DEU NA GAZETA: Faissal Calil acusa defesa de João Emanuel de má-fé. Ao induzir desembargadora Maria Aparecida ao erro, no caso do Golpe do DVD, advogado Eduardo Mahon teria incorrido, na avaliação do presidente da CCJ, que também é advogado, em litigância de má fé. VEJA EM VÍDEO

O vereador e advogado Faissal Calil comanda a CCJ e o vereador e advogado João Emanuel será julgado por corrupção e pode ter seu mandato cassado na Câmara de Cuiabá

O vereador e advogado Faissal Calil comanda a CCJ e o vereador e advogado João Emanuel será julgado por corrupção e pode ter seu mandato cassado na Câmara de Cuiabá

ENTREVISTA

Faissal acusa defesa de Emanuel de má-fé

Redação do Gazeta Digital

 

Presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador Faissal Calil (PSB) afirmou, em entrevista concedida ao Jornal do Meio Dia, que a defesa do ex-presidente da Casa, João Emanuel (PSD) age movida pela má-fé. Para o parlamentar, a postura do colega, alvo de um processo de cassação, tem criado obstáculos para a apuração dos fatos.

Faissal acredita que a desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, que reconsiderou pedido dos advogados de Emanuel e suspendeu a sessão de julgamento, foi induzida ao erro. “E induzir ao erro tem um nome, que é litigância de má-fé”.

O vereador destacou que Emanuel recebeu o vídeo, principal prova do processo, teve acesso aos autos e, agora com a reconsideração se recusa a receber. “Em Plenário ele se referiu ao vídeo, deu detalhes dele e até mesmo afirmou que era tudo montagem. O vídeo é notório”.

Sobre a postura do pessedista após a concessão da suspensão, Faissal entende que cabe uma representação junto a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT). “Assim que eu dei o prazo de 5 dias para que ele tivesse acesso, os advogados fecharam o gabinete dele e foram embora. Na quarta-feira (16), ao contrário do que deveria ser, o gabinete ficou fechado, enquanto o contribuinte paga a conta. O advogado dele, Eduardo Mahon, se trancou no escritório e não recebeu nenhuma notificação. Eles estão criando obstáculos”.

O presidente da CCJ acredita que a decisão será revertida na próxima semana, após análise do pedido que será feito pelos procuradores da Câmara.

Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá propõe cassação de João Emanuel by Enock Cavalcanti

MCCE diz que João Emanuel e Eduardo Mahon armaram o golpe do DVD e enganaram TJ by Enock Cavalcanti

Desembargadora Maria Aparecida suspende sessão da Câmara de Cuiabá by Enock Cavalcanti

MCCE pede cassação de João Emanuel por agressão a Ivonete Jacob by Enock Cavalcanti

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    Senhores, quem protocolou a acao nao anexou o dvd? Ou ele sumiu de dentro do processo? Em ambos os casos ,e’ um caso de policia! Joao Emanoel, se manca! Ponha logo um fim nisso tudo. Cuiaba’ nao merece isso. Voce nao tem saida!

  2. - Responder

    ACORDA CUIABA!!! PAGAMOS TRIBUTOS ALTÍSSIMO!!! É POR ISSO QUE A SAUDE,SEGURANÇA E EDUCAÇÃO ESTÁ UM CAOS E NÃO VAI PRA FRENTE!!! PRA ISSO POLITICOS CORRUPTOS TÊM DINHEIRO, NHÔ, ARCAR ADVOGADOS CARISSIMOS COM O DINHEIRO DO CONTRIBUIENTE FICA FÁCIL…!!!

  3. - Responder

    HOJE, 21 DE ABRIL LEMBRAMOS O NOSSO GRANDE HERÓI, JOAQUIM JOSÉ DA SILVA XAVIER, O TIRADENTES, QUE DEU SUA VIDA PELA LIBERDADE E FELICIDADE DO POVO BRASILEIRO. COMO PODE AINDA HOJE, QUASE TRZENTOS ANOS DEPOIS, EXISTIREM ALIENADOS OU CONIVÊNTES COM A BANDALHEIRA, RESPEITANDO, DEFENDENDO E VOTANDO NESSES POLITICOIDES CORRUPTOS, ESCROQUES, PULHAS E NOJENTOS QUE ASSALTAM OS COFRES PÚBLICOS?

  4. - Responder

    Com tanto corrupto…com tanto rato…com tanto vagabundo nas altas esferas do poder…a maioria hoje importada do Paraná…esse advogado vai ser o cara mais rico daqui, em breve…esse é mala…

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

5 × quatro =