cargo nos próximos dias para retornar a Defensoria Pública do Estado, órgão do qual faz parte do quadro de carreira. A informação foi repassada ao Mato Grosso Notícias, por fontes ligadas ao Governo do Estado.

O retorno a Defensoria Pública está ligado ao desejo de Djalma disputar novamente as eleições para escolha de defensor público-geral, que será realizada em novembro deste ano. Os membros da instituição escolhem três nomes formando uma lista tríplice, que por sua vez é encaminhada ao governador – a quem cabe à nomeação.

Djalma está no Governo desde o início do ano passado, quando foi nomeado secretário extraordinário de Apoio Institucional às Ações da então Agecopa e do PAC. Em outubro do mesmo ano assumiu uma secretaria adjunta na Secopa, visando tratar exclusivamente de ações de desapropriações visando o Mundial de 2014.

Ele é defensor público desde 1999 e comandou a instituição no biênio 2009/2010, nomeado pelo ex-governador Blairo Maggi. Nas últimas eleições, Djalma chegou a disputar a reeleição, mas não conseguiu se eleger. André Prieto teve mais votos e foi nomeado pelo governador.

Crise na Defensoria Pública

A instituição passa por momentos conturbados com várias denúncias de improbidade administrativa por parte do atual defensor público-geral, André Prieto. Ele está afastado do cargo por decisão do desembargador José Silvério Gomes.

Prieto responde a duas ações civis, sendo que uma apura atos de improbidade administrativa resultante de fraudes cometidas por meio do pagamento de horas de fretamento aéreo que não foram efetivamente executadas em voos operados pela empresa Mundial Viagens e Turismo, para a Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso.

Já a segunda apura irregularidades relacionadas à aquisição irregular de combustível para o abastecimento dos veículos próprios e locados pela Defensoria. Conforme apurado pelo MPE, a diferença entre o consumo de combustível no ano de 2010 e 2011 por parte da Defensoria Pública foi de mais de meio milhão de reais.

Na mesma decisão, José Silvério determinou o afastamento do chefe de gabinete do defensor público-geral, servidor Emanoel Rosa de Oliveira, pelo mesmo período.

Outro lado

Ao Mato Grosso Notícias, Djalma desconversou sobre o assunto, no entanto, não negou. Ele afirmou que está focado em limpar a pauta dos casos de desapropriações visando o Mundial de 2014, para então definir seu futuro.

“Estou focado na liberação das áreas para início das obras e em limpar a pauta, para então decidir se continuo no Governo ou volto para Defensoria”, afirmou.

 

FONTE MATO GROSSO NOTICIAS

Categorias:Jogo do Poder

8 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.145.121.14 - Responder

    Esse Djalma já foi Defensor Geral por dois anos e não promoveu concurso público. E pior, fez um conluio com deputados para criar 80 cargos em comissão e cada deputadinho indicava um pupilo seu para ocupar o cargos nas comarca do interior. Não a mínima moral para assumir o comando da DF-MT, que merece alguém que esteja comprometido com a população.

  2. - IP 177.41.90.21 - Responder

    Verdade seja dita, o contrato feito pelo senhor Djalma Sabo Mendes quando era defensor geral com a OSCIP de seu primo José Sabo Mendes, causou muito mais danos e prejuízos ao erário pulblico que as horas de vôo do Pietro. Com a palavra o senhor Mauro ZAQUE.

    • - IP 177.25.125.201 - Responder

      Se o senhor tem denúncia contra o ex-procurador, traga para a Ong Moral que vamos levar ao MP. Agora se o seu intuito é proteger o DG corrupto, pode tirar o cavalinho da chuva.

  3. - IP 187.6.35.17 - Responder

    É verdade Wellinton. Virou perseguicao pessoal contra o Defensor Geral. Existem coisas muito mais graves acontecendo publicamente e esse Promotor deixa de lado pra focar no Prieto. Todo mundo do meio juridico faz este comentario. Isso nao e ser Promotor de JUSTICA!

    • - IP 177.25.125.201 - Responder

      O Promotor Mauro e os demais, investigam a partir de denúncias. E contra Prieto as provas são contundentes. Tanto que provavelmente ele perderá não só a chefia da Defensoria,mas o
      o próprio cargo de defensor público. Só não vai para a cadeia, porque no Brasil corrupto não é preso quase nunca. Você deve estar defendendo o Prieto porque também vai perder alguma mamata. As evidências de corrupção são tão grandes, não só quem é cego não vê.

  4. - IP 177.41.93.162 - Responder

    Senhor Ademar Adams, não estou defendendo o senhor Pietro,estou simplesmente defendo que se faça justiça, e nesse caso a gestão do senhor Djalma !endes foi muita mais escandalosa. Fica a impressão que o senhor Ademar Adams esta tomando as dores de Djalma. Porque SERA?

    • - IP 189.59.69.195 - Responder

      Veja como você é injusto Sr. Weliton: Fui o primeiro a dizer que Djalma não merce crédito. Leia ali em cima. Também nunca se falou sobre essa denúncia que ele teria feito outras coisas erradas. O Senhor tem alguma pista, alguma prova? Traga apara a Ong Moral ou ao MP. A denúncias de corrupção contra o atual defensor chefe foram traziada com muitos documentos para a Ong Moral e ela levou à imprensa e ao MP.
      Estamos esperando…

  5. - IP 201.34.26.92 - Responder

    Ademar adams, primeiramente pergunto: vc sabia que o advogado do Mcc vilsom nery esta sendo processado pelo mp por ato de improbidade em uma comarca do interior por fraude em licitação? Claro que sabe. Porque então vcs não atiram nele como fazem com os outros e ainda permitem que fique falando em nome vcs má imprensa? Outra coisa, o oscila do José sabo Mendes , primo do djalmo e do franscival, esta trabalhando sem licitação na agecopa e má ater. E publico e notório. Porque não vão atras? Espero que publique no blog porque vcs não costumam colocar outras. Versões, só o que interessa.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

19 − 6 =